CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA FBAC TEM NOVA PRESIDÊNCIA

O Conselho de administração da FBAC reuniu-se no dia 04 de março, em BH, no Tribunal de Justiça (TJMG), localizado na Avenida Afonso Pena, 4001.

Estiveram presentes, Valdeci Antônio Ferreira, Diretor Geral da FBAC, Tatiana Flávia Faria de Souza, Gerente Jurídica e de Parcerias da FBAC, e os seguintes Conselheiros: Tomáz de Aquino Resende, Luiz Carlos Rezende e Santos, Henrique Nogueira Macedo, Jacopo Sabatiello, Paulo Márcio Bragança de Matos e Enéas Alessandro da Silva Melo, Cledorvino Belini, Presidente do IMPP – Instituto Minas Pela Paz; Gláucia Freitas, representando a Conselheira Ana Paula Carvalho Starling; Cristina Salete da Silva Melo, Assessora da Presidência do TJMG;

Durante a reunião foram discutidos vários pontos: situação das APACs, Parcerias com a SEJUSP, e o Planejamento Estratégico da FBAC para os anos 2020-2025.

O Conselheiro, Dr. Tomaz de Aquino, por motivos pessoais, pediu renúncia da presidência do Conselho. Foram eleitos e empossados: para presidente, Dr. Luiz Carlos, para vice-presidente, Sr. Cledorvino Belini.

“Dr. Tomáz de Aquino foi um amigo em tempos difíceis, um conselheiro, diante das incertezas, e um companheiro, para celebrar as alegrias e vitórias. A FBAC agradece imensamente a Dr. Tomáz de Aquino por sua gestão à frente da FBAC, por sua dedicação sem medidas e por seu serviço em prol das APACs, sabendo que, como Conselheiro, Dr. Tomáz continua contribuindo com esta obra. Estamos juntos!”

Programa A Viagem do Prisioneiro é ministrado para equipe administrativa da FBAC

O Programa A Viagem do Prisioneiro é um programa da PFI - Prison Fellowship Internaticional. A FBAC é filiada à PFI e responsável pela aplicação e acompanhamento deste programa no Brasil, seja nas APACs, seja no sistema penitenciário comum.

O programa consiste no estudo do Evangelho de Marcos. De forma ecumênico, o curso pretende responder 3 perguntas: Quem é Jesus? Por que ele veio? O que significa seguí-lo? É um programa ecumênico e tem tido uma excelente adesão dos prisioneiros. Inserindo-se em um dos elementos do Método APAC - Espiritualidade, este Programa tem sido uma alternativa concreta, para o acompanhamento espiritual dos recuperandos.

A FBAC organizou o Curso A viagem do Prisioneiro para toda sua equipe. Desta forma, a FBAC proporcionou à sua equipe um conhecimento mais profundo do Programa, não somente intelectural, mas também afetivo. As duas primeiras sessões do encontro foram realizadas dia 3 de março. Os membros da equipe assitiram aos vídeos, participaram das dinâmicas, refletiram e se interagiram, seguindo a dinâmica própria do programa.

"Este curso é uma luz para nós, pois os vídeos têm uma linguagem simples e são muito impactantes, contribuindo para que os presos possam fazer uma reflexão profunda sobre suas vidas. O encontro é simples, didático e com uma linguagem direta e ecumênica. Não somos presos, mas nos sentimos provocados por estes dois primeiros vídeos. Imagino o grande impacto na vida de nossos recuperandos. Estou profundamente grato a Deus por este programa e contando os dias para participar das próximas sessões." Disse Valdeci Ferreira, Diretor Geral da FBAC.

 

Sede da CNBB abriga, até 13 de março, a exposição fotográfica “Do Amor Ninguém Foge”

Até o dia 13 de março, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) recebe em sua sede, em Brasília (DF), a exposição fotográfica “Do Amor Ninguém Foge”. A mostra tem ligação com o lema: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”, da Campanha da Fraternidade 2020, que tem como tema: “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso”.

A exposição é organizada pela Associação de Voluntários para o Serviço Internacional (AVSI Brasil) e contextualiza a história da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APACs), que atua para que as prisões sejam humanizada, além de mostrar o cotidiano dos recuperandos em suas unidades em todo país.

A exposição também ilustra aspectos da humanização carcerária que dificilmente seriam demonstrados de outra forma. De acordo com o advogado, teólogo e diretor-executivo da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados (FBAC), Valdeci Ferreira, o custo per capta das Apacs é de um terço do gasto no sistema comum, a taxa de reincidência cai de 85% para índices inferiores a 20% e as fugas são reduzidas.

“O sistema prisional vive o caos e caminha para o colapso. As prisões são a margem, a fronteira e nessa margem se encontram mais de 700 mil homens e mulheres presos vivendo em masmorras, em condições sub-humanas. As Apacs são estes rostos samaritanos, este rosto da Igreja, que vai ao encontro daquele que está ferido, caído na beira da estrada, pessoas que foram golpeadas pela vida, preconceito, indiferença, fisicamente e psicologicamente. Pessoas que tiveram uma infância e adolescência roubadas. As Apacs chegam, enxergam, têm compaixão e cuidam dessas pessoas como se fosse o próprio Cristo”, destaca Valdeci.

O projeto conta, ao todo, com 50 unidades que funcionam no Rio de Janeiro (RJ), São João Del Rei (MG) e Belo Horizonte (MG) e em países como Itália, Portugal, Peru e Espanha. Valdeci afirma que as Apacs são a revolução do sistema prisional.

“O nosso grande desafio é vencer as barreiras do preconceito, da indiferença, daquela ideia de que o preso tem que sofrer. Que bandido bom é bandido morto. Eu quero acreditar que neste ano, durante 40 dias dessa quaresma, a Igreja vai ajudar a colocar sangue novo nas veias das ações sociais , através dos cristãos de boa vontade em direção a estas pessoas que precisam de ajuda”, ressalta.

A exposição Do Amor Ninguém Foge ficará aberta ao público, na sede da CNBB, até o dia 13 de março. Para agendamento à visita guiada marcar na secretaria técnica: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.">

Fonte: CNBB

 

FBAC participa da formação de novos diáconos

A convite do Bispo da Diocese de Divinópolis, Dom José Carlos de Souza Campos, a Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados, FBAC, está contribuíndo para a formação dos futuros diáconos. Diáconos são homens casados, que recebem o primeiro grau da ordem sacerdotal, para contribuir com a igreja no serviço aos necessitados, ou no serviço litúrgico.

Desta forma, os funcionários da FBAC, Ari de Jesus e Wellington Alves, participaram de um encontro na Sede da Diocese de Divinópolis no dia 22 de fevereiro. Além dos funcionários da FBAC, estavam presentes 32 candidatos ao diaconato e representantes do setor de educação e saúde. Dom José explicou o propósito da proposta: "Convidamos vocês aqui, representantes da Educação, da Saúde e do Cárcere. Aqui estão os candidatos ao diaconato em nossa diocese. Diáconos são servidores. Foram divididos em três grupos, conforme sua escolha pessoal. Um grupo irá compor a diaconia das escolas, outro a diaconia da saúde e outro a diaconia do cárcere. Vocês têm a missão de colaborar com estes candidatos ao diaconato para compreender a situação concreta de cada área e preparem um projeto concreto de atuação e acompanhamento de alguma instituição de nossa diocese. Agradecemos a sua presença. Estamos felizes e com muitas boas expectativas."

Ari disse: "Eu e Wellington somos representantes da FBAC, que é a fraternidade das APACs. Estamos felizes por poder contribuir com a Diocese de Divinópolis. Dentro do conteúdo programático iremos ajudar os candidatos ao diaconato para se comprometer com o acompanhamento das prisões, seja no sistema comum, seja na APAC.  Acreditamos que esta proposta de Dom José Carlos é muito ousada e importante para proporcionar uma séria assistência espiritual aos presos. Agradecemos pelo convite e nos colocamos a disposição para contribuir na formação dos futuros diáconos da Diocese de Divinópolis."

Depois do encontro com todos os diáconos, Ari e Wellington dirigiram-se para uma sala com os 9 diáconos que compoem o grupo da diaconia do cárcere. Foi apresentado para eles um programa de formação, com um tema para cada mês, para que aprofundem a questão carcerária e possam desenvolver um projeto concreto. O conteúdo programático foi composto por quatro eixos: 1. Situação do cárcere no Brasil e no mundo; 2. Espiritualidade do Cárcere; 3. Diaconia do cárcere. 4. Estágio (experiência concreta) em um cárcere.

A Diocese de Divinópolis está localizada no Centro Meridional de Minas Gerais. Composta por 25 municípios, foi criada em 11 de julho de 1958, sendo desmembrada da Arquidioce de Belo Horizonate e da Diocese de Luz. Com uma população de 600 mil habitantes, há diversos presídios na diocese, além das APACs masculina e feminina de Itaúna, que já administram o Centro de Reintegração Social sem Polícia e a APAC de Divinópolis, que está em construção. 

Terço dos homens é realizado na APAC de Cachoeiro de Itapepmirim

O Centro de Reintegração Social masculino da APAC de Cachoeiro de Itapemirim, recebeu no dia 20 de fevereiro, um grupo de voluntários da Comunidade Santo Antônio de Pádua, da Paróquia Sagrada Família de Soturno, para o 1° terço dos homens no CRS.

O grupo explicou que buscam vivenciar os ensinamentos do Papa Francisco, que orienta aos cristãos, que devem ser uma “igreja em saída”. Sendo assim, este grupo, que atualmente se reúne uma vez por semana no templo de sua comunidade, se comprometeu realizar o terço na APAC uma vez ao mês, toda terceira quinta-feira de cada mês. A atividade será realizada com aqueles recuperandos que desejarem participar. O próximo evento ficou marcado para o dia 19 de março. A APAC agradece a todos os recuperandos que, carinhosamente, receberam os visitantes e agradece também ao grupo do terço dos homens, por sua iniciativa e presença. 

O terço dos homens é uma atividade da Igreja Católica, de veneração Mariana. Se insere no elemento da APAC, espiritualidade. A APAC acolhe padres e pastores, católicos e evangélicos, que desejam, de forma respeitosa e ecumênica, realizar um trabalho de acompanhamento espiritual com os recuperandos, a fim de que, cada recuperando, possa fazer uma caminhada genuína de encontro consigo mesmo e com Deus. Recuperandos não são forçados a assumir uma determinada religião, mas incentivados a ter uma espiritualidade autêntica, que os motive na reconstrução de seus valores, para recuperar-se e traçar um futuro diferente para suas vidas e para suas famílias.

Atuamente a APAC feminina de Cachoeiro de Itapemirim administra o CRS masculino e busca recursos para iniciar também o CRS feminino. Agradecimentos a todos que, de forma direta ou indireta contribuíram e contribuem com a edificação e fortalecimento dessa Obra de Deus. "O mundo necessita de gente que ama o que faz". Estamos Juntos!

JANTAR DA GRATIDÃO APACs DE FRUTAL

A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados- APACs de Frutal realizou na quinta-feira (30/01) o Jantar da Gratidão. O evento é uma forma de agradecer a todos os parceiros e recuperandos das APACs da nossa cidade pelo excelente ano de 2019. O Jantar da Gratidão recebeu autoridades dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário da Comarca de Frutal e da região, além de colaboradores, parceiros e voluntários.

Para a gestora das APACs de Frutal, Paula Queiroz Vieira, “A APAC de Frutal hoje é considerada referência graças ao cumprimento da metodologia e empenho de todos vocês parceiros que acreditam no propósito da instituição. Apresenta baixo índice de reincidência, de 8%. Trabalhar com essa confiança mútua é muito bom para nós enquanto equipe”.

Paula falou também do sentimento de gratidão para com o Juiz criminal da Comarca de Frutal, Dr. Gustavo Moreira, que “não tem medido esforços para ampliar o número de vagas de cumprimento de pena na nossa comarca, e ao ampliar a APAC Masculina, construir a APAC Feminina e a primeira APAC Juvenil do mundo, ele demonstra para toda sociedade que está sim preocupado com o cumprimento de pena digno, humano e principalmente com a proteção da sociedade”.

A gestora das APACs de Frutal, Paula Queiroz Vieira, em nome da diretoria, da presidência e dos recuperandos agradece a todos os parceiros da instituição por confiarem em nosso trabalho durante o ano de 2019 e por renovarem os votos para este novo ano.

“É preciso restabelecer a confiança no ser humano que está preso, fazê-lo conhecer um Deus presente na história, por meio da presença atuante e coerente do voluntário, não somente por palavras, mas principalmente por gestos concretos de misericórdia, que revelam o verdadeiro Evangelho de Cristo, que disse: Estive preso e você me visitou” (cf. Mt 25,36). – Dr. Mário Ottoboni, trecho do livro: Vamos matar o criminoso?

(Jadiael Lino – Assessor de Imprensa APACs de Frutal)

Campanha da Fraternidade apresenta a APAC como exemplo de bom samaritano

No dia 26 de fevereiro, o Diretor Geral da FBAC, Valdeci Antônio Ferreira, participou da Cerimônia de Abertura da Campanha da Fraternidade (CF), em Brasília, a convite da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

A Campanha da Fraternidade (CF) é uma forma que a Igreja Católica no Brasil encontrou de vivenciar a Quaresma. Coordenada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a CF propõe temas que apontam para a necessidade de compromisso do cristão.

O tema para 2020 é “Fraternidade e vida: dom e compromisso!” Através destas quatro palavras, a igreja evoca todos os católicos para uma atitude concreta diante da vida humana, ou seja, esta Campanha é um chamado a todos os cristãos para cuidarem da vida, em suas diversas dimensões: pessoal, comunitária, social, ecológica e política.

 

Segundo Dom Murilo Krieger, Arcebispo de Salvador, “a Campanha da Fraternidade de 2020 é um grande convite para ver Jesus no outro. Um dia Jesus vai nos dizer: ‘o que fizeste aos menores dos meus irmãos, foi a mim que o fizeste.’ Vamos contribuir para construir um mundo melhor, um mundo onde Deus esteja mais presente,  porque quando Deus está presente, os irmãos são mais respeitados.” 

Com o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”, Lucas 10,25-37, a igreja convida todos a tornarem-se o bom samaritano, cuidando daqueles que estão caídos pelo caminho e que clamam por socorro. A postura do samaritano demonstra o ensinamento mais profundo de Jesus: os próximos não são meus parentes, mas todos que necessitam de meio apoio. 

Diante da indagação sobre “Como ser samaritano nos dias de hoje”, o vídeo oficial da Campanha da Fraternidade apresenta pessoas e entidades, que podem ser comparados ao bom samaritano na atualidade, pois se colocam à serviço daqueles que se encontram caídos pelo caminho. Entre estes samaritanos, o vídeo apresenta a APAC.

 “Nosso sonho e nossa utopia como cristãos é um mundo sem prisões, sem armas, sem violência, onde homens e mulheres sejam livres. Contudo, enquanto este sonho não se realiza, que as nossas prisões sejam humanas, onde as pessoas, que cumprem pena, possam fazê-lo de forma digna e respeitosa. Dentro da APAC os presos e presas têm a possiblidade de rever seus valores, tornando-se pessoas que podem contribuir para o bem de nosso país.”  Explica Valdeci Ferreira, Diretor Geral da FBAC.

Cada pessoa que se envolve no movimento apaqueano, (voluntários, parceiros, funcionários, ex-recuperandos), ajudando no processo de recuperação, é chamada e enviada por Deus. É um exemplo de bom samaritano, que cuida das pessoas privadas de liberdade, de seus familiares, bem como das vítimas e de toda a sociedade. 

 

Agradecemos à CNBB por ter incluído as APACs no rol das entidades que são comparadas ao bom samaritano da parábola proclamada por Jesus Cristo. Por intercessão de Franz de Castro, Servo de Deus, suplicamos ao Pai que renove nossas forças diante das dificuldades, que nos acalente quando nos sentirmos desanimados, que nos fortaleça para renovar nosso compromisso e que faça crescer em nossos corações a certeza de que estamos no caminho certo, sem arrogância, com humildade e a certeza que motivou Dr. Mário Ottoboni, fundador da APAC, durante toda sua vida: “A APAC é obra de Deus.” 

 

Durante a cerimônia, a Fundação AVSI, realizou, no salão ao lado do auditório da CNBB, a mostra: "Do amor ninguém foge". Desta forma, todos os presentes puderam, através dos murais e fotografias de recuperandos e voluntários, conhecer melhor a história das APACs. Nossa profunda gratidão à AVSI.

Assista ao vídeo da CF, sobre a APAC.

Segundo Dom Murilo Krieger, Arcebispo de Salvador, “a Campanha da Fraternidade de 2020 é um grande convite para ver Jesus no outro. Um dia Jesus vai nos dizer: ‘o que fizeste aos menores dos meus irmãos, foi a mim que o fizeste.’ Vamos contribuir para construir um mundo melhor, um mundo onde Deus esteja mais presente,  porque quando Deus está presente, os irmãos são mais respeitados.”

Com o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”, Lucas 10,25-37, a igreja convida todos a tornarem-se o bom samaritano, cuidando daqueles que estão caídos pelo caminho e que clamam por socorro. A postura do samaritano demonstra o ensinamento mais profundo de Jesus: os próximos não são meus parentes, mas todos que necessitam de meio apoio.

                                                                                       

Diante da indagação sobre “Como ser samaritano nos dias de hoje”, o vídeo oficial da Campanha da Fraternidade apresenta pessoas e entidades, que podem ser comparados ao bom samaritano na atualidade, pois se colocam à serviço daqueles que se encontram caídos pelo caminho. Entre estes samaritanos, o vídeo apresenta a APAC.

 “Nosso sonho e nossa utopia como cristãos é um mundo sem prisões, sem armas, sem violência, onde homens e mulheres sejam livres. Contudo, enquanto este sonho não se realiza, que as nossas prisões sejam humanas, onde as pessoas, que cumprem pena, possam fazê-lo de forma digna e respeitosa. Dentro da APAC os presos e presas têm a possiblidade de rever seus valores, tornando-se pessoas que podem contribuir para o bem de nosso país.”  Explica Valdeci Ferreira, Diretor Geral da FBAC.

Primeira Missa celebrada na APAC de Cachoeiro de Itapemirim

A APAC feminina de Cachoeiro de Itapemirim/ES, que administra o CRS masculino, recebeu na tarde do dia 11 de fevereiro, Padre Ronaldo Borel de Freitas, juntamente com alguns membros da Paróquia Sagrada Família de Soturno e alguns representante da Pastoral Carcerária da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim/ES, para a celebração da 1ª missa no CRS.

"Foi um momento muito especial de celebração, oração e louvores a Deus, que se faz presente na vida de cada um de nós, sobretudo na vida dos que se encontram encarcerados. Agradecemos a Padre Ronaldo e toda sua equipe, bem como a Pastoral Carcerária, por este momento tão bonito realizado em nossa APAC, desejando que voltem sempre. Estamos juntos! O Mundo necessita de gente que ama o faz"!

Um dos elementos do Método APAC é a espiritualidade, que aplicada em harmonia com todos os demais elementos, irá proporcionar ao recuperando refletir sobre sua vida e seus valores, a fim de buscar caminhos novos para seu futuro. As religiões e a presença do padre, tanto quanto do pastor, é fundamental no processo de recuperação, pois eles podem oferecer um acompanhamento espiritutal e personalizado ao recuperando, tão necessário para que se encontre com Deus e consigo mesmo. 

A APAC busca uma espiritualidade ecumênica, de respeito e diálogo diante da outra religião, a fim de que, todos possam compreender os valores fundamentais inerentes a todas as religiões, que contribuem para a edificação da pessoa humana: amor, respeito, fraternidade, diálogo e paz, entre outros.

FBAC proporciona a seus funcionários encontro de auto-conhecimento

No dia 19 de fevereiro, a FBAC organizou um dia de auto-conhecimento para seus funcionários. O dia foi orientando pela psicologa Marlene Antunes, que recebeu a equipe em sua casa, em Itaúna/MG. Apresentando o ENEAGRAMA, Sra. Marlene conduziu cada participante a refletir sobre sua infância, vida, sentimentos, ações e reações de seu cotidiano. Desta forma, cada um pôde perceber que pode ser uma pessoa mais integrada, conhecedora de si mesma, para ser capaz de ajudar aos que buscam por seu apoio, afinal, "uma pessoa somente pode dar, aquilo que está em seu coração."

"No passado, eu fui voluntária da APAC. Acredito que Deus me reaproximou da FBAC e, consequentemente, das APACs. Quero desenvolver um projeto para ajudar as APACs e os recuperandos. Vamos construir este projeto juntos." Disse Sra. Marlene.

O eneagrama foi desenvolvido a partir do século IV, em Alexandria. É uma técnica simples e eficaz, comprovada cientificamente. É capaz de fortalecer os aspectos positivos dos nossos comportamentos pessoais e profissionais, além de orientar como superar os comportamentos considerados "fracos". Não é uma técnica para rotular os demais, mas para auto-conhecimento e auto-aperfeiçoamento.

Ao final, Valdeci Ferreira, Diretor Geral da FBAC, expressou o sentimento de toda a equipe: "Foi perceptivel a melhora da equipe da FBAC desde nosso primeiro encontro. O dia de hoje contribuiu para tirar as dúvidas que ainda existiam. Nos ajudou a nos compreender melhor. Só temos a agradecer a Marlene, que partilhou conosco seu dia, sua casa, seu espaço e seu conhecimento. A senhora pertence à nossa família. Gratidão é o que define."

 

Marlene Antunes de Andrade é psicóloga (PUC), treinadora do Modelo de Ajuda (EFMA), treinadora do Eneagrama (IESH), bacharel em Letras (UI) e em Comunicação Social (Newton Paiva), especialista em Marketing (UNA) e Mestre em Administração (UFMG). Ela participa do Instituto Shalom, que é constituído por um grupo de pessoas colaboradoras da Comunidade Shalom. JOvens e adultos que, tendo-se identificado com a missão e o jeito próprio desta Comunidade, se colocaram à disposição para colaborar na área específica do trabalho com Eneagrama.   

Com a missão, "Aprender, vivenciar e compartilhara sabedoria do Eneagrama, como instrumento de compaixão, a serviço da libertação integral das pessoas e da transformação da humanidade.” Dona Marlene atende em Itaúna/MG.

 

 

 

Funcionários da Apac de Caratinga participaram do curso de justiça Restaurativa.

Foi realizado, nos dias 10 a 14 de Fevereiro de 2020, no espaço do 62º BPM de Caratinga, o curso de Justiça Restaurativa. O evento voltado para os profissionais de segurança pública, saúde e assistência social, apresenta várias formas de resolver conflitos, a fim de restaurar os laços entre as partes conflitantes, e em alguns casos, motivar a convivência entre as partes envolvidas. Esse segundo momento foi mais um passo para a implantação desse método na comarca de Caratinga. O 1° Círculo da Justiça Restaurativa foi realizado na APAC de Caratinga em agosto de 2019.

Estiveram presentes, a Encarregada Administrativa da APAC de Caratinga Adriana Luppis, Encarregado de Segurança, Allan Silveira Soares Leal, Adalla Graziele Brito da Silva Andrade, Dr. Anderson Fábio Nogueira Alves, Giorge Carvalho Lima, Dra. Hosana Regina Andrade de Freitas, Dra. Flávia Patrícia Cupertino Alcantara, Tenente Alessandro de Moraes Silva, Sgt. Leidiana mariano de Souza Silva, Luceli Helena de Carvalho, Yan Pires da Costa, Lucas Jerônimo, Mayara Carvalho.

“Apresentamos ao Tribunal de Justiça de Caratinga, uma proposta para que, através de recursos de verbas pecuniárias, pudéssemos realizar este curso em Caratinga, a fim de que toda a rede segurança, educação, assistência social e saúde, pudesse conhecer o que é a Justiça Restaurativa. O curso está sendo implantado em várias comarcas, atingindo vários setores da sociedade, especialmente as escolas. Houve um grande empenho de Dr. Consuelo, junto aos demais juízes, Promotoria e Ministério Público, para que se tornasse realidade. É um curso muito interessante, pois provoca cada participante a uma reflexão sobre os desafios enfrentandos em nosso cotidiano. Estamos muito gratos." Disse Adriana Luppis – Encarregada Administrativa da Apac de Caratinga

“Escolas, atos infracionais, situações de crimes, conflitos dentro das instituições públicas, privadas. Os facilitadores de Justiça Restaurativa trabalham colocando e trazendo para dentro das instituições, comunicação não violenta e gestão de conflito, de pessoas, técnicas de abordagem conflitivas, sempre pautas em não violência e mediação”. Explicou Lucas Jerônimo – Instrutor de Justiça Restaurativa

Segundo Mayara Carvalho, Instrutoro de Justiça Restauratia, o curso visa “Trabalhar em conflitos prevenindo violência, ou conflitos que já levaram à violência; de maneira humanizada, trabalhando sentimentos e necessidades de todos que estão envolvidos, sejam eles vítimas, ofensores ou comunidade. Não só conflitos, mas também criação de vínculos de pertencimento, conexão e significado, como caso de escola, sistema de saúde ou assistência social. É uma visão de Justiça diferenciada, que envolve antes de tudo a satisfação dos usuários”. 

 

 

Completam-se 39 anos do martírio de Franz de Castro

Nascido em 18 de abril de 1942, nas galerias e celas dos presídios, Franz de Castro ficava em média dezesseis horas, convivendo com os presos. “A minha vida eu daria, em garantia e em alívio a muitos sofrimentos”. Afirmava ele.

Há 39 anos, no dia 14 de fevereiro de 1981, aos 38 anos de idade, falecia Franz de castro.Durante uma rebelião, ofereceu-se como refém, para que um policial militar fosse liberado e, quando o carro onde Franz se encontrava saiu, foi iniciado um tiroteio perfurando com mais de trinta e oito projéteis o corpo do “apóstolo do amor”.

Caído por terra, corpo alvejado, as APACs ficavam órfãs. A insegurança e a tristeza se abatiam sobre todos e sobre o futuro, que se tornava incerto. Para os pessimistas, era o fim das APACs. Para os realistas, era momento de recuar. Mas para o Pai Eterno, era a semente de um ideal, Obra Divina, que se eternizava.

As APACs não acabaram, ao contrário, floresceram e cresceram, gerando frutos. O ideal de Franz de Castro não morria com ele, mas se tornava o ideal de muitos outros corações, que perduraria até nossos dias.

Disse Jesus: “Quem que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá.” João 11,26 Franz de Castro não está morto, mas vivo, em cada APAC que nasce, em cada preso que encontra alento, em cada funcionário, voluntário ou parceiro das APACs, que se dedica e não desanima.

Acreditamos que Franz de Castro está junto de Deus, juntamente com Dr. Mário Ottoboni e uma multidão de voluntários e ex-recuperandos, orando ao Pai e pedindo pelas APACs, por cada um de nós e por todos os presos que cumprem pena nas APACs e nas prisões de todo o mundo.

Que o Deus da Vida conceda a cada um de nós o mesmo entusiasmo, força, dedicação e amor, que Ele concedeu a Franz de Castro e que possamos caminhar com a certeza que moveu nossos antecessores: “A APAC É OBRA DE DEUS!”

Valdeci Antônio Ferreira,

Diretor Geral da FBAC

Para saber mais sobre Franz de Castro, clique aqui.

 

 

CIEMA inicia suas atividades, hospedando delegação paraguaia

O Centro Internacional de Estudos do Método APAC Des. Joaquim Alves de Andrade, CIEMA, recebeu, no dia 11 de fevereiro, a delegação do Paraguai, da futura APAC de Coronel Oviedo.  Composta pelo presidente da APAC, o juiz aposentado, Dr. Carlos Victor Bordón, o vice-presidente da APAC, Pastor Félix Dupont, e pelo Sr. Andreas Bergen, que será o Diretor Executivo da APAC, a delegação permanecerá 10 dias no CIEMA e irá visitar algumas APACs mineiras, a fim de fazer aprimorar seus conhecimentos sobre a metodologia.

Segundo Pastor Felix, esta é a terceira visita que realizam no Brasil. "Estamos muito felizes de estar aqui mais uma vez. Sonhamos a anos com a edificação de uma APAC em nosso país. Com a ajuda da FBAC, e através do projeto Más Alla de las fronteras, temos a certeza, de que agora seguiremos adiante. Obrigado pela acolhida de vocês."

 

O CIEMA

O CIEMA, construído ao lado da sede da FBAC, foi idealaizado para contribuir na consolidação das APACs já existentes e a multiplicação da metodologia no Brasil e no mundo, por meio da realização de cursos e apoio logísticos aos estudiosos da metodologia APAC, e pessoas interessadas em aprofundar a metodologia. 

O projeto Más Alla de las fronteras

 

O PROJETO MÁS ALLA DE LAS FRONTERAS
O projeto Más Alla de las Fronteras, projeto de colaboração e financiamento da União Europeia, surge com o objetivo de reforçar a atuação das APCs em nível internacional. Especificamente, contribuir para a criação, consoidação e fortalecimento de uma rede de organizações da sociedade civil na América Látina (Brasil, Chile, Costa Rica e Colômbia) de cooperação internacional na promoção dos direitos humanso da população carcerária e no combate a atos de tortura, maus tratos, penas cruéis, desumanas e degradantes a partir da experiência metogológica das APACs. Saiba mais clicando aqui.

 Da esquerda para direita: Sr. Andreas, Pr. Felix, Dr. Carlos e Eduardo Henrique, voluntário da FBAC

Outras notícias

FBAC e APACs fazem luto

19-02-2021

FBAC e APACs fazem luto em virtude do falecimento da ex-presidente e voluntária benemérita da...

Leia mais

FBAC realiza I Curso de Conhecimento e Aperfeiçoamento para os recuperandos da APAC de Manhumirim-MG

01-02-2021

Aconteceu no período de 27 a 29 de janeiro de 2021, o I Curso de...

Leia mais

Projeto garante melhoria da produtividade na APAC de Manhuaçu

21-01-2021

A APAC está presente em Manhuaçu e viabiliza a recuperação e a reintegração social de condenados....

Leia mais

Nova unidade da Apac de Ituiutaba é inaugurada por Gilson Lemes

05-11-2020

O presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargador Gilson Soares Lemes, inaugurou...

Leia mais

DEPEN E DEPEN-MG na APAC de SJDR para acompanhar aquisição de equipamentos de saúde

18-10-2020

Na quarta-feira (07), recebemos servidores do Departamento Penitenciário Nacional e de Minas Gerais (DEPEN/DEPEN-MG). Os...

Leia mais

APAC de Perdões inaugura sala de informática

19-08-2020

APAC de Perdões recebe visita do Diretor Geral da FBAC, Valdeci Ferreira, e inaugura sala...

Leia mais

APAC de Rio Piracicaba enfrenta pandemia com criatividade e muito trabalho

03-08-2020

O mês de Julho foi especial na APAC feminina de Rio Piracicaba, devido às diversas...

Leia mais

APACs DE FRUTAL DOAM MÁSCARAS PARA ASILO PIO XII

30-07-2020

A APAC (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados de Frutal) colabora com o Asilo...

Leia mais

CAMPANHA HUMANIZAR A PENA. PROMOVER A VIDA JÁ ENTREGOU QUASE 40 MIL MÁSCARAS PARA A…

28-07-2020

Iniciativa da AVSI Brasil e FBAC, cofinanciada pela União Europeia,  tem como meta a produção de...

Leia mais

APAC de Inhapim combate a pandemia com criatividade e ousadia

17-07-2020

A APAC de Inhapim, desde o início da pandemia, viu-se compelida a fazer algo para...

Leia mais

APAC de Campo Belo doa máscaras para Vila Vicentina

15-07-2020

Doação de 540 máscaras para a Vila Vicentina Furtado de Menezes   Pr. Walter, presidente da APAC,...

Leia mais

APAC Arcos distribui máscaras de proteção para instituições da cidade

15-07-2020

Máscaras de Proteção estão sendo produzidas na Instituição pelos recuperandos do regime fechado No dia 14...

Leia mais

APAC de Santa Maria combate à pandemia com dedicação e empenho

10-07-2020

Desde que a pandemia começou, todos na APAC de Santa Maria (recuperandos, familiares, funcionários e...

Leia mais

APAC de Porto Alegre inicia confecção de máscaras

06-07-2020

A APAC de Porto Alegre/RS - Partenon, que tem como um de seus pilares a...

Leia mais

FBAC homenageia Des. Nelson Missias

05-07-2020

No dia 25 de março, a Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados (FBAC), homenageou o...

Leia mais

Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac e APAC produzem máscaras de pano para proteção contra…

03-07-2020

As máscaras são grandes aliadas para evitar a proliferação da Covid-19. Devido à importância desse...

Leia mais

APAC de Itapecuru Mirim recebeu máquinas para confecção de máscaras

02-07-2020

A Associação de Proteção aos Condenados (APAC) de Itapecuru-Mirim recebeu, na quarta-feira, 1º de julho,...

Leia mais

Mantena inaugura primeira etapa de construção da APAC

30-06-2020

A comunidade de Mantena, na região mineira do Rio Doce, deu um importante salto para...

Leia mais

APAC de São João del Rei completa 12 anos

29-06-2020

Neste sábado, dia 27 de junho, a APAC de São João del-Rei completou 12 anos...

Leia mais

Pesquisa avalia violência no sistema prisional em Minas

29-06-2020

Os resultados do primeiro estudo de vitimização da violência contra os presos, realizado no Brasil,...

Leia mais

FBAC organizou manhã de Oração e Jejum das APACs

26-06-2020

No dia 26 de junho, com o tema: "Atravessando a noite com Jesus", a FBAC...

Leia mais

FBAC participa de inauguração na APAC de Patos de Minas/MG

26-06-2020

O Diretor Geral da FBAC, Valdeci Antônio Ferreira, e o presidente do Conselho de Administração...

Leia mais

FBAC participa da inauguração da APAC de Patrocínio/MG

26-06-2020

O Diretor Geral da FBAC, Valdeci Antônio Ferreira, e o presidente do Conselho de Administração...

Leia mais

Recuperandos de Apacs produzirão 350 mil máscaras para combate ao coronavírus

18-06-2020

Cerca de 400 recuperandos e recuperandas de 23 Associações de Proteção e Assistência aos Condenados...

Leia mais

Entregue a primeira leva de máscaras pela APAC São João del Rei

16-04-2020

Entregue a primeira leva de máscaras produzida pelos recuperandos da APAC Masculina e Feminina de...

Leia mais

APAC DE FRUTAL PARTICIPA DE MUTIRÃO DA LIMPEZA CONTRA O COVID-19

11-04-2020

Uma equipe de recuperandos do Regime Semiaberto com autorização para o trabalho externo colaborou, de...

Leia mais

APAC DE PASSOS ENFRENTA PANDEMIA COM REFORMA DE HOSPITAL

09-04-2020

A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados, APAC, visa recuperar o preso, proteger a...

Leia mais

G1 apresenta confecção de máscaras na APAC de Caratinga

06-04-2020

Apac confecciona mascaras que serão doadas para profissionais da saúde Associação de Proteção e Assistência aos...

Leia mais

APAC feminina de Rio Piracicaba produz centenas de máscaras

06-04-2020

As recuperandas da APAC Feminina de Rio Piracicaba, atendendo às recomendações das autoridades civis e...

Leia mais

Parceiros

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • governoMA.jpg
  • isvor.jpg
  • logogoverno.png
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • tjmg.png
  • UE.jpg