Presidente da Câmara, Deputado Rodrigo Maia, visita a APAC de Nova Lima

No dia 28 de junho de 2019, a APAC de Nova Lima recebeu o presidente da Câmara dos Deputados e a ministra do STF para uma visita. Várias autoridades dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário estavam em sua comitiva.

Foram recepcionados pelo presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), Des. Nelson Missias de Moraes, pelo presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Agostinho Patrus, pelo prefeito de Nova Lima, Vitor Penido, pela juíza da Comarca de Nova Lima, Dra. Ana Lúcia, pelo diretor executivo da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados (FBAC), Valdeci Antônio Ferreira, e pelo presidente da APAC de Nova Lima, Ricardo Lopes Campos Alves.

Deputado Rodrigo Maia disse que era essa a primeira vez que visitava uma APAC, sendo que isso o ajudaria a legislar melhor. “Conhecer a realidade de projetos como esse nos ajudam na hora de legislar, de saber colocar no papel aquilo que de fato a gente conhece, e não o que ouviu falar. Conhecer os problemas e as soluções é importante para que a gente possa construir leis melhores para o Brasil.” Disse ele.

Segundo Valdeci: “ A visita do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, à APAC de Nova Lima/MG, acompanhado pelo presidente do TJMG, Des. Nelson Missias de Moraes, pela pela Ministra Carmem Lúcia, e diversos outros parlamentares, senadores, deputados federais, estaduais, membros do Poder Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, OAB, sinalizam que cada vez mais, as autoridades constituídas no nosso país estão tomando conhecimento da metodologia APAC e estão percebendo que é preciso investir na recuperação daqueles e daquelas que cumprem pena nas prisões de nosso país, para que os índices de reincidência possam ser reduzidos, sempre em favor da comunidade, segundo aquela máxima que diz, para cada preso recuperado é um bandido a menos na rua. As APACs surgem neste cenário sombrio do sistema prisional brasileiro, não como a solução, mas como uma ótima alternativa, seja no sentido de reduzir a reincidência, seja no sentido de reduzir os custos para o Estado.”

Há hoje no Brasil 127 APACs em diferentes estágios de implantação, em 11 Estados da Federação e no Distrito Federal, sendo que 51 já administram o Centro de Reintegração Social sem polícia, acolhendo cerca de 4.500 recuperandos para o cumprimento de pena nos três regimes: fechado, semiaberto e aberto.

Socios

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg