APAC de Cachoeiro dará início às atividades em setembro

O repasse de parte das verbas pelo Governo do Estado será no dia 5 de agosto deste ano

Em reunião nesta quinta-feira (6), na 2ª Vara Criminal de Cachoeiro de Itapemirim, ficou definido que a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) deve iniciar suas atividades no mês de setembro. O repasse de parte das verbas pelo Governo do Estado para as primeiras questões administradas, que dará início ao funcionamento da instituição, será no dia 5 de agosto deste ano.

Participaram do encontro a juíza da vara, Rosalva Nogueira Santos Silva, advogado Diego Rocha e o coordenador da instituição, Ademir Torres, dentre outras autoridades e engenheiros da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus).

O diretor da Engenharia da Sejus, Rafael Barbosa Nunes, disse que o projeto do regime semiaberto, intramuros e extramuros ficará pronto e deverá ser entregue no prazo de 18 meses.

No entanto, a Associação já começa em setembro a trabalhar com presos no regime fechado, que de acordo com a juíza, serão treinados. "Eles serão treinados sobre o método Apac e, posteriormente, entrarão mais recuperandos, o que agilizaria o processo de implantação e funcionamento".

Os recuperandos que estiverem no regime fechado devem progredir de regime em, aproximadamente, um ano e meio, que é o tempo da construção do regime semiaberto.

O termo de fomento para o funcionamento da Apac foi assinado pelo Governador Renato Casagrande, no dia 29 de maio, em Vitória.

A nova estrutura será administrada pela Apac Feminina, mas no local funcionará o Centro de Reintegração Social (CRS) Masculino, e comportará cerca de 120 presos, tanto do regime semiaberto, quanto do fechado, quando toda a estrutura estiver pronta.

Fonte: Jornal Fato

RECUPERANDOS DA APAC DE INHAPIM CONCLUEM O CURSO DE ELETRICISTA PREDIAL

Na manhã da última quinta-feira (06), recuperandos do regime fechado e semiaberto receberam o certificado de conclusão do curso de Eletricista Predial, pela Escola Móvel SESI/SENAI. O curso é fruto de uma parceria entre o Instituto Minas Pela Paz, o TJMG, a FBAC e o SESI/SENAI.

Durante o curso, os alunos puderam aprender sobre instalações prediais, instalação de lâmpadas, sensores, dentre outros. Com a capacitação profissional, os alunos poderão trabalhar em demandas da própria APAC, de possíveis parcerias com instituições, além de buscarem a inserção no mercado de trabalho.

“O curso tem atraído a atenção dos recuperandos por onde passa, ao oferecer uma boa qualificação e de alto nível, que lhes dá condições de atuar em uma empresa privada ou, até mesmo, como autônomos”.

O curso teve duração de 30 dias e 40 recuperandos receberam o certificado de conclusão. Estavam eufóricos e cheios de esperança. A APAC de Inhapim agradece imensamente por esta iniciativa, acreditando que será fundamental para alimentar a esperança e abrir portas para nossos recuperandos. Estamos juntos!

APAC de São João del-Rei promove campanha de arrecadação de livros

A APAC de São João del-Rei, por meio da Escola Estadual Detetive Marco Antônio de Souza, está realizando a campanha “Promover a Leitura e o Desapego”, que tem como objetivo arrecadar livros para a biblioteca da escola.

A Escola atua na APAC Masculina, Feminina e Casa do Albergado e está com uma defasagem de livros. Assim, está sendo solicitado a doação dos seguintes tipos e gêneros textuais: poemas; contos; crônicas; teatro; romance; memórias; diários; clássicos da literatura e ainda livros de autoajuda.

Além de renovar o acervo literário, a campanha tem como objetivo promover a recuperação a por meio da leitura. A APAC de São João del-Rei tem foca em despertar a importância da educação com os recuperandos e as recuperandas. Um dos projetos que tem mostrado grandes resultados é o Remição Pela Leitura, que também é desenvolvido em parceria com a Escola. O projeto possibilita remir dias da pena a partir da leitura e produção textual.

Os pontos de coleta são na APAC Masculina e Feminina de São João del-Rei. Endereço: Rodovia BR 265, KM 259,5 – Bairro Vila Jardim São José.

Dê uma chance para quem quer virar a página!

APAC Frutal realiza V Jornada de Libertação com Cristo

A APAC Frutal realizou do dia 30 de maio a 02 de junho a V Jornada de Libertação com Cristo que este ano teve como tema: “A ingratidão não mede consequências”. Considerada o ponto alto do Método APAC, a Jornada – décimo segundo elemento da metodologia, proporcionou aos colaboradores e recuperandos quatro dias de reflexão e interiorização através de palestras, testemunhos e estudos.

          Antes de iniciar o encontro, o pároco da Paróquia Nossa Senhora do Carmo, Rogério Consentino abençoou na capela a equipe de colaboradores da instituição. Já na abertura oficial, o juiz criminal da Comarca, Gustavo Moreira, pediu aos recuperandos que aproveitassem o máximo os ensinamentos da Jornada de Cristo que considerou de esperança, de fé, luz, caminho e verdade. Em seguida, a gerente administrativa Paula Queiroz Vieira deu as boas vindas aos participantes destacando a importância do momento de reflexão e espiritualidade.

          Para o palestrante Tio Flávio, fundador do movimento voluntário Tio Flávio Cultural, com mais de 27 áreas de atuação social em Minas, que também ministrou palestra na APAC feminina e que falou sobre “O Mundo em que vivemos” na APAC masculina, a Jornada foi a chance dos recuperandos através das reflexões, se fortalecerem intimamente conectando-se a Jesus. Já a presidente da APAC de Pirapora, Katia Castro, que falou sobre “Os caminhos que conduzem a Deus”, disse que se surpreendeu com a Jornada e que leva o sentimento de gratidão a Deus pelas oportunidades que ele oferece a cada dia.

          “Já participei de outras Jornadas e sem dúvida, essa foi uma das melhores devido ao tema escolhido e o nível dos palestrantes”, elogiou o Encarregado de Segurança da APAC de Paracatu, Silas de Araújo. Na opinião do ex-recuperando também de Paracatu, Márcio Santana, que fez a meditação “Conheça-te a ti mesmo”, a APAC de Frutal está de parabéns pela organização, palestras, recepção e pela espiritualidade do local. “Aqui de fato está sendo vivido aquilo que se aprende no Método”, disse. Já o visitante Nilson de Oliveira, que faz parte da diretoria da APAC de Toledo, estado do Paraná, que está em fase de construção, afirmou que se sentiu emocionado pela organização da Jornada, estrutura da APAC local e com a disciplina dos recuperandos.

          “Passada a Jornada é preciso manter viva a chama da esperança que se acendeu no coração dos recuperandos nesses dias”, recomendou o diretor-executivo da FBAC, Valdeci Ferreira, que ministrou as palestras “Fora dos planos de Deus, que lugar o homem ocupa no mundo?” e “O Homem e a comunidade”. O gerente de relações institucionais da FBAC, Rinaldo Cláudio Guimarães, que falou sobre “Jesus Cristo: Homem e Deus” destacou na Jornada a dedicação e a entrega de cada palestrante que, segundo ele, conseguiu extrair dentro de si o amor ao próximo. “Deus abençoe toda a equipe da APAC Frutal pelo empenho e o respeito ao Método APAC”, destacou o gerente de metodologia da FBAC, Roberto Donizete Carvalho (Beto).

          O ex-recuperando e hoje colaborador da APAC, Cacildo dos Santos Jr., que no último dia da Jornada emocionou a todos ao fazer uma homenagem e ao pedir perdão à mãe Maria Helena, disse que seu objetivo foi incentivar os recuperandos para que valorizem cada vez mais seus familiares e continuem firmes no propósito de transformação para o bem. Maria Helena, ao agradecer o apoio que sempre recebeu da diretora Paula Queiroz na recuperação do filho, disse que ficou surpresa, emocionada e agradecida pela homenagem.

          “Foi um Encontro direcionado por Deus que inspirou os palestrantes com palavras que edificaram vidas, para colocar o recuperando na realidade dele”, afirmou o presidente da APAC, pastor Natanael de Souza. Na análise da gerente Paula Queiroz Vieira, o sentimento é de gratidão a Deus pela oportunidade de ter oferecido aos recuperandos momentos de reflexão sobre seus erros, mas acima de tudo, sobre a chance de mudança e de se fazer novas escolhas. “Nosso agradecimento aos colaboradores, participantes e recuperandos que fizeram da nossa Jornada um encontro de amor, aprendizado e acolhimento”.

 (Jornalista Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa APAC Frutal)

APAC Frutal é campeã do Torneio Regional de Futsal

Num jogo bastante disputado, a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal sagrou-se campeã do 1º Torneio Regional de Futsal realizado nos dias 06 e 13 de maio. A final aconteceu na quadra de esportes da instituição e reuniu uma grande quantidade de pessoas de Frutal e região. Em quarto lugar ficou o time de Fronteira que perdeu por 8 a 2 do Ressaca Universitária UEMG/Planura. O vice-campeonato ficou com o time dos Contadores Futebol Clube/Frutal que no tempo normal empatou em 3 a 3 com a APAC, mas foi vencido pelos recuperandos nos pênaltis por 7 a 6.

O jogador do Ressaca, Victor Heitor, que conheceu a APAC pela primeira vez, disse que ficou feliz em ter participado do torneio. “Foi tudo muito organizado e com muita disciplina”, elogiou. Já o atleta dos Contadores, Wellington Rodrigues (Pezão), admitiu que disputar a final com a APAC foi muito difícil. “Os recuperandos foram bem treinados e mostraram disciplina e talento em quadra”, reconheceu.

Para a proprietária da empresa patrocinadora dos uniformes da APAC, Dabiane Luz Clemente, participar e torcer pelos recuperandos foi um presente de Deus. “Nosso coração e sangue são azuis. Parabenizo a diretoria que faz tudo com tanto amor e carinho”. O técnico e jogador da APAC, Wenderson Maciel de Souza (Indinho), ao agradecer a confiança por parte da diretoria da instituição, avaliou como muito positivo o torneio que não teve uma falta desleal, uma confusão sequer em quadra. “Sociedade e atletas aqui estiveram com o verdadeiro espírito esportivo e nossos recuperandos estão de parabéns pela conquista”.

“O Torneio trouxe a sociedade para dentro da instituição. Os recuperandos agarraram a oportunidade que a APAC oferece diuturnamente para a pessoa que errou poder mudar de vida e puderam mostrar seu talento através do futebol” afirmou a gerente administrativa Paula Queiroz Vieira. De acordo com ela, o sentimento é de gratidão a Deus, sociedade, diretoria, funcionários, atletas, recuperandos e parceiros que permitiram que a APAC fosse vitoriosa não apenas em quadra, mas como instituição que tenta desempenhar um trabalho diário de proteção à comunidade.

(Jornalista Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa APAC Frutal)

 

Socios

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg