Papa recebe capelães de presídios italianos e saúda detentos

papa fomeAntes da audiência geral desta quarta-feira, 23, Papa Francisco recebeu em audiência na Sala Paulo VI os participantes da Conferência Nacional dos Capelães dos Presídios Italianos. Na ocasião, o Santo Padre enviou uma saudação a todos os detentos, manifestando sua proximidade a eles na oração.
Francisco também quis enfatizar como Deus está próximo a todos, também aos presos, convidando os capelães a levarem essa mensagem com os gestos, com as palavras e com o coração.

“Podem dizer isto: o Senhor está lá dentro com eles; também Ele é um prisioneiro, ainda hoje, preso pelos nossos egoísmos, pelos nossos sistemas, por tantas injustiças, porque é fácil punir os mais frágeis, mas os peixes grandes nadam livremente nas águas”.

Lembrando esta proximidade de Deus, o Santo Padre disse rezar para que todos abram o coração a este amor. Ele contou que quando recebia alguma carta de um preso em Buenos Aires ia visitá-lo e também hoje quando isso acontece ele costuma telefonar para esta pessoa aos domingos.

O trabalho dos capelães nos presídios não passou despercebido pelo Papa. Ele considerou que este ministério não é fácil, mas um grande desafio e de caráter importante por exprimir uma das obras de misericórdia. “Torna visível a presença do Senhor no cárcere, na cela. Vocês são sinal da proximidade de Cristo a estes irmãos que precisam de esperança”.

Fonte: cancaonova.com

Corregedor Geral de Justiça do Estado visita APAC de Ituiutaba

corregedor apacO Corregedor Geral de Justiça do Estado de Minas Gerais, desembargador Luiz Audebert Delage Filho, acompanhado dos juízes auxiliares da Corregedoria, Gilson Soares Lemes e Roberto de Oliveira Araujo Silva, estiveram terça-feira, 15, na Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC de Ituiutaba. O corregedor esteve verificando como está sendo conduzido o sistema carcerário em Ituiutaba. Ele deixou claro que a corregedoria tem por finalidade orientar, fiscalizar e punir se necessário. Assim o corregedor pôde verificar a forma de condução dos trabalhos na APAC de Ituiutaba, passando a conhecer a realidade do sistema.

O juiz da Vara Criminal de Ituiutaba, Marcos José Vedovotto disse que a APAC de Ituiutaba é uma entidade diferenciada, principalmente, porque ela trabalha com a transparência, ou seja, é localizada no centro da cidade, não existem muros e é uma proposta bem arrojada em termos da questão criminal. Assim, Marcos Vedovotto fez questão de convidar o corregedor, Luiz Audebert Delage Filho, que anda pelo Estado, conhecendo a realidade do sistema carcerário para conhecer a APAC de Ituiutaba.

Marcos Vedovotto ressaltou que o corregedor e os dois juízes auxiliares ainda não conheciam o trabalho correto que vem sendo realizado na APAC de Ituiutaba e eles puderam verificar in loco como é a realidade do sistema em Ituiutaba e como esse trabalho vem sendo conduzido de maneira correta.

 

Fonte: Jornal do Pontal

Equipe da FBAC realiza retiro espititual

No dia 14/10 a equipe da FBAC realizou um retiro espiritual assessorado pelo Tio Mauricio – agente da Pastoral do Menor e do Povo de Rua, objetivando refletir os últimos acontecimentos, em especial o falecimento do funcionário Vinicius Sanches, jovem de 21 anos que morreu tragicamente em um acidente de carro, bem como planejar as ações da FBAC para os últimos meses de 2013.
"Jesus nunca quis ser adorado, mas seguido, e para este seguimento Ele espera contar com pessoas ousadas, corajosas e despreendidas. Jesus Cristo veio para que todos tenham vida e a tenham em plenitude. Ele abriu seu olhar para o mundo, e no mundo dirigiu o seu olhar para a vida dos sofredores. Jesus quer incluir a todos, para que ninguém se sinta sozinho e para que ninguém fique à margem do caminho. O coração da FBAC é o coração de todos aqueles que buscam os que se encontram na marginalidade, em especial os presos. Nossas palavras, gestos, olhares e silêncio devem tocar as pessoas. Devemos nos sentir "um" com Jesus. Ele é a nossa fonte de inspiração para nos levar ao encontro dos outros. Neste discipulado, o nosso amor deve ser purificado. Na FBAC encontramos um lugar onde podemos colocar o nosso amor, e a caminhada da FBAC, entre altos e baixos, tempestades e calmarias, alegrias e tristezas, é que vai purificar este amor. Devemos ter um coração aberto para as dores do mundo, sabendo que "todas as manhãs o Senhor nos acorda como discípulos" (Isaías 50, 4). Neste sentido os presos ganham dentro de nós um destaque em nossas paisagens internas. Se o Vinicius pudesse nos falar agora o que ele nos diria? "Não desistam!", "Não deu para mim, mas existem os outros", "Não se deixem dobrar pelas forças contrárias do desânimo, do desencantamento, da tristesa, do fracasso", "A minha vida foi uma semente no caminho da FBAC, que bom que vocês estão juntos".
O que salva as pessoas não são as ideias, não são os conceitos, não são os pensamentos, é o amor. Quando ficamos perdidos nos pensamentos, tentando encontrar respostas, corremos o risco de perder o trem da historia. Não podemos ser absorvidos ou tragados pelo fascínio dos pensamentos. Não são conceitos, dogmas ou doutrinas que salvam. É o amor. Não podemos ter medo. A FBAC não é uma ideia, é uma força que vem de Cristo, Ele é a Fonte que nos move, vai além do numero de pessoas que somos na FBAC. Diante da morte nada sabemos. Deus sabe em nós. Não podemos ficar reféns de perguntas que não terão respostas.
Mais do que nunca, a nossa presença nas APACs daqui para frente não pode ser de qualquer jeito. O voluntário, o funcionário, ou o recuperando, aquele que vem na solidão, querem encontrar em nós uma acolhida, um gesto de ternura, de cuidado. O esforço do caminho, aliado às nossas fragilidades, incoerências, questões mal resolvidas e cansaços, parecem estar além de nossa capacidade humana. Por esta razão devemos nos colocar aos pés da cruz assim como Maria, na certeza de que a aurora do dia irá clarear as trevas da noite. Acreditar sobretudo na força da ressurreição e na certeza de que "como a chuva e a neve descem do céu e para lá não voltam sem terem regado a terra, tornando-a fecunda e fazendo-a germinar dando semente ao semeador e pão ao que tem fome" (Isaias 55, 10).
Não é fácil manter a chama do entusiasmo acesa, sobretudo diante da dor, da desolação, da tristeza, da falta de perspectiva... Mas na nossa caminhada, inevitavelmente seremos surpreendidos por ventos violentos que nos desalojam, desinstalam e tudo destrói, mas depois vem a calmaria, afinal não há noite que dure para sempre. Se você decide entrar para o caminho de Deus, e este é o caminho de todos aqueles que estão envolvidos no projeto das APACs, se prepare para o sofrimento (Eclesiastes). O cotidiano é o que nos prepara, é ele o lugar de nossa espiritualidade e discipulado. Então devemos agradecer a Deus pela vida do amigo Vinicius, porque tivemos a alegria de partilhar de sua existência. Nisto agradecemos a Deus, porque Ele regou, com a vida do Vinicius, nossos momentos, porque fertilizou o chão e preparou a mesa de nossos afetos. Estes momentos se tornaram eternos. A nossa gratidão a Deus por ter nos dado este irmão que caminhou conosco, ainda que por pouco tempo, e se nós nos determos em algumas memórias, estas memórias estarão carregadas de emoção, serão eternas e cheias de esperança, nos inspirando e nos renovando. Este é o jeito de Deus agir em nós. Neste sentido, o irmão ausente acrescenta, nos dá ainda mais forças para continuar seguindo. Agradeçamos a Deus porque não temos mais somente uma gota de água. Agora temos um oceano inteiro, que é o amor infinito e eterno de Deus Pai em nós."
No final do retiro, todos os funcionários da FBAC fizeram uma justa, simples e comovente homenagem ao companheiro que partiu deste mundo e voltou para os braços do Pai.

20131014 163305

Método APAC é apresentado no Amazonas

5503 1O Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas (DMF) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) tem reconhecido a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC) como uma política alternativa ao atual sistema prisional bem sucedida.

A afirmação é do juiz auxiliar da Presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) Luiz Carlos Rezende, especialista em Direito Penal e Direito Processual Penal há 11 anos. A APAC é um dos projetos do Programa Novos Rumos, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), Estado que abriga 33 Apacs - sendo três unidades destinadas à mulher, cujo índice de reincidência não ultrapassa 10%. Em outros Estados, esse mesmo índice fica acima de 50%.

Luiz Carlos Rezende esteve na sede do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) na tarde da última segunda-feira (14), no plenário Desembargador Ataliba David Antônio, onde apresentou o programa a desembargadores, juízes, representantes da Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejus) e da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

"A implantação das APACs é uma sugestão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que nos incumbiu de estarmos aqui para trazermos essa proposta, na esperança de brotar um sentimento em uma comunidade do interior do Amazonas ou em muitas, para conhecer um pouco melhor a metodologia e quem sabe implantá-la no Estado", disse. Já há uma possibilidade de o programa ser adotado no município de Presidente Figueiredo (a 118 quilômetros da capital), cuja ideia despertou interesse do magistrado da Comarca e representantes do Município.

Rezende explicou que, além de Minas Gerais, existem APACs nos Estados do Paraná, Rio Grande do Norte, Espírito Santo e Maranhão. "Temos experiências com as APACs também fora do país, com destaque especial para o Chile e agora uma implantação em Costa Rica e na Bolívia", completou.

Durante a apresentação do funcionamento das APACs, um vídeo de dez minutos ilustrou o cotidiano dos recuperandos (termo usado para os presos que fazem parte do programa). Juiz da Vara de Execuções Penais (VEP) da Comarca de Manaus, George Hamilton Lins, disse que o que todos estavam assistindo era "a apresentação do que pode ser realmente um projeto de ressocialização".

O juiz auxiliar da Presidência do CNJ se colocou à disposição para retornar a Manaus, bem como deixava ao Estado do Amazonas "a sugestão para que se conheça a experiência mineira que vem sendo uma política de bons resultados, com quase 2.200 presos nesse sistema".

Confira a matéria na íntegra aqui.

Other news

An angel interceding for us

23-02-2016

Valdeci I remember kindly our dear Glory. His unconditional love and his passion for the...

Read more

Outpatient care implementation in APAC of Caratinga

12-01-2016

Dr. Igor de Oliveira, respected doctor in our city of Caratinga for his humanitarian attitudes...

Read more

FBAC realises on-line meeting with Presidents of APACs

01-09-2015

It was realised in the night of this Monday (31/08/2015) the first meeting online between...

Read more

Partners

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg