APAC de Cuiabá lança pedra fundamental

A APAC de Cuiabá/MT realizou, dia 20 de dezembro, a solenidade de lançamento da pedra fundamental do prédio da APAC. É uma área de 5.000m2 destinada pelo Estado de MT. A diretoria da APAC agradece a todos abnegados voluntários, ao Conselho da Comunidade e àqueles que, direta ou indiretamente, estão ajudando na concretização deste sonho. A FBAC muito se alegra e se coloca à disposição para colaborar. Estamos juntos!

 

APAC Feminina de Frutal começou a funcionar nesta quarta

O Centro de Reintegração Social da APAC Feminina de Frutal, com capacidade para 130 recuperandas, iniciou suas atividades oficialmente nesta quarta-feira (19), ao acolher 20 presas vindas de Uberaba, sendo 14 para o regime fechado e o restante para o regime semiaberto. As boas vindas às novas recuperandas foram dadas pelo presidente da APAC, Célio Garcia, pelo vice Natanael de Souza, pela gerente administrativa Paula Queiroz Vieira, pelo juiz de Direito da Comarca, Dr. Gustavo Moreira e pelo defensor público, Reinaldo Ferreira de Queiroz.

“É motivo de alegria e gratidão poder participar deste marco histórico da nossa cidade que é receber nossas irmãs recuperandas”, declarou Celinho. Ele afirma que se sente realizado porque a APAC feminina enfrentou inúmeros desafios que foram vencidos com a ajuda de Deus e de inúmeros parceiros e colaboradores. Para Natanael, é gratificante ver que o sofrimento das detentas e de seus familiares agora serão amenizados. “A APAC traz a transformação, porque através de Deus, elas vão recuperar suas vidas”, afirmou o pastor.

Um dos parceiros do projeto, o juiz Dr. Gustavo Moreira, que pediu para que as recuperandas aproveitem a oportunidade que a APAC está oferecendo, disse que o funcionamento é fruto de um esforço conjunto. A seu ver, o novo CRS terá o êxito desejado, porque se trata de um modelo que traz resultados e que é verdadeiramente capaz de recuperar pessoas. “O sentimento hoje é de gratidão a Deus e a todos os envolvidos por esse sonho realizado”, declarou o defensor Reinaldo Queiroz ao completar que a sociedade frutalense está de parabéns porque a metodologia apaqueana continuará a proporcionar benefícios a todos.

“Hoje amanheci louvando e agradecendo a Deus pela oportunidade que me concedeu de fazer parte desta obra. Senti uma alegria muito grande porque não vejo essas mulheres simplesmente como presas, mas consigo enxergá-las como filhas de Deus”, disse Paula Queiroz. Ela aproveitou para agradecer aos parceiros como Poder Judiciário e Tribunal de Justiça que confiam no trabalho da APAC dando oportunidade das detentas de um cumprimento de pena de forma humanizada.

DEPOIMENTOS

Ao enxergarem à sua frente uma nova oportunidade e um espaço humanizado, a emoção tomou conta das recuperandas recém chegadas. “Muito bom vir para cá, porque no presídio em Uberaba era só sofrimento. Ao chegar aqui senti minha vida renovada”, definiu Fabrícia Silva, 32 anos.

            Há quatro anos presa, a paraguaia Carla Cuevais, disse que finalmente chegou o dia que tanto esperava. Ao agradecer a gerente Paula pelo esforço, ela comemorou o fato de agora poder saber notícias da família, especialmente do filho pequeno. “Quero aproveitar essa oportunidade que estou tendo e sair daqui uma pessoa transformada”.

            Quem também ficou feliz de poder agora estar próxima da família é a frutalense Franciely de Souza Blunde. Segundo ela, foi muito difícil o tempo em que permaneceu em condições subumanas dividindo cela com outras 20 presas em Uberaba. Com uma nova perspectiva, ela faz planos e diz que sua vida agora é só bênçãos porque a APAC surgiu para regenerar e tornar as pessoas de bem.

(Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa APAC Frutal)

APAC feminina de Pouso Alegre realiza comemoração natalina

A APAC feminina de Pouso Alegre comemorou o Natal com as recuperandas no dia 16 de dezembro. Com a presença de seus familiares, o evento foi muito bonito. Com a ajuda dos voluntários Nicolas (palhaço), Marcus (boneco de Lápis) e Viviane (mamãe noel), as crianças foram animadas e, de suas mãos, receberam lembrancinhas e presentes doadas pelo TJMG. Recuperandas e familiars estavam muito felizes e agradeceram imensamente pela iniciativa da APAC em preparar este momento festivo. 

Este momento festivo, se insere na metodologia APAC, no ítem "Família". Somente acolhendo as famílias, tornando-as parceiras na recuperação, se poderá alcançar o objetivo de recuperar a pessoa que errou. Além disso é um momento precioso para reatar ou reforçar os laços familiares. A APAC agradece ao TJMG, voluntários e todos que contribuíram para a organização deste evento. Estamos juntos!

APAC de Porto Alegre recebe primeiros recuperandos

A APAC de Porto Alegre recebeu, dia 16 de dezembro, os dois primeiros recuperandos. Esta é uma data histórica para a APAC e para o cumpriento de pena no Estado do Rio Grande do Sul. Muitas pessoas têm sonhado e trabalhado arduamente para que este momento se tornasse realidade. Com certeza a experiência de Porto Alegre irá marcar o cumprimento de pena e contribuir para o surgimento de outras APACs no Estado do RS.

A FBAC deseja que a APAC de Porto Alegre faça uma boa caminhada, proporcionando aos recuperandos uma mudança real em suas vidas, aos familiares o respeito e dignidade que merecem, e à sociedade em geral, a certeza de que os condenados irão recuperar-se e retornar para a sociedade como cidadãos, parceiros na construção da paz. Que Deus abençoe e conduza a APAC de Porto Alegre. Estamos juntos!

MPMS participa de lançamento da Pedra Fundamental da Construção da APAC

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul participou, nesta sexta-feira (14/12), do lançamento da Pedra Fundamental da Construção da APAC – Associação de Proteção e Assistência aos Condenados. O lançamento foi feito no terreno onde será construído uma unidade da APAC e contou com a presença de diversas autoridades dentre elas as Promotoras de Justiça que atuam na execução penal, Renata Goya Marinho, Coordenadora Adjunta do GAEP (Grupo de Atuação Especial da Execução Penal); Paula da Silva Volpe, Titular da 58ª Promotoria de Justiça.

Com um discurso emocionado, a Defensora Pública aposentada e presidente da Associação, Helita Barbosa Serejo Lemos Fontão relembrou a luta pela realização da instalação de uma unidade em Campo Grande. A APAC abrigará em torno de 40 mulheres, sem agentes penitenciários, em um sistema em que a valorização humana e o resgate da dignidade das recuperandas, aliados à disciplina rígida de trabalho e à religião, são fatores indispensáveis à ressocialização.

Para a Promotora de Justiça Paula Volpe, a construção de uma APAC em Campo Grande representa mais uma oportunidade de resgatar pessoas por meio de esforços tanto dos poderes públicos como da sociedade civil:

“Eu sinto que o Ministério Público tem sido pioneiro nesse trabalho aqui no Mato Grosso do Sul porque nós fomos há muito tempo atrás para conhecer as APAC's quando a ideia ainda não era certa, tivemos todos apoio da Procuradoria-Geral e isso foi fundamental para que o projeto crescesse. O Ministério Público também dá credibilidade a esse trabalho que tem sido feito pela sociedade e por tantas Instituições importantes. Cresce Campo Grande, cresce o Ministério Público quando a gente acredita na ressocialização dos nossos presos.”

Já a Promotora Renata Goya destaca a importância do lançamento da pedra de instalação da unidade: “A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados sem dúvida nenhuma será um marco na execução da pena. O lançamento simboliza mais um degrau no nosso caminho na conquista de uma execução da pena humana, justa e solidária.”

Participaram, ainda, do lançamento, o Prefeito de Campo Grande Marcos Trad; o Presidente do Tribunal de Justiça Ruy Celso; o Juiz de Direito da 2ª Vara de Execução Penal, Mário José  Esbalqueiro Junior; o Coordenador das Políticas Penitenciárias, Rafael Garcia Ribeiro;  o Vereador André Salineiro; o Diretor-Presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves e o Arcebispo Metropolitano de Campo Grande, Dom Dimas.

Implantação - O trabalho para a implantação do método APAC no Estado teve início com a Audiência Pública realizada no dia 1º de dezembro de 2016, pela Promotora de Justiça Jískia Sandri Trentin, à época, Coordenadora Adjunta do GAEP.

Importante lembrar ainda que, na X Reunião Ordinária do GAEP, em 21 de outubro de 2016, Luiz Carlos Resende e Santos, Juiz de Direito da Vara de Execuções Penais de Belo Horizonte – MG apresentou palestra sobre a implantação e funcionamento das APAC’s. Na XI reunião ordinária do GAEP, em 20 de abril de 2017, foi formada Comissão para conhecer o método APAC no estado de Minas Gerais, que já possui 39 unidades instaladas há 15 anos, sendo referência no tema.

APAC - A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados é um modelo de humanização do sistema penitenciário, possuindo uma metodologia focada na valorização humana, estabelecendo melhores condições para os condenados se recuperarem. A APAC tem o propósito de proteger a sociedade, socorrer as vítimas e promover a justiça.

Trata-se de uma entidade civil, sem fins lucrativos, que se dedica à recuperação e reintegração social dos presos. Com a filosofia de “matar o criminoso e salvar o homem”, adota uma disciplina rígida caracterizada por respeito, ordem, trabalho e o envolvimento da família do sentenciado, defendendo que todo o ser humano é recuperável, desde que haja um tratamento adequado.

Texto e fotos: Ana Carolina Vasques/Jornalista-Assecom

Fonte: MPMS

Other news

An angel interceding for us

23-02-2016

Valdeci I remember kindly our dear Glory. His unconditional love and his passion for the...

Read more

Outpatient care implementation in APAC of Caratinga

12-01-2016

Dr. Igor de Oliveira, respected doctor in our city of Caratinga for his humanitarian attitudes...

Read more

FBAC realises on-line meeting with Presidents of APACs

01-09-2015

It was realised in the night of this Monday (31/08/2015) the first meeting online between...

Read more

Partners

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg