APAC Frutal colabora com o Mutirão contra a Dengue

Durante sete semanas a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal participou efetivamente do Mutirão contra a Dengue realizado no município de Frutal. Além do apoio logístico com a distribuição do café da manhã, almoço e lanche da tarde para os participantes da força tarefa, a APAC contribuiu com a mão-de-obra de 61 recuperandos do regime semiaberto e semiaberto autorizado ao trabalho externo que fizeram a capina em avenidas, meios-fios e recolheram lixo e entulhos depositados nas calçadas por moradores.

Para o juiz criminal da Comarca, Gustavo Moreira, a avaliação do mutirão é bastante positiva porque tanto as entidades, voluntários e parceiros quanto a comunidade abraçaram a causa. Ele elogiou principalmente o apoio dado pela APAC Frutal, que segundo o magistrado, foi essencial e colaborou de sobremaneira para o resultado de excelência obtido. “É difícil mensurar toda a contribuição que a APAC tem feito junto à comunidade, os recuperandos tornaram a cidade mais limpa e organizada e, sobretudo, se reintegraram à sociedade. Todos que estiveram engajados fizeram a grande diferença”, reconheceu Dr. Gustavo.

De acordo com a gerente administrativa da APAC, Paula Queiroz Vieira, foi uma honra a instituição poder trabalhar com os demais parceiros se colocando à disposição no combate à dengue através do mutirão de limpeza. “Foi um movimento válido já que se trata de uma doença avassaladora e o melhor remédio é a prevenção que começa pela higienização das casas, no cuidado com objetos que podem acumular água”, lembrou.

“O mutirão foi mais uma oportunidade do recuperando estar na rua, de contribuir. Não tivemos nenhum incidente, nenhuma evasão ou fuga”, comemorou Paula. Segundo ela, diante das diversas oportunidades junto à comunidade que têm sido oferecidas, a APAC faz questão de se fazer presente e colaborar de forma efetiva através do trabalho dos recuperandos. “A sociedade começa a olhar esse indivíduo de forma diferente, como alguém que errou, mas que está pagando, que vai voltar ao meio social e que pode ser útil à comunidade”, disse.

Ao participar pela primeira vez do mutirão, o recuperando do regime semiaberto Elieser Garcia, afirmou que ficou satisfeito por ter contribuído com a limpeza da cidade. “Fiz de tudo um pouco. Todo mundo recebeu a gente bem, elogiou bastante a APAC. Se puder ajudar de novo, estou à disposição”. Já o recuperando do regime semiaberto autorizado ao trabalho externo, Rodrigo de Souza, comemorou o sucesso do mutirão e a chance que a APAC ofereceu para que pudesse estar em meio à sociedade. “A comunidade viu que nós recuperandos estamos mudando e prontos para colaborar com a nossa cidade”.

(Jornalista Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa APAC Frutal)

Partners

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg