APAC/ Viçosa realiza a I Semana de Saúde e Bem Estar

Entre os dia 17 a 22 de setembro a APAC do município Viçosa realizou diversas atividades para os recuperandos, voluntários e funcionários a respeito de Saúde e bem estar. Os temas abordados nessa semana foram Saúde do Homem, Tabagismo, Saúde Mental, Resiliência e Empatia. Diversos profissionais dos serviços de saúde municipal, faculdades do município, Escola Estadual Cid Batista(Unidade APAC/Viçosa) e a equipe de Psicossocial da APAC estiveram à frente das atividades educativas. Agradecemos a todos por sua colaboração e empenho. Estamos juntos!

APAC de Pedreiras inicia curso de pintor de obras imobiliárias

Nessa ultima segunda feira, dia 24/09, a APAC de Pedreiras iniciou o Curso de Pintor de Obras Imobiliárias. Numa Parceria da SEAP - Secretaria da Administração Penitenciária com o SENAI, o Programa Rumo Certo oportuniza a acessibilidade do homem privado de liberdade à qualificação profissional de qualidade e especializada.

Na aula inaugural o Diretor Presidente da instituição reforçou o nosso compromisso de fazer acontecer a obra apaqueana da forma mais plena possível, e que projetos como esse ajudam a intensificar essa execução. Estamos Juntos!

TRIBUNAL DE JUSTIÇA INSTITUI GRUPO DE TRABALHO PARA DEBATER A VIABILIDADE DE UTILIZAÇÃO DO MÉTODO APAC NO ÂMBITO DA EXECUÇÃO PENAL DO ESTADO

 

Método tem apresentados bons resultados em outros Estados do País, com baixa reincidência dos reeducandos atendidos.

O Presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES), Desembargador Sérgio Luiz Teixeira Gama, e o Supervisor das Varas Criminais e de Execuções Penais e do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário do Espírito Santo GMF/SC, Desembargador Fernando Zardini Antonio, instituíram um Grupo de Trabalho com o objetivo de promover o debate sobre o método APAC no âmbito do Poder Judiciário do Espírito Santo e perante outras instituições e sociedade civil organizada.

O GT, coordenado pela Juíza de Direito em exercício na Vara de Execuções Penais de Vila Velha – VEP, Graciela de Rezende Henriquez, e composto pela Coordenadora das Varas Criminais e de Execuções Penais, Juíza Gisele Souza de Oliveira e pela Juíza da 2ª Vara Criminal de Cachoeiro de Itapemirim – Privativa das Execuções Penais, Juíza Rosalva Nogueira, vai analisar a viabilidade e conveniência da aplicação do método APAC no âmbito da Execução Penal do Estado. O Ato Normativo Conjunto saiu publicado no DJ desta sexta-feira (21/09).

O Método APAC (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados) surgiu no interior do Estado de São Paulo, na cidade de São José dos Campos, e ganhou notoriedade ao apresentar bons resultados também em outros Estados. 

A APAC tem origem na sociedade organizada, mediante a realização de trabalho voluntário no interior de cadeias públicas e de presídios, tendo sido sistematizado, com elaboração de metodologia própria aplicada junto aos apenados.

O Grupo de Trabalho deve apresentar, em sessenta dias, um relatório das atividades desenvolvidas ao Supervisor das Varas Criminais e de Execuções Penais,  Desembargador Fernando Zardini Antonio. 

De acordo com a Juíza Graciela de Rezende Henriquez, que vai coordenar o GT, a APAC pode ser uma excelente aliada para a ressocialização dos reeducandos. “Hoje ainda temos muitas dificuldades para reinserir um reeducando na sociedade. A APAC pode ser uma grande aliada para oportunizar trabalho e estudo aos internos que deveriam, pela lei de execução penal, trabalhar e estudar no regime semi-aberto”.

A magistrada está otimista, principalmente ao fazer uma análise dos resultados alcançados hoje pelas APACS em comparação com as unidades prisionais comuns: “Hoje, em média, temos reincidência de 80 a 85% dos internos que cumprem pena nas unidades prisionais comuns. Com o método APAC, esse número não chega a 20%. Apesar de ter uma vigilância menor que a dos presídios comuns, o índice de fuga não chega a 1%”, destacou a Juíza.

Vitória, 21 de setembro de 2018.

Informações à Imprensa

Assessoria de Imprensa e Comunicação Social do TJES
Texto: Maira Ferreira | This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it." style="background-color: transparent; color: #016a8d;">This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Andréa Resende
Assessora de Comunicação do TJES

Fote: TJES

APAC de São João del-Rei realiza II Jornada de Libertação com Cristo

Entre os dias 13 a 16 de setembro, a APAC Masculina de São João del-Rei, juntamente com a Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados – FBAC, promoveram a II Jornada de Libertação com Cristo.

Ao todo, 171 recuperandos participaram da jornada, que aborda o 12º elemento da metodologia APAC e que é um dos mais importantes e marcantes no processo de recuperação. O tema escolhido pela APAC SJDR para a Jornada foi “Coragem! Viver é um Desafio”. O tema levou em conta as tantas barreiras que encontramos na vida, mas que com fé e força é possível vencer. O tema ainda é referente a música “Viver é um desafio”, dos Racionais MCs, que usa linguagem próxima ao universo da maioria dos recuperandos e que mostra um lado cruel da vida do crime e em contrapartida as motivações para continuar vivendo de maneira digna. “É necessário sempre acreditar que o sonho é possível. Que o céu é o limite e você é imbatível. Que o tempo ruim vai passar é só uma fase e o sofrimento vai alimentar mais a sua coragem.” – Viver é um desafio (Racionais MCs.

Durante os quatro dias de jornada, os recuperandos ficaram imersos na palavra de Deus, em profunda reflexão. A jornada abordou desde a importância de Deus, da fé, do respeito ao próximo, até o reconhecimento e responsabilização dos atos. Valdeci Ferreira, Diretor Executivo da FBAC, foi um dos palestrantes, que encerrou a terceira noite de Jornada. Além dele, recebemos também outros representantes da FBAC, assim como funcionários da APAC de Pouso Alegre e da APAC de Manhuaçu. Funcionários da APAC SJDR também palestraram para os recuperandos, assim como padres e missionários que fazem trabalho voluntário na unidade.

Os 171 internos foram divididos em 14 grupos, que foram denominados com nomes de virtudes, como paz, amor, perseverança, bondade, liberdade, etc. Nos grupos eles debateram os assuntos das palestras e interagiram entre si. Recuperandos dos regimes fechado, semiaberto interno e externo participaram.

A II Jornada de Libertação com Cristo foi um momento ímpar para a APAC Masculina e também para os internos. O momento também serviu para reunir voluntários num mesmo propósito: a recuperação.

A jornada contou com a ajuda de movimentos de cursilhos, de representantes de igrejas católicas e evangélicas, de pais de funcionários, de professores da Escola Estadual Detetive Marco Antônio de Souza, além dos voluntários já atuantes da APAC SJDR. Além disso, recebemos mais de 40 cartazes e alavancas para a jornada, esses advindos de várias instituições, como escolas, APAE, CRAS, grupo de jovens, de congregações e igrejas, etc.

A próxima jornada a ser feita na APAC de São João del-Rei está prevista para acontecer na APAC Feminina, que terá sua 1º Jornada de Libertação com Cristo.

APAC Frutal realiza Curso de Terapia da Realidade

A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal realizou nos dias 30 e 31 de agosto, o Curso de Terapia da Realidade que foi ministrado pelo ex-recuperando Wellington Silva, atual inspetor de metodologia da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados – FBAC, órgão que fiscaliza e congrega todas as APACs no Brasil e no mundo. O curso foi direcionado aos colaboradores da instituição e aos recuperandos dos regimes fechado e semiaberto.

De acordo com Wellington Silva, foi um curso do Método APAC mais baseado na valorização humana e terapia da realidade, fazendo com que o recuperando reflita sobre a sua vida, seu passado, sua história, as consequências de seus erros, mas que acima de tudo, existe uma esperança e que ainda é tempo de se escrever um novo futuro. “Trabalhamos histórias da Bíblia, momentos de reflexão, com base em Deus que mantém nossas APACs vivas”, destacou.

O curso procurou mostrar ainda ao recuperando a oportunidade de mudança de vida que ele está tendo na APAC, que não é fácil enfrentar o mundo lá fora, mas que ele precisa acreditar em si, aproveitando a metodologia e o trabalho de perdão e amor para que voltem pessoas transformadas à sociedade. Quanto aos colaboradores, o inspetor explica que o curso foi importante no sentido de continuar motivando a todos no trabalho de recuperação humana. “Temos que cuidar de quem cuida dos outros”, observou.

A Gerente Administrativa da APAC, Paula Queiroz Vieira, disse que o curso foi a oportunidade dada por Deus para que todos pudessem refletir sobre suas vidas. Comparou a missão de Wellington à dos colaboradores, que segundo ela, trabalham dia e noite para verem os recuperandos pessoas melhores a cada dia. “Wellington Deus te usa muito, que Ele continue te abençoando e dando sabedoria”. No encerramento, colaboradores e recuperandos, alguns emocionados, agradeceram a presença do convidado afirmando que saem mais fortalecidos e com a esperança renovada.

(Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa APAC Frutal)

 

Other news

An angel interceding for us

23-02-2016

Valdeci I remember kindly our dear Glory. His unconditional love and his passion for the...

Read more

Outpatient care implementation in APAC of Caratinga

12-01-2016

Dr. Igor de Oliveira, respected doctor in our city of Caratinga for his humanitarian attitudes...

Read more

FBAC realises on-line meeting with Presidents of APACs

01-09-2015

It was realised in the night of this Monday (31/08/2015) the first meeting online between...

Read more

Partners

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg