APAC de São João del-Rei realiza Semana da Família

Durante os dias 24 de agosto a 01 de setembro aconteceu a Semana da Família, envento promovido pela Comissão de Família juntamente com a Escola Estadual Detetive marco Antônio de Souza.

O evento teve como objetivo trazer o debate sobre a importância da família na vida do recuperando. Eles participaram das palestras “Situações que a família passa durante a vida” e “Como o dependente lida com a família e com a sociedade perante sua recuperação e vulnerabilidades”. Além disso, participaram, ainda, de oficinas para construir a “Árvore Genealógica” e a “Árvore dos Afetos”, além de outras atividades desenvolvidas pelos professores da escola.

A APAC acredita que a família é um grande suporte para os trabalhos de recuperação. Assim, busca-se criar ambientes familiares pautados no respeito, na união e no amor!

A família organizada como suporte!

CEMIG LANÇA PROJETO DE EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA NAS APACS

Há um ano e meio, a Fraternidade Brasileira de Assistências aos Condenados (FBAC), juntamente com a Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG), iniciaram o projeto de eficiência energética nas APACs.

A primeira etapa do projeto consistiu na substituição das lâmpadas antigas pela tecnologia LED. Na segunda etapa, foram trocados os chuveiros, freezeres e geladeiras por equipamentos modernos e mais eficientes, gerando assim uma economia significativa para as entidades e, consequentemente, para o Estado mineiro.

A partir de 2019, com o apoio do Insituto Minas pela Paz (IMPP) e do presidente da CEMIG, Sr. Cledorvini Belini, o projeto iniciou uma nova etapa, que prevê a instação de Usinas Fotovoltaicas de 75 kWp nas APACs. Usina de Energia Solar Fotovoltaica é um complexo repleto de módulos fotovoltaicos (placas solares) com capacidade de gerar energia elétrica por meio da luz do sol. Conhecida também como Parque Solar ou Fazenda Solar, nela a energia é gerada em altas voltagens para fins de distribuição.

A FBAC agradece a CEMIG por esta parceria que tem beneficiado várias APACs e, certamente, beneficiará muitas outras.    

 

Delegação de autoridades judiciárias de Goiás visita as APACs Frutal

Numa iniciativa do Tribunal de Justiça e Ministério Público de Goiás, no dia 23 de agosto, uma delegação composta por 20 autoridades do Poder Judiciário, Poder Legislativo e Ministério Público visitou as Associações de Proteção e Assistência aos Condenados de Frutal – APACs. Os convidados foram recepcionados por representantes da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados – FBAC, da diretoria das instituições locais e do Poder Judiciário da Comarca. Nesse dia, houve também um Workshop com a exposição de artesanatos feitos pelos recuperandos e de livros de autoria do fundador do Método APAC, Dr. Mário Ottobboni e do Diretor-Executivo da FBAC, Valdeci Antônio Ferreira.

“Para nós é mais uma alegria receber novamente a Delegação de Goiás agora composta por juízes e promotores que saíram de suas Comarcas para verem de perto a realidade, o trabalho e a metodologia apaqueana que tem conquistado diversas autoridades tanto pelo índice de recuperação quanto pelo baixo custo que as APACs proporcionam hoje aos gestores estaduais”, disse a gerente administrativa das APACs, Paula Queiroz Vieira.

Para Valdeci Ferreira, que falou do histórico das APACs, perspectivas, a expansão das unidades e a realidade das Associações dentro e fora do país, é natural que o Método APAC, pela sua eficácia na aplicação e recuperação do indivíduo, desperte o interesse das autoridades que desejam implantar a experiência em suas Comarcas. O presidente da APAC, Natanael Silveira de Souza, também destacou a importância da visita da delegação: “É um orgulho para as APACs e para Frutal que despertou o interesse de outro estado, o que se vivenciou aqui é algo diferenciado”, destacou.

          Na opinião do Juiz de Direito da Comarca, Gustavo Moreira, é importante que as autoridades de Goiás busquem conhecimento sobre a metodologia apaqueana: “Um projeto que ressocializa, dissemina o amor e proporciona uma sociedade mais justa, solidária e pacificada”. Para o Diretor do Presídio Militar da Polícia Militar do Estado de Goiás, Tenente Coronel Onildo Ananias Junior, o que se vê na APAC é o cumprimento da Lei de Execução Penal que recupera o indivíduo de maneira digna.

          A Juíza de Direito de Vianópolis/GO, Marli de Fátima Naves, disse que ficou impressionada com a APAC Frutal e que se emocionou por diversas vezes: “O que eu vi aqui vem de encontro a projetos que trabalho e que acredito relacionados à recuperação humana”. Para o Juiz de Direito de Quirinópolis/GO, Felipe Barbosa, o que mais chamou a atenção é a ideia de disciplina vinculada a espiritualidade. “Depois do que presenciei, volto a ter crença na execução penal”.

O coordenador da área de políticas públicas e Direitos Humanos do Centro de Apoio do Ministério Público do Estado de Goiás, o Promotor de Justiça, André Luiz Ribeiro Duarte, destaca que após as visitas, a intenção é trabalhar a articulação com os poderes constituídos, sociedade civil organizada e a comunidade em geral para que as APACs comecem a ser implantadas em Goiás. O Promotor de Justiça de Caldas Novas/GO, Cristiano Caires, também elogiou o Método: “é revolucionário, de excelência, que precisa ser replicado no Brasil e Goiás não pode ficar de fora”, afirmou.

O Presidente da União dos Vereadores do Estado de Goiás (UVEGO), o vereador de Pamerí/GO, Ricardo de Oliveira, resumiu o que sentiu ao conhecer as APACs Frutal: “Não tenho palavras, a sensação é de que a gente vive num mundo que está além dos presídios de Goiás, estou emocionado”. Segundo o vereador, os recuperandos estão pagando a pena, mas ao mesmo tempo, mostraram às autoridades que podem ser pessoas melhores e voltarem ao convívio social. 

(Jornalista Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa APAC Frutal)

Conselho de administração da FBAC se reúne em BH

O Conselho de administração da FBAC reuniu-se no dia 28 de agosto em BH, no Escritório Tomaz de Aquino, localizado à Rua Ouro Preto, 581.

Estiveram presentes Valdeci Antônio Ferreria, Diretor Executivo da FBAC; Tatiana Flávia Faria de Souza, Gerene Jurídica e de Convênios da FBAC; Wellington Alves, inspetor de metodologia da FBAC e os seguintes conselheiros: Dr. Tomaz de Aquino; Dra. Ana Paula Carvalho Starling Braga; Paulo Márcio Bragança de Matos; Eneas Alessandro da Silva Melo; Deborah Amaral, representando o Conselheiro Jacop Sabatiello; Raiane Cardoso de Souza, representante da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SEJUSP).

O objetivo do encontro foi dialogar sobre vários temas ligados às APACs e FBAC, tais como: sistema de informação das APACs (infoapac); tratativas sobre os convênios das APACs; expectativas para início de funcionamento de novas APACs em 2020; articulação política; estatuto das APACs; entre outros. 

Dr. Tomaz de Aquino enfatizou que a comunicação é muito importante, sendo que se não for bem realizada poderá incorrer na perda de parceiros importantes. "Devemos estar atentos às atividades que as APACs estão realizando, a fim de contemplar todos nossos parceiros." Disse ele.

Valdeci concluiu o encontro convidando todos para participar da inauguração da sede da FBAC, do Memorial Mário Ottoboni e do Centro Internacional de Estudos do Método APAC (CIEMA), que acontecerá dia 11 de setembro em Itaúna/MG.

Socios

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg