APAC de Pouso Alegre realiza 1° encontro de casais

Aconteceu no dia 09/11, na APAC de Pouso Alegre, o 1° Encontro de Casais. O encontro foi realizado e organizado pela pastoral da familiar e teve como objetivo o fortalecimento da relação entre os casais e dos laços familiares. Durante o encontro, foi exposto a importância da família na vida do recuperando, uma vez que para sua recuperação, a família é de suma importância.

O evento contou com a participação de 22 casais, que participaram de varias atividades. Foi muito importante a participação do ex-recuperando e agora funcionário da APAC de Pouso Alegre, Elias Francisco, juntamente com sua esposa, Adriana dos Santos. O casal partilhou sobre sua vida, alegrias e dificuldades, sobre a trajetória feita na APAC e a importância da família para a mudança de vida.

O recuperando Willian Alberto Carlos disse que o curso contribuiu para fortalecer seu relacionamento com a sua esposa, pois desde que foi preso, sua família foi abalada. "Agradeço a APAC por me proporcionar este curso, onde eu e minha esposa, pudemos fortalecer nossa união e aprender a lidar com as dificuldades do dia a dia de nossa família." Disse ele.

O evento contou com a presença do Sr Ailton oliveira, encarregado de segurança da APAC, a Sra. thalita shuttiz, membro da pastoral da familiar e Sra. perpetua Pedrotti, Assistente Social voluntária da APAC.

Apacs terão energia solar

Sustentabilidade e ressocialização. Esses são alguns dos pilares dos dois protocolos de intenções que o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) assinou na manhã desta terça-feira (12/11) com a Cemig, a Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados (FBAC), o Sistema Fiemg e a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

Um dos protocolos visa a promover o uso eficiente e racional de energia elétrica nas Associações de Proteção e Assistência aos Condenados (Apacs), com treinamento e ações que visam a promover o uso racional e eficiente de energia nas unidades.
Por meio de um segundo protocolo de intenções, o Sistema Fiemg irá ministrar aos recuperandos das Apacs cursos de iniciação e aperfeiçoamento profissional de noções de instalações elétricas e de montagem de sistemas fotovoltaicos – sistemas capazes de gerar energia elétrica através da radiação solar.

Reconhecimento
Durante a assinatura dos protocolos, o presidente do TJMG, desembargador Nelson Missias de Morais, ressaltou a alegria de receber a direção da Cemig e do Instituto Minas pela Paz, para um ato em apoio às Apacs de Minas.
“Empresários costumam ser associados à produção de riqueza, à geração de empregos e ao crescimento econômico do País. Cledorvini Belini, presidente da Cemig, é um empresário de sucesso; mas é, sobretudo, um ser humano extraordinário, que levou para a vida esse projeto importante, voltado para aqueles que vivem à margem da sociedade”, disse.
Dirigindo-se aos presidentes da Cemig e da Fiemg, que, ressaltou, são empresários possuidores de grande sensibilidade social, o chefe do Judiciário mineiro declarou, de público, o reconhecimento ao papel que ambos têm desempenhado, por meio do Instituto Minas pela Paz, em prol das pessoas mais fragilizadas da sociedade.

 

Fortalecimento das Apacs

O presidente Nelson Missias contou ser um entusiasta da metodologia apaquiana, que conheceu no início da carreira na magistratura e da qual tornou-se “um fiel seguidor e defensor.”
“Ainda hoje me emociono ao lembrar a frase do José de Jesus, um condenado a mais de 100 anos e protagonista de inúmeras fugas de prisões. Depois de algum tempo em uma Apac, quando lhe perguntaram por que não fugia dali, respondeu: ‘Porque do amor ninguém foge’.”
Para o presidente Nelson Missias, esse é um exemplo da essência da filosofia da Apac, que se propõe a tratar os recuperandos, oferecendo-lhes condições para se recuperarem e voltarem à convivência social.
O chefe do Judiciário mineiro contou que sua gestão tem atuado para fortalecer a metodologia apaquiana. Lembrou ainda que apresentou o método ao governador de Minas, Romeu Zema, a governadores de outros estados do Sudeste e ao ministro da Justiça, “sempre na expectativa de ampliar o apoio às Apacs e fortalecer seu espírito”.
Entre outros pontos, contou que os esforços do Judiciário mineiro contribuíram para aumentar o número de vagas nas unidades da associação em Minas – hoje já são mais de 4 mil – e permitiu inaugurar em Frutal um centro de acolhimento de jovens. Contou também que em breve será inaugurada a primeira Apac feminina de Belo Horizonte.
“A adesão da Cemig e do Instituto Minas pela Paz ao fortalecimento das Apacs é, portanto, um novo alento”, disse, lembrando que serão investidos R$ 7 milhões em soluções de eficiência energética para as Apacs. Em uma primeira fase, explicou, serão capacitdos 920 recuperandos. A ideia é que, até 2022, todas as Apacs estejam usando energia solar. o que poderá reduzir em até 90% a conta de energia nas unidades.
O presidente do TJMG enalteceu ainda o investimento que será feito em treinamentos de instalação predial básica e construção de módulos fotovoltaicos para os recuperandos, “preparando-os para atuação profissional especializada quando retornarem à vida em sociedade”.

Fonte: TJMG

APAC de Cachoeiro de Itapemirim termina curso de voluntários

A APAC de Cachoeiro de Itapemirim/ES, concluiu o quarto curso de voluntários no dia 30 de outubro. O curso foi realizado na Escola CEI, Attila de ALmeida Miranda. Sendo iniciado no início de agosto, o curso teve carga horária de 39 horas e 12 encontros, seguindo as orientações da FBAC. 

A cerimônia de entrega dos certificados foi realizada no dia 13 de novembro no CRS masculino. Durante a cerimônia os certificados foram entregues pelos recuperandos que cumprem pena na APAC.

"Gratidão aos nossos colaboradores por pela dedicação, à diretora do CIE, Adriana, por sua parceria, aos nossos recuperarandos, por sua participação, ao Gustavo Vargas, por coordenar o curso. O mundo necessita de gente que ama o que faz. Estamos juntos!" Disse o presidente da APAC, Ademir.

Novos juízes visitam APAC de Itaúna

A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC) de Itaúna recebeu, em 01 de novembro, a visita de 70 alunos do 13º Curso de Formação Inicial de Juízes Substitutos, ministrado pela Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (Ejef), do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

Foram recepcionados e acompanhados por Dr. Luiz Carlos Rezende e Santos, juiz auxiliar da presidência do TJMG e coordenador do Programa Novos Rumos, por Dr. Adelmo Bragança de Queiroz, juiz da Comarca de Itaúna, Des. Áurea Maria Brasil Santos Perez, 2º Vice-Presidente do TJMG, Dr. Luís Fernando de Oliveira Benfatti, juiz auxiliar da Segunda Vice-Presidência, Bruno de Freitas Parreiras, presidente da APAC de Itaúna, Roberto Donizete, Gerente de Metodologia da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados (FBAC).

Sr. Bruno, presidente da APAC acolheu aos visitantes dizendo: "Estou imensamente feliz por receber vocês na APAC.  Minha esperança é que vocês queiram e busquem caminhos concretos para implantar a APAC em suas comarcas. Sejam bem vindos.!"

Roberto Donizete enfatizou: "A FBAC é uma entidade que tem a missão de congregar as APACs, acompanhar, fiscalizar e contribuir para a correta aplicação da metodologia. Confio que muitos dos senhores estarão em suas comarcas, acompanhando e criando APACs. Que Deus abençoe vocês, para que tenham a coragem e ousadia de criar condições para que outros, como eu, possam refazer o caminho do bem. Obrigado!"

Dr. Adelmo disse aos magistrados: "Estou honrado de suceder Dr. Paulo, que foi juiz por vários anos nesta comarca e sempre impulsionou a APAC. Minha mãe era voluntária desta APAC. Eu acredito na recuperação das pessoas e acredito que a APAC é uma alternativa concreta. Que vocês possam se inspirar durante sua visita a esta entidade. Sejam muito bem vindos."

Dr. Luiz Carlos disse aos magistrados: "Vocês tem uma responsabilidade imensa para proporcionar a tantas mães e tantos recuperandos a possibilidade de traçar caminhos novos para suas vidas. Minha profunda gratidão por sua visita e seu interesse. Já estou há 14 anos acompanhando a APAC, que me transformou, não em um juiz melhor, mas em uma pessoa melhor. Convivendo com os recuperandos, aprendemos que é justamente de onde menos esperamos que surgem pérolas preciosas. Muito obrigado a todos vocês."

Des. Áurea explicou que esta era uma visita de suma importância, visto que a APAC de Itaúna é pioneira na aplicação da metodologia, com um trabalho consolidado e muitíssimo bem sucedido. Ela agradeceu, em nome de todos os magistrados, pela acolhida que receberam na APAC: "Vocês são inspiração para nós. Percebemos que é possível fazer algo muito concreto para mudar a realidade. Saimos daqui animados e motivados. Obrigado Dr. Luiz Carlos e a todos vocês por esta belíssima recepção."

Other news

An angel interceding for us

23-02-2016

Valdeci I remember kindly our dear Glory. His unconditional love and his passion for the...

Read more

Outpatient care implementation in APAC of Caratinga

12-01-2016

Dr. Igor de Oliveira, respected doctor in our city of Caratinga for his humanitarian attitudes...

Read more

FBAC realises on-line meeting with Presidents of APACs

01-09-2015

It was realised in the night of this Monday (31/08/2015) the first meeting online between...

Read more

Partners

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg