APAC de Campo Belo inaugura novas celas do regime fechado

No dia 27 de Junho foram inauguradas 4 novas celas no regime fechado do Centro de Reintegração Social da APAC de Campo Belo, construídas com recursos das penas pecuniárias disponibilizadas e utilizando a mão de obra dos próprios recuperandos da entidade.

 

“Sentimo-nos imensamente honrados com a presença de tantas autoridades campobelenses em nossa APAC. Nossa eterna gratidão ao Juiz de Direito, Dr. Leonardo Guimarães Moreira e ao Promotor de Justiça, Dr. Rodrigo Fernandes Maggi, por terem disponibilizados os recursos, através das penas pecuniárias, para essa obra. Agradeço, ainda, aos recuperandos que trabalharam incansavelmente na construção das celas e aos funcionários que se desdobraram para alcançarmos esta vitória”, declarou o Presidente da APAC de Campo Belo, Sr. Antonio de Carvalho Pimenta. 

“A APAC inaugura agora mais 24 vagas para recuperandos no regime fechado. Esse é o resultado do trabalho duro, sério, honesto e muito comprometido de toda equipe de profissionais da APAC, de voluntários e dos próprios recuperandos. Com essa iniciativa, a APAC proporciona oportunidade de cumprimento de pena de forma mais humanizada para mais 24 pessoas, que terão a oportunidade de trabalhar, estudar, de melhorar como ser humano e se preparar para, depois de terem cumprindo a pena, terem uma vida mais digna e honesta, em prol da sua família e da comunidade”, declarou o Juiz de Direito, Dr. Leonardo Guimarães Moreira. 

“Parabenizo toda direção e equipe de funcionários da APAC de Campo Belo por mais esta conquista. A inauguração de mais 4 celas na unidade deve ser festejada por nossa sociedade, pois alivia o sistema prisional tradicional, sabidamente precário, e concede a 24 novos recuperandos a oportunidade de cumprirem a pena com dignidade com vistas à ressocialização, livrando-os do círculo vicioso da criminalidade”, declarou o Promotor de Justiça, Dr. Rodrigo Fernandes Maggi. 

“É com grande satisfação que inauguramos mais celas no regime fechado da APAC, importante instituição voltada à recuperação daqueles que um dia cometeram um erro, mas que hoje buscam um novo caminho. Como cediço, o sistema prisional comum não recupera o condenado, ao contrário, brutaliza-o ainda mais. Já a APAC oferece ao sentenciado uma oportunidade de reintegrar-se à sociedade de forma honesta e digna”, declarou o Defensor Público, Dr. Luis Gustavo Vitorino Alves. 

Estiveram presentes o Juiz de Direito da Vara de Execuções Criminais, Dr. Leonardo Guimarães Moreira, o Juiz de Direito da 1ª vara Cível, Dr. Antonio Godinho; o Promotor de Justiça que atua na Vara de Execuções Criminais, Dr. Rodrigo Fernandes Maggi; o Defensor Público, Dr. Luis Gustavo Vitorino Alves; representando a 15ª subseção da OAB/MG, Dr. Santos Fiorinni Neto; o Prefeito Municipal em exercício, Dr. Adalberto Lopes; representando a Câmara Municipal, o Vereador Orlando Neves; o Delegado Regional de Polícia Civil, Dr. Luciano Teixeira Moreira; o Investigador de Polícia, Sr. João Paulo R. Sousa; o 1º Secretário da Diretoria Executiva da APAC de Campo Belo, Dr. Luis Fernando de Oliveira Freitas; o membro do Conselho Fiscal da APAC de Campo Belo, Pastor Walter de Souza Soares; representando a Paróquia Nossa Senhora das Mercês e os Padres Crúzios, Padre Júlio César E. Resende; representando o CRAS Norte e a Secretaria de Assistência Social, a Sra. Marília Venceslau; o Diretor da Escola Estadual Miguel Rogana, o Sr. Luis Alberto Campos; a Pedagoga da E. E. Miguel Rogana, Sra. Roberta Furtado de Oliveira Jancik Rey; os professores que lecionam no CRS.

Fundada em 14 de fevereiro de 2004, a APAC de Campo Belo tinha capacidade para receber até 84 recuperandos nos três regimes de cumprimento de pena, porém com a ampliação receberá mais 24 recuperandos, chegando a 108.  A APAC é um presídio sem o concurso da polícia ou agentes penitenciários, humanizado, onde os presos, chamados de recuperandos, são responsáveis por sua própria recuperação. Na APAC todos estudam e trabalham, vivendo diariamente uma rotina intensa, que inicia às 6 da manhã e termina às 22 horas da noite. Há hoje 127 APACs em diferentes estágios de implantação, sendo que 51 já administram o CRS sem polícia.

 

 

Socios

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg