Primeira Missa celebrada na APAC de Cachoeiro de Itapemirim

A APAC feminina de Cachoeiro de Itapemirim/ES, que administra o CRS masculino, recebeu na tarde do dia 11 de fevereiro, Padre Ronaldo Borel de Freitas, juntamente com alguns membros da Paróquia Sagrada Família de Soturno e alguns representante da Pastoral Carcerária da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim/ES, para a celebração da 1ª missa no CRS.

"Foi um momento muito especial de celebração, oração e louvores a Deus, que se faz presente na vida de cada um de nós, sobretudo na vida dos que se encontram encarcerados. Agradecemos a Padre Ronaldo e toda sua equipe, bem como a Pastoral Carcerária, por este momento tão bonito realizado em nossa APAC, desejando que voltem sempre. Estamos juntos! O Mundo necessita de gente que ama o faz"!

Um dos elementos do Método APAC é a espiritualidade, que aplicada em harmonia com todos os demais elementos, irá proporcionar ao recuperando refletir sobre sua vida e seus valores, a fim de buscar caminhos novos para seu futuro. As religiões e a presença do padre, tanto quanto do pastor, é fundamental no processo de recuperação, pois eles podem oferecer um acompanhamento espiritutal e personalizado ao recuperando, tão necessário para que se encontre com Deus e consigo mesmo. 

A APAC busca uma espiritualidade ecumênica, de respeito e diálogo diante da outra religião, a fim de que, todos possam compreender os valores fundamentais inerentes a todas as religiões, que contribuem para a edificação da pessoa humana: amor, respeito, fraternidade, diálogo e paz, entre outros.

FBAC proporciona a seus funcionários encontro de auto-conhecimento

No dia 19 de fevereiro, a FBAC organizou um dia de auto-conhecimento para seus funcionários. O dia foi orientando pela psicologa Marlene Antunes, que recebeu a equipe em sua casa, em Itaúna/MG. Apresentando o ENEAGRAMA, Sra. Marlene conduziu cada participante a refletir sobre sua infância, vida, sentimentos, ações e reações de seu cotidiano. Desta forma, cada um pôde perceber que pode ser uma pessoa mais integrada, conhecedora de si mesma, para ser capaz de ajudar aos que buscam por seu apoio, afinal, "uma pessoa somente pode dar, aquilo que está em seu coração."

"No passado, eu fui voluntária da APAC. Acredito que Deus me reaproximou da FBAC e, consequentemente, das APACs. Quero desenvolver um projeto para ajudar as APACs e os recuperandos. Vamos construir este projeto juntos." Disse Sra. Marlene.

O eneagrama foi desenvolvido a partir do século IV, em Alexandria. É uma técnica simples e eficaz, comprovada cientificamente. É capaz de fortalecer os aspectos positivos dos nossos comportamentos pessoais e profissionais, além de orientar como superar os comportamentos considerados "fracos". Não é uma técnica para rotular os demais, mas para auto-conhecimento e auto-aperfeiçoamento.

Ao final, Valdeci Ferreira, Diretor Geral da FBAC, expressou o sentimento de toda a equipe: "Foi perceptivel a melhora da equipe da FBAC desde nosso primeiro encontro. O dia de hoje contribuiu para tirar as dúvidas que ainda existiam. Nos ajudou a nos compreender melhor. Só temos a agradecer a Marlene, que partilhou conosco seu dia, sua casa, seu espaço e seu conhecimento. A senhora pertence à nossa família. Gratidão é o que define."

 

Marlene Antunes de Andrade é psicóloga (PUC), treinadora do Modelo de Ajuda (EFMA), treinadora do Eneagrama (IESH), bacharel em Letras (UI) e em Comunicação Social (Newton Paiva), especialista em Marketing (UNA) e Mestre em Administração (UFMG). Ela participa do Instituto Shalom, que é constituído por um grupo de pessoas colaboradoras da Comunidade Shalom. JOvens e adultos que, tendo-se identificado com a missão e o jeito próprio desta Comunidade, se colocaram à disposição para colaborar na área específica do trabalho com Eneagrama.   

Com a missão, "Aprender, vivenciar e compartilhara sabedoria do Eneagrama, como instrumento de compaixão, a serviço da libertação integral das pessoas e da transformação da humanidade.” Dona Marlene atende em Itaúna/MG.

 

 

 

Funcionários da Apac de Caratinga participaram do curso de justiça Restaurativa.

Foi realizado, nos dias 10 a 14 de Fevereiro de 2020, no espaço do 62º BPM de Caratinga, o curso de Justiça Restaurativa. O evento voltado para os profissionais de segurança pública, saúde e assistência social, apresenta várias formas de resolver conflitos, a fim de restaurar os laços entre as partes conflitantes, e em alguns casos, motivar a convivência entre as partes envolvidas. Esse segundo momento foi mais um passo para a implantação desse método na comarca de Caratinga. O 1° Círculo da Justiça Restaurativa foi realizado na APAC de Caratinga em agosto de 2019.

Estiveram presentes, a Encarregada Administrativa da APAC de Caratinga Adriana Luppis, Encarregado de Segurança, Allan Silveira Soares Leal, Adalla Graziele Brito da Silva Andrade, Dr. Anderson Fábio Nogueira Alves, Giorge Carvalho Lima, Dra. Hosana Regina Andrade de Freitas, Dra. Flávia Patrícia Cupertino Alcantara, Tenente Alessandro de Moraes Silva, Sgt. Leidiana mariano de Souza Silva, Luceli Helena de Carvalho, Yan Pires da Costa, Lucas Jerônimo, Mayara Carvalho.

“Apresentamos ao Tribunal de Justiça de Caratinga, uma proposta para que, através de recursos de verbas pecuniárias, pudéssemos realizar este curso em Caratinga, a fim de que toda a rede segurança, educação, assistência social e saúde, pudesse conhecer o que é a Justiça Restaurativa. O curso está sendo implantado em várias comarcas, atingindo vários setores da sociedade, especialmente as escolas. Houve um grande empenho de Dr. Consuelo, junto aos demais juízes, Promotoria e Ministério Público, para que se tornasse realidade. É um curso muito interessante, pois provoca cada participante a uma reflexão sobre os desafios enfrentandos em nosso cotidiano. Estamos muito gratos." Disse Adriana Luppis – Encarregada Administrativa da Apac de Caratinga

“Escolas, atos infracionais, situações de crimes, conflitos dentro das instituições públicas, privadas. Os facilitadores de Justiça Restaurativa trabalham colocando e trazendo para dentro das instituições, comunicação não violenta e gestão de conflito, de pessoas, técnicas de abordagem conflitivas, sempre pautas em não violência e mediação”. Explicou Lucas Jerônimo – Instrutor de Justiça Restaurativa

Segundo Mayara Carvalho, Instrutoro de Justiça Restauratia, o curso visa “Trabalhar em conflitos prevenindo violência, ou conflitos que já levaram à violência; de maneira humanizada, trabalhando sentimentos e necessidades de todos que estão envolvidos, sejam eles vítimas, ofensores ou comunidade. Não só conflitos, mas também criação de vínculos de pertencimento, conexão e significado, como caso de escola, sistema de saúde ou assistência social. É uma visão de Justiça diferenciada, que envolve antes de tudo a satisfação dos usuários”. 

 

 

Completam-se 39 anos do martírio de Franz de Castro

Nascido em 18 de abril de 1942, nas galerias e celas dos presídios, Franz de Castro ficava em média dezesseis horas, convivendo com os presos. “A minha vida eu daria, em garantia e em alívio a muitos sofrimentos”. Afirmava ele.

Há 39 anos, no dia 14 de fevereiro de 1981, aos 38 anos de idade, falecia Franz de castro.Durante uma rebelião, ofereceu-se como refém, para que um policial militar fosse liberado e, quando o carro onde Franz se encontrava saiu, foi iniciado um tiroteio perfurando com mais de trinta e oito projéteis o corpo do “apóstolo do amor”.

Caído por terra, corpo alvejado, as APACs ficavam órfãs. A insegurança e a tristeza se abatiam sobre todos e sobre o futuro, que se tornava incerto. Para os pessimistas, era o fim das APACs. Para os realistas, era momento de recuar. Mas para o Pai Eterno, era a semente de um ideal, Obra Divina, que se eternizava.

As APACs não acabaram, ao contrário, floresceram e cresceram, gerando frutos. O ideal de Franz de Castro não morria com ele, mas se tornava o ideal de muitos outros corações, que perduraria até nossos dias.

Disse Jesus: “Quem que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá.” João 11,26 Franz de Castro não está morto, mas vivo, em cada APAC que nasce, em cada preso que encontra alento, em cada funcionário, voluntário ou parceiro das APACs, que se dedica e não desanima.

Acreditamos que Franz de Castro está junto de Deus, juntamente com Dr. Mário Ottoboni e uma multidão de voluntários e ex-recuperandos, orando ao Pai e pedindo pelas APACs, por cada um de nós e por todos os presos que cumprem pena nas APACs e nas prisões de todo o mundo.

Que o Deus da Vida conceda a cada um de nós o mesmo entusiasmo, força, dedicação e amor, que Ele concedeu a Franz de Castro e que possamos caminhar com a certeza que moveu nossos antecessores: “A APAC É OBRA DE DEUS!”

Valdeci Antônio Ferreira,

Diretor Geral da FBAC

Para saber mais sobre Franz de Castro, clique aqui.

 

 

CIEMA inicia suas atividades, hospedando delegação paraguaia

O Centro Internacional de Estudos do Método APAC Des. Joaquim Alves de Andrade, CIEMA, recebeu, no dia 11 de fevereiro, a delegação do Paraguai, da futura APAC de Coronel Oviedo.  Composta pelo presidente da APAC, o juiz aposentado, Dr. Carlos Victor Bordón, o vice-presidente da APAC, Pastor Félix Dupont, e pelo Sr. Andreas Bergen, que será o Diretor Executivo da APAC, a delegação permanecerá 10 dias no CIEMA e irá visitar algumas APACs mineiras, a fim de fazer aprimorar seus conhecimentos sobre a metodologia.

Segundo Pastor Felix, esta é a terceira visita que realizam no Brasil. "Estamos muito felizes de estar aqui mais uma vez. Sonhamos a anos com a edificação de uma APAC em nosso país. Com a ajuda da FBAC, e através do projeto Más Alla de las fronteras, temos a certeza, de que agora seguiremos adiante. Obrigado pela acolhida de vocês."

 

O CIEMA

O CIEMA, construído ao lado da sede da FBAC, foi idealaizado para contribuir na consolidação das APACs já existentes e a multiplicação da metodologia no Brasil e no mundo, por meio da realização de cursos e apoio logísticos aos estudiosos da metodologia APAC, e pessoas interessadas em aprofundar a metodologia. 

O projeto Más Alla de las fronteras

 

O PROJETO MÁS ALLA DE LAS FRONTERAS
O projeto Más Alla de las Fronteras, projeto de colaboração e financiamento da União Europeia, surge com o objetivo de reforçar a atuação das APCs em nível internacional. Especificamente, contribuir para a criação, consoidação e fortalecimento de uma rede de organizações da sociedade civil na América Látina (Brasil, Chile, Costa Rica e Colômbia) de cooperação internacional na promoção dos direitos humanso da população carcerária e no combate a atos de tortura, maus tratos, penas cruéis, desumanas e degradantes a partir da experiência metogológica das APACs. Saiba mais clicando aqui.

 Da esquerda para direita: Sr. Andreas, Pr. Felix, Dr. Carlos e Eduardo Henrique, voluntário da FBAC

Other news

An angel interceding for us

23-02-2016

Valdeci I remember kindly our dear Glory. His unconditional love and his passion for the...

Read more

Outpatient care implementation in APAC of Caratinga

12-01-2016

Dr. Igor de Oliveira, respected doctor in our city of Caratinga for his humanitarian attitudes...

Read more

FBAC realises on-line meeting with Presidents of APACs

01-09-2015

It was realised in the night of this Monday (31/08/2015) the first meeting online between...

Read more

Partners

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg