APAC Frutal colabora com o Mutirão contra a Dengue

Durante sete semanas a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal participou efetivamente do Mutirão contra a Dengue realizado no município de Frutal. Além do apoio logístico com a distribuição do café da manhã, almoço e lanche da tarde para os participantes da força tarefa, a APAC contribuiu com a mão-de-obra de 61 recuperandos do regime semiaberto e semiaberto autorizado ao trabalho externo que fizeram a capina em avenidas, meios-fios e recolheram lixo e entulhos depositados nas calçadas por moradores.

Para o juiz criminal da Comarca, Gustavo Moreira, a avaliação do mutirão é bastante positiva porque tanto as entidades, voluntários e parceiros quanto a comunidade abraçaram a causa. Ele elogiou principalmente o apoio dado pela APAC Frutal, que segundo o magistrado, foi essencial e colaborou de sobremaneira para o resultado de excelência obtido. “É difícil mensurar toda a contribuição que a APAC tem feito junto à comunidade, os recuperandos tornaram a cidade mais limpa e organizada e, sobretudo, se reintegraram à sociedade. Todos que estiveram engajados fizeram a grande diferença”, reconheceu Dr. Gustavo.

De acordo com a gerente administrativa da APAC, Paula Queiroz Vieira, foi uma honra a instituição poder trabalhar com os demais parceiros se colocando à disposição no combate à dengue através do mutirão de limpeza. “Foi um movimento válido já que se trata de uma doença avassaladora e o melhor remédio é a prevenção que começa pela higienização das casas, no cuidado com objetos que podem acumular água”, lembrou.

“O mutirão foi mais uma oportunidade do recuperando estar na rua, de contribuir. Não tivemos nenhum incidente, nenhuma evasão ou fuga”, comemorou Paula. Segundo ela, diante das diversas oportunidades junto à comunidade que têm sido oferecidas, a APAC faz questão de se fazer presente e colaborar de forma efetiva através do trabalho dos recuperandos. “A sociedade começa a olhar esse indivíduo de forma diferente, como alguém que errou, mas que está pagando, que vai voltar ao meio social e que pode ser útil à comunidade”, disse.

Ao participar pela primeira vez do mutirão, o recuperando do regime semiaberto Elieser Garcia, afirmou que ficou satisfeito por ter contribuído com a limpeza da cidade. “Fiz de tudo um pouco. Todo mundo recebeu a gente bem, elogiou bastante a APAC. Se puder ajudar de novo, estou à disposição”. Já o recuperando do regime semiaberto autorizado ao trabalho externo, Rodrigo de Souza, comemorou o sucesso do mutirão e a chance que a APAC ofereceu para que pudesse estar em meio à sociedade. “A comunidade viu que nós recuperandos estamos mudando e prontos para colaborar com a nossa cidade”.

(Jornalista Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa APAC Frutal)

Tio Flávio participa de atividades nas APACs de Caratinga e Inhapim

Nos dias 15 e 16 de abril a APAC de Caratinga recebeu uma  caravana de parceiros. Desembarcaram o Enéas Melo, do Instituto Minas pela Paz, A Ana Roberta, do Banco de Carreiras do SENAC-MG e o Tio Flávio, do movimento voluntário Tio Flávio Cultural.

No dia 16 houve uma palestra do Tio Flávio para o regime fechado, que abordou sobre mudanças e a valorização da vida. Paralelo a isso, a Ana Roberta ministrava aula de preparação de currículo e entrevistas de emprego para o regime semiaberto. Logo depois, com a  presença de várias autoridades e da mídia, houve o lançamento do curso de panificação, na parceria da FIEMG, através do Senai,  e com o Instituto Minas pela Paz.
Nos dias seguintes Tio Flavio participou da Semana do Recuperando Apaqueano, promido pela APAC de Inhapim, com temas que levam os envolvidos na metodologia à reflexão do que fizeram em suas vidas e das oportunidades diversas que têm hoje. Uma das ações foi a palestra com o Tio Flávio, do Tio Flávio Cultural, que trouxe um pouco da sua experiência nas unidades prisionais mineiras para contrapor ao momento em que cada recuperando vive.
As palestras do Tio Flávio são realizadas voluntariamente e cotam com a parceria da FBAC, Instituto Minas pela Paz e SENAC-MG.

APACs e FBAC são homenageadas no Programa Caldeirão do Huck, através de seu líder, Valdeci Ferreira

Valdeci Antônio Ferreira, Diretor Executivo da FBAC, foi homenageado no Programa Inspiração, do Caldeirão do Huck, na tarde do sábado, dia 20 de abril.

Luciano Huck, apresentador do programa, explicou logo no início que normalmente a TV apresenta, na maioria das vezes, somente os problemas que acontecem na sociedade. No entanto esta seria uma tarde para que todos pudessem ver pessoas que, com muito pouco, fazem a diferença pelo Brasil, acreditando na pessoa humana e não medindo esforços para que seja respeitada e valorizada.

A homenagem iniciou com a transmissão de um pequeno filme, com o intuito de explicar a metodologia APAC.O filme apresentou os testemunhos de Dr. Luiz Carlos Rezende e Santos, juiz auxiliar da Presidência do TJMG e coordenador do Programa Novos Rumos, de Dr. Paulo de Carvalho, juiz da Comarca de Itaúna, dos Recuperandos Bruno, Jonas e Renato, da APAC de Itaúna. Durante o filme, foi evidenciado o papel transformador da APAC na recuperação da pessoa privada de liberdade, bem como a dedicação e empenho de Valdeci, doando sua vida, sem medir esforços, para que a APAC seja conhecida, respeitada e ampliada.

Chamado ao palco, Valdeci explicou: “Luciano, para mim é uma grande alegria conhecê-lo pessoalmente e participar do seu programa. Certamente que a história das APACs, no Brasil e no mundo, nunca mais será a mesma, depois da participação neste programa de tanta visibilidade. Você começa a fazer parte de nossa história, uma história revolucionária, visto que queremos transformar as prisões, porque sabemos que nossa sociedade precisa ser protegida. Se fala muito de segurança pública, mas não há como dialogar sobre segurança pública, sem investir massivamente nos presidiários, tratar aquele que é preso como sujeito de direitos e deveres, trata-lo com amor, respeito e dignidade, para que ele possa responder com amor, respeito e dignidade.”

Valdeci recebeu das mãos do ator Antônio Fagundes o “Troféu Inspiração”. Antônio Fagundes o cumprimentou e disse: “O Brasil faz parte dos cinco países com  maior populações carcerárias. Este Brasil tem muito que aprender com você e seu trabalho. Sabemos que por trás tudo qeu você faz, há um trabalho muito grande de resistência e inspiração das pessoas. É esta resistência que temos que aprender.”

Valdeci ficou muito feliz por receber este troféu e explica: “Antônio Fagundes, ao me entregar o troféu disse: ‘é pesado, cuidado que é pesado’. De fato a APAC é obra de Deus. É uma obra árdua, porque não dizer, pesada. Esta obra não é minha. Foi inspirada por Deus a Dr. Mário Ottoboni, e deve ser carregada por nós, seus discípulos. Sabemos que é pesada sim, mas sabemos que Deus caminha à nossa frente. Recebi este troféu em nome de tantos e tantas pessoas envolvidas e dedicadas ao projeto das APACs. Gostaria que cada um de vocês, que não medem esforços para contribuir nesta obra se sinta homenageado e homenageada junto comigo. Dedicamos este troféu a Dr. Mário Ottoboni, à Franz de Castro e todos voluntários e voluntárias que já estão junto de Deus, orando e intercedendo por nós, que continuamos nesta caminhada. Enfim, Deus abençoe a cada um de nós e nos inspire a continuar sem desanimar. Estamos juntos!”

Redação FBAC

Secretário de Administração Penitenciária de SP visita APAC de Itaúna e a FBAC

No dia 16 de Abril, a APAC de Itaúna e a FBAC, receberam o Secretário de Administração Penitenciária de São Paulo, Senhor Nivaldo Cesar Restivo e outros representantes da Administração Penitenciária daquele Estado. Foram acolhidos e acompanhados pelo juiz auxiliar da Presidência do TJMG e coordenador do Programa Novos Rumos, Dr. Luiz Carlos Rezende e Santos, pelo juiz de Direito da Comarca de Itaúna, Dr. Ivan Pacheco de Castro,  pela direção da APAC de Itaúna e pelo Diretor Executivo da FBAC, Valdeci Antonio Ferreira.

O objetivo da visita foi conhecer in loco a metodologia APAC e os bons resultados apresentados. Sr. Nivaldo, após conhecer as dependências da APAC, dialogar com os recuperandos e com funcionários, afirmou: “Fiquei muito impressionado com o trabalho realizado pela APAC. Vocês, recuperandos, estão de parabéns e esperamos poder encontrá-los em liberdade, vivendo de modo digno. Essa ideia precisa ser multiplicada.”

   

Valdeci, muito emocionado, disse aos visitantes: “Eu esperei, ansiosamente, por mais de 30 anos, a visita do Senhor Secretário de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo. Esta é uma das visitas mais importantes que já recebemos na APAC de Itaúna, porque sabemos que pelas suas mãos, Senhor secretário, e pelas mãos generosas de sua equipe, a APAC poderá retornar, finalmente, para o Estado de São Paulo. Queremos devolver para os paulistas, a obra de misericórdia que nasceu na cidade de São José dos Campos. A APAC, com certeza, é uma obra de Deus a serviço da humanidade, e esperamos que esta visita de hoje possa abrir este novo caminho que queremos percorrer daqui para frente.”

 

A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC) nasceu em São José dos Campos/SP, em 1972. Dr. Mário Ottoboni, inspirado por Deus, criou a APAC e sua metodologia. A APAC é uma Entidade Civil de Direito Privado, parceira da Justiça na Execução Penal. A APAC se espalhou por várias cidades paulistas, porém 30 anos mais tarde, a experiência em São Paulo, por razões diversas, foi encerrada. Levada para Minas Gerais, pelas mãos do Diretor da FBAC, Valdeci Ferreira, e devidamente assessorados por Dr. Mário Ottoboni, com o apoio institucional do TJMG e do Governo Estadual de Minas Gerais, as APACs floresceram e se multiplicaram, inclusive, em outros Estados da Federação.

Lamentavelmente, Dr. Mário Ottoboni faleceu em 14 de Janeiro de 2019 com um grande sonho, qual seja, reabrir as APACs em seu Estado natal. Com a visita recente, na APAC de Santa Luzia, do governador de São Paulo, João Doria, e agora, do Secretário de Administração Prisional, uma porta se abre, a fim de que a APAC possa, com a graça de Deus, retornar ao seu berço original. “Devemos lançar a semente, mas é Deus que a faz crescer.” Dr. Mário Ottoboni

A redação FBAC

 

 

FBAC visita o Chile

A FBAC realizou visita ao Chile, dos dias 18 a 24 de março, juntamente com a Fundação AVSI. Representados por Denio Marx, pela FBAC, e Mariana Vendrame, pela AVSI, a visita é uma das atividades previstas no Projeto Más Allá de las Fronteras.

A visita teve como propósito, conhecer a realidade do sistema prisional, bem como conhecer in loco as experiências de APAC que são realizadas naquele país.

Atualmente existem 53 experiências de aplicação parcial da Metodologia APAC, isto é, aplicam alguns dos elementos fundamentais dentro de pavilhões nas prisões comuns.

O projeto chileno, que iniciou ainda no fim dos anos 90, com um grupo de cristãos que visitaram as APACs brasileiras, tem logrado bons resultados e continua se expandindo por todo o território.

A missão dos representantes brasileiros começou por Punta Arenas, extremo sul do continente Sulamericano, passando pela capital Santiago, até a região de Petorca.

Como foi evidenciado, as experiências são muito diferentes do Brasil, sobretudo pela legislação, que ainda não permite a criação e administração de prisões pela sociedade civil. Assim como no Brasil, há um longo e árduo percurso, mas a chama da esperança continua acesa e brilhante.

O panorama das prisões do Chile em nada difere do caos e miséria das prisões brasileiras e porque não dizer, da América Latina. Superlotação, violência e morte demonstram lá também a incapacidade dos governos na gestão da execução penal e da ressocialização dos presos.

Depois desta semana no Chile, Dênio explica: "esta foi minha primeira visita ao país e, é claro, meu primeiro contato com o sistema prisional do Chile.  Aparentemente em nada difere da realidade brasileira, em questão das péssimas condições e caos do sistema. Pessoalmente foi uma experiência positiva porque pudemos ver que existe um raio de luz em meio a tanta escuridão. Acredito que a APAC é e poderá efetivamente ser uma semente de esperança para os milhares de presos do Chile. Fico imensamente feliz de saber que este projeto nos está permitindo avançar com o tema da humanização do sistema prisional e ressocialização dos condenados além das fronteiras do Brasil e, sobretudo porque através do "Más Allá de las Fronteras", poderemos agregar muitos outros parceiros e amigos para a expansão desta causa tão nobre."

 

O Projeto Más Alla de Las Fronteras

O projeto Más Alla de las Fronteras, projeto de colaboração e financiamento da União Europeia, surge com o objetivo de reforçar a atuação das APCs em nível internacional. Especificamente, contribuir para a criação, consoidação e fortalecimento de uma rede de organizações da sociedade civil na América Látina (Brasil, Chile, Costa Rica e Colômbia) de cooperação internacional na promoção dos direitos humanso da população carcerária e no combate a atos de tortura, maus tratos, penas cruéis, desumanas e degradantes a partir da experiência metogológica das APACs.  

Saiba mais clicando aqui.

 

 

Otras noticias

Un angel que intercede por nosotros

23-02-2016

Me acuerdo con cariño de nuestra querida Glória. Su amor incondicional y su passión por...

Lea Más

Implantación de servicio ambulatoria en APAC de Caratinga

12-01-2016

Dr. Igor de Oliveira, respetado médico en nuestra ciudad de Caratinga por sus actitudes humanitarias...

Lea Más

APAC de Teófilo Otoni hace el lanzamiento del Programa El Viaje del Prisionero

02-09-2015

El último sábado, día 29 de agosto, la APAC de Teófilo Otoni divulgó el Programa...

Lea Más

CD con Himnos de la APAC ya se encuentra a la venta

01-09-2015

Ya está disponible, al precio de R$ 15,00, para venta el CD con los Himnos...

Lea Más

FBAC realiza reunião online com Presidentes de APACs

01-09-2015

Fue realizado en la noche de este lunes (31/08/2015) la primera reunión onlie entre la...

Lea Más

Socios

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg