Emoção e reflexão

A APAC de Ituiutaba recebeu, no dia 4 de janeiro, a visita do Tio Flávio para uma palestra para os recuperandos, direção e funcionários. O palestrante é parceiro da FBAC, que juntamente com o SENAC MG e o Instituto Minas Pela Paz promovem a dignidade de indivíduos privados de liberdade através de palestras e oficinas.
No mesmo dia da palestra o Tio Flávio, acompanhado de funcionários da APAC, visitou as instalações do Presídio de Ituiutaba, para que durante a palestra levasse mais realidade e exemplos bem específicos do que aqueles homens que ali cumprem pena já presenciaram.

Governador visita APAC de Itaúna e anuncia ampliação de vagas

No dia 10 de janeiro a APAC de Itaúna, juntamente com a FBAC, receberam a visita do Governador de MG, Romeu Zema. Ao lado do vice-governador Paulo Brant, do presidente do TJMG, desembargador Nelson Missias de Morais, do secretário de Estado de Segurança Pública, General Mário Araujo, ele pode conhecer as dependências da APAC. Conduzidos por recuperandos, os visitantes ficaram impressionados com a estrutura e organização da casa.

Esta foi uma visita histórica, pois pela primeira vez um governador de Estado em exercício visitou uma APAC. Romeu Zema assumiu o compromisso de ampliar para 8.000 vagas a capacidade da APAC, até o final de seu governo. Atualmente as APACs oferecem 3.700 vagas para o cumprimento de pena.

O governador ficou muito impactado com a visita e disse: “Este método precisa ser mais disseminado. Avançamos muito, de 70 para 4 mil vagas nestes últimos anos, mas eu estava comentando com o presidente Nelson Missias, que nestes próximos quatro anos, a gente saia de 4 mil para 8 mil vagas. Há várias APACs em construção, muitas abandonadas. Não somente o Poder Executivo, mas o meu envolvimento pessoal será constante. Irei atrás de pessoas que possam contribuir e doar. Será uma causa que estarei envolvido, porque sei de sua importância. Quero em minhas visitas pelo Estado visitar as APACs, que hoje são mais de trinta. Esta é somente a primeira das várias APACs que estarei visitando. Muito obrigado!”

Na avaliação da FBAC esta foi uma visita muito importante, pois foi a primeira vez que um governador em exercício visitou a APAC, ainda nos primeiros dias de seu governo. A leitura que fazemos é que as APACs estarão entre as prioridades da política pública de segurança e do sistema prisional do governo Zema. Sua visita acendeu nossa esperança de que o projeto das APACs será cuidado com a dignidade, o respeito e a dedicação que merece pelos resultados apresentados.

Também participaram da visita o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Giovanne Gomes da Silva, o chefe da Polícia Civil do Estado, delegado-geral Wagner Pinto, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Edgard Estevo da Silva, o chefe do Gabinete Militar do Governador, coronel Borges, além de juízes, lideranças locais, entre outras autoridades.

Presidente do TJMG e governador visitam Apac de Itaúna

Governador anuncia apoio à ampliação de vagas para recuperandos

O governador Romeu Zema, de Minas Gerais, assumiu nesta quinta-feira, 10 de janeiro, em Itaúna, durante visita à Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) local, o compromisso de duplicar até o final de seu governo o número de vagas para recuperandos nas Apacs do Estado, que atualmente é de aproximadamente quatro mil.

A visita do governador aconteceu a convite do presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargador Nelson Missias de Morais, que elogiou e celebrou o compromisso assumido por Romeu Zema, como uma oportunidade de ampliar o número de Apacs, “que são o método verdadeiramente humanizado e eficaz de recuperação de apenados”.

Pela primeira vez um governador em exercício de Estado visita uma Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC). Ele estava acompanhado do vice-governador, Paulo Brant, do secretário de Segurança Pública, Mario Lucio Alves de Araújo, dos comandantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros e do Chefe da Polícia Civil.

O desembargador Nelson Missias recebeu a comitiva, acompanhado da desembargadora Márcia Milanez, do juiz auxiliar da Presidência, Luiz Carlos Santos, do juiz da comarca de Itaúna, Paulo Carvalho, e do juiz aposentado e professor Luiz Alves Lopes, de Governador Valadares, um dos iniciadores do projeto das Apacs.

O governador Romeu Zema, ao justificar seu propósito de aumentar o número de vagas para recuperandos nas Apacs, comentou que essa pode ser a alternativa para amenizar o quadro caótico da segurança pública em Minas Gerais, devido ao alto índice de recuperação dos apenados.

O chefe do Poder Executivo Estadual afirmou que irá se envolver pessoalmente no incentivo a ampliação das unidades das associações, inclusive solicitando apoio da iniciativa privada.

Humanizar o cumprimento da pena

O presidente Nelson Missias de Morais explicou ao governador que o TJMG, por meio do Programa Novos Rumos, promove inúmeras iniciativas voltadas para humanizar o cumprimento das penas privativas de liberdade. Entre elas, destaca-se o estímulo à implantação e consolidação do método Apac nas comarcas do estado de Minas Gerais.

A Apac de Itaúna é pioneira na aplicação do método em Minas. O desembargador Nelson Missias de Morais referiu-se ao êxito alcançado por essa Apac para realçar a importância de investir em políticas públicas direcionadas para recuperar apenados.

O magistrado enfatizou que o modelo de sucesso das Apacs tem mostrado, de longa data, que é possível reinserir na sociedade pessoas que cometeram algum deslize e foram punidas.

Sobre o aumento das unidades, o presidente Nelson Missias de Morais defendeu o envolvimento do Poder Público na iniciativa, não só por meio do Judiciário e do Ministério Público, mas também do Executivo, da Defensoria Pública, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MG), entre outras instituições, e também da sociedade, que tem que acreditar nesse modelo de execução penal.

Modelo de sucesso

Nelson Missias de Morais: índice de reincidência entre recuperandos das Apacs é de 15%, enquanto no sistema penitenciário tradicional é de 80%

O presidente Nelson Missias de Morais expôs alguns dados sobre as Apacs, que atualmente abrigam cerca de quatro mil recuperandos no estado e apresentam dados excepcionais quanto à recuperação dos apenados.

O índice de reincidência entre os recuperandos das Apacs é de aproximadamente 15%, enquanto chega a 80% no sistema penitenciário tradicional. O custo per capita é de pouco mais de R$ 1,1 mil nas Apacs, e chega a três vezes esse valor no sistema tradicional, registrou o magistrado.

Durante a visita, o governador Zema conheceu o espaço físico da Apac de Itaúna. Nela, convivem recuperandos que estão no regime fechado e semiaberto.

Ao lado do presidente do TJMG, o governador ouviu detalhes apresentados pelo recuperando Bruno Adriano Barcelar sobre a rotina diária dos recuperandos, com relatos sobre as atividades de trabalho, estudo e oração.

Boa impressão

Sobre a visita, o governador Zema comentou que ela é mais enriquecedora que qualquer relatório escrito. Disse que ficou entusiasmado com tudo que viu e ouviu e passou a acreditar na recuperação do ser humano.

O presidente Nelson Missias de Morais comparou a visita do governador Romeu Zema à Apac de Itaúna como um abraço ao projeto. Enfatizou que essa visita é um gesto simbólico que resultará na ampliação do projeto Apac, sonho acalentado por inúmeros magistrados mineiros.

Um desses magistrados é o juiz Paulo Antônio de Carvalho, titular da 1ª Vara Criminal, do Júri e de Execuções Penais da comarca de Itaúna. O magistrado, desde 1997, tem apoiado a Apac local e credita o sucesso ao comprometimento de todos os atores envolvidos na execução da pena, entre eles, promotores, advogados, defensores públicos, voluntários e sociedade civil.

O juiz lembrou que no início havia uma grande rejeição ao projeto. Com a sensação de vitória, relata que uma pesquisa recente aponta que a rejeição da sociedade de Itaúna é de apenas 2%.

Apacs em Minas

Minas Gerais conta, atualmente, com 39 Apacs em funcionamento, entre unidades masculinas e femininas. As Apacs são pessoas jurídicas de direito privado que administram os Centros de Reintegração Social (CRS) de recuperandos.

São conduzidas pela Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados (FBAC), tendo como parceiros o TJMG, por meio do Programa Novos Rumos, e são parceiros estratégicos das Apacs o governo do estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Defesa Social (SEDS), o Ministério Público, a Fundação AVSI e o Instituto Minas pela Paz.

Assessoria de Comunicação Institucional – Ascom
Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG
(31) 3306-3920
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
facebook.com/TJMGoficial/
twitter.com/tjmgoficial
flickr.com/tjmg_oficial

Fonte: TJMG

Recuperandas da APAC feminina de Pouso Alegreapresentam projeto na III Feira de Negócios da Univás

Recuperandas da Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (APAC) feminina de Pouso Alegre, apresentam o projeto na III Feira de Negócios da Univás, nesta terça-feira, dia 6 de novembro. “O projeto consiste na criação de bonecas de pano artesanais, que representam a menina brasileira de forma diversificada e inclusiva, com maior ênfase nas bonecas negras, que contemplam as características destas meninas como tons de pele e cabelos. Em alguns exemplares, as bonecas mostram deficiências físicas por meio de acessórios como cadeiras de rodas, óculos, bengalas e a amputação de alguns membros”, conta a professora da Univás, Letícia Rodrigues Pereira, que orienta o projeto.

Segundo Letícia Pereira, a ideia é que a fabricação do produto seja expandida e que passe a ser uma forma de renda tanto para as recuperandas como para a instituição, que atualmente conta com doações e ajuda do governo para sua manutenção. “O projeto contribui para a filosofia de recuperação da APAC por meio do trabalho, do estudo e da espiritualidade. Será a primeira vez que as recuperandas vão visitar uma universidade e este pode ser um passo importante para que elas queiram não apenas empreender como dar sequência aos estudos assim que deixarem a APAC”, analisa a professora Letícia.

A III Feira de Negócios faz parte da Semana da Administração da Universidade do Vale do Sapucaí (Univás), que acontece de 5 a 9 de novembro. Do evento, participam alunos do curso de Administração, da Escola Estadual José Marques Oliveira e recuperandas da APAC Feminina. A abertura do evento acontece hoje, dia 5 de novembro, a partir das 19h. No total, são 30 horas de palestras e, ao final, entrega de prêmios para os melhores trabalhos apresentados durante o evento.

Fonte: Univas

 

FBAC realiza encontro de avaliação e planejamento

A Equipe Executiva da FBAC realizou em Itaúna/MG, dos dias 11 a 14 de dezembro, encontro de avaliação e planejamento. Toda a equipe da FBAC, atuantes em Minas Gerais e no Maranhão estiveram presentes. 

Os dias iniciaram com forte momento de espiritualidade, seguido de discussões, reflexões e avaliações sobre o ano de 2018. O último dia foi dedicado para planejar as ações da FBAC para 2019. Durante o encontro cada qual pode expressar suas dúvidas, incertezas e esperanças, gerando assim um grande momento de integração e amizade entre os integrantes da equipe.

A semana foi concluída com um momento festivo, onde cada qual pode respirar o espírito natalino, agradecer a Deus pelos feitos do ano de 2018, renovar a esperança  na recuperação do ser humano e se lançar para o ano de 2019 com garra e convição do chamado de Deus. 

Vários membros da equipe expressaram que estes dias foram especiais, contribuindo para seu crescimento pessoal e seu comprometimento com a caminhada das APACs. A FBAC muito se alegra e deseja a todos um Feliz Natal e Paz em 2019! 

 

APAC de Cuiabá lança pedra fundamental

A APAC de Cuiabá/MT realizou, dia 20 de dezembro, a solenidade de lançamento da pedra fundamental do prédio da APAC. É uma área de 5.000m2 destinada pelo Estado de MT. A diretoria da APAC agradece a todos abnegados voluntários, ao Conselho da Comunidade e àqueles que, direta ou indiretamente, estão ajudando na concretização deste sonho. A FBAC muito se alegra e se coloca à disposição para colaborar. Estamos juntos!

 

APAC Feminina de Frutal começou a funcionar nesta quarta

O Centro de Reintegração Social da APAC Feminina de Frutal, com capacidade para 130 recuperandas, iniciou suas atividades oficialmente nesta quarta-feira (19), ao acolher 20 presas vindas de Uberaba, sendo 14 para o regime fechado e o restante para o regime semiaberto. As boas vindas às novas recuperandas foram dadas pelo presidente da APAC, Célio Garcia, pelo vice Natanael de Souza, pela gerente administrativa Paula Queiroz Vieira, pelo juiz de Direito da Comarca, Dr. Gustavo Moreira e pelo defensor público, Reinaldo Ferreira de Queiroz.

“É motivo de alegria e gratidão poder participar deste marco histórico da nossa cidade que é receber nossas irmãs recuperandas”, declarou Celinho. Ele afirma que se sente realizado porque a APAC feminina enfrentou inúmeros desafios que foram vencidos com a ajuda de Deus e de inúmeros parceiros e colaboradores. Para Natanael, é gratificante ver que o sofrimento das detentas e de seus familiares agora serão amenizados. “A APAC traz a transformação, porque através de Deus, elas vão recuperar suas vidas”, afirmou o pastor.

Um dos parceiros do projeto, o juiz Dr. Gustavo Moreira, que pediu para que as recuperandas aproveitem a oportunidade que a APAC está oferecendo, disse que o funcionamento é fruto de um esforço conjunto. A seu ver, o novo CRS terá o êxito desejado, porque se trata de um modelo que traz resultados e que é verdadeiramente capaz de recuperar pessoas. “O sentimento hoje é de gratidão a Deus e a todos os envolvidos por esse sonho realizado”, declarou o defensor Reinaldo Queiroz ao completar que a sociedade frutalense está de parabéns porque a metodologia apaqueana continuará a proporcionar benefícios a todos.

“Hoje amanheci louvando e agradecendo a Deus pela oportunidade que me concedeu de fazer parte desta obra. Senti uma alegria muito grande porque não vejo essas mulheres simplesmente como presas, mas consigo enxergá-las como filhas de Deus”, disse Paula Queiroz. Ela aproveitou para agradecer aos parceiros como Poder Judiciário e Tribunal de Justiça que confiam no trabalho da APAC dando oportunidade das detentas de um cumprimento de pena de forma humanizada.

DEPOIMENTOS

Ao enxergarem à sua frente uma nova oportunidade e um espaço humanizado, a emoção tomou conta das recuperandas recém chegadas. “Muito bom vir para cá, porque no presídio em Uberaba era só sofrimento. Ao chegar aqui senti minha vida renovada”, definiu Fabrícia Silva, 32 anos.

            Há quatro anos presa, a paraguaia Carla Cuevais, disse que finalmente chegou o dia que tanto esperava. Ao agradecer a gerente Paula pelo esforço, ela comemorou o fato de agora poder saber notícias da família, especialmente do filho pequeno. “Quero aproveitar essa oportunidade que estou tendo e sair daqui uma pessoa transformada”.

            Quem também ficou feliz de poder agora estar próxima da família é a frutalense Franciely de Souza Blunde. Segundo ela, foi muito difícil o tempo em que permaneceu em condições subumanas dividindo cela com outras 20 presas em Uberaba. Com uma nova perspectiva, ela faz planos e diz que sua vida agora é só bênçãos porque a APAC surgiu para regenerar e tornar as pessoas de bem.

(Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa APAC Frutal)

APAC feminina de Pouso Alegre realiza comemoração natalina

A APAC feminina de Pouso Alegre comemorou o Natal com as recuperandas no dia 16 de dezembro. Com a presença de seus familiares, o evento foi muito bonito. Com a ajuda dos voluntários Nicolas (palhaço), Marcus (boneco de Lápis) e Viviane (mamãe noel), as crianças foram animadas e, de suas mãos, receberam lembrancinhas e presentes doadas pelo TJMG. Recuperandas e familiars estavam muito felizes e agradeceram imensamente pela iniciativa da APAC em preparar este momento festivo. 

Este momento festivo, se insere na metodologia APAC, no ítem "Família". Somente acolhendo as famílias, tornando-as parceiras na recuperação, se poderá alcançar o objetivo de recuperar a pessoa que errou. Além disso é um momento precioso para reatar ou reforçar os laços familiares. A APAC agradece ao TJMG, voluntários e todos que contribuíram para a organização deste evento. Estamos juntos!

APAC de Porto Alegre recebe primeiros recuperandos

A APAC de Porto Alegre recebeu, dia 16 de dezembro, os dois primeiros recuperandos. Esta é uma data histórica para a APAC e para o cumpriento de pena no Estado do Rio Grande do Sul. Muitas pessoas têm sonhado e trabalhado arduamente para que este momento se tornasse realidade. Com certeza a experiência de Porto Alegre irá marcar o cumprimento de pena e contribuir para o surgimento de outras APACs no Estado do RS.

A FBAC deseja que a APAC de Porto Alegre faça uma boa caminhada, proporcionando aos recuperandos uma mudança real em suas vidas, aos familiares o respeito e dignidade que merecem, e à sociedade em geral, a certeza de que os condenados irão recuperar-se e retornar para a sociedade como cidadãos, parceiros na construção da paz. Que Deus abençoe e conduza a APAC de Porto Alegre. Estamos juntos!

MPMS participa de lançamento da Pedra Fundamental da Construção da APAC

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul participou, nesta sexta-feira (14/12), do lançamento da Pedra Fundamental da Construção da APAC – Associação de Proteção e Assistência aos Condenados. O lançamento foi feito no terreno onde será construído uma unidade da APAC e contou com a presença de diversas autoridades dentre elas as Promotoras de Justiça que atuam na execução penal, Renata Goya Marinho, Coordenadora Adjunta do GAEP (Grupo de Atuação Especial da Execução Penal); Paula da Silva Volpe, Titular da 58ª Promotoria de Justiça.

Com um discurso emocionado, a Defensora Pública aposentada e presidente da Associação, Helita Barbosa Serejo Lemos Fontão relembrou a luta pela realização da instalação de uma unidade em Campo Grande. A APAC abrigará em torno de 40 mulheres, sem agentes penitenciários, em um sistema em que a valorização humana e o resgate da dignidade das recuperandas, aliados à disciplina rígida de trabalho e à religião, são fatores indispensáveis à ressocialização.

Para a Promotora de Justiça Paula Volpe, a construção de uma APAC em Campo Grande representa mais uma oportunidade de resgatar pessoas por meio de esforços tanto dos poderes públicos como da sociedade civil:

“Eu sinto que o Ministério Público tem sido pioneiro nesse trabalho aqui no Mato Grosso do Sul porque nós fomos há muito tempo atrás para conhecer as APAC's quando a ideia ainda não era certa, tivemos todos apoio da Procuradoria-Geral e isso foi fundamental para que o projeto crescesse. O Ministério Público também dá credibilidade a esse trabalho que tem sido feito pela sociedade e por tantas Instituições importantes. Cresce Campo Grande, cresce o Ministério Público quando a gente acredita na ressocialização dos nossos presos.”

Já a Promotora Renata Goya destaca a importância do lançamento da pedra de instalação da unidade: “A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados sem dúvida nenhuma será um marco na execução da pena. O lançamento simboliza mais um degrau no nosso caminho na conquista de uma execução da pena humana, justa e solidária.”

Participaram, ainda, do lançamento, o Prefeito de Campo Grande Marcos Trad; o Presidente do Tribunal de Justiça Ruy Celso; o Juiz de Direito da 2ª Vara de Execução Penal, Mário José  Esbalqueiro Junior; o Coordenador das Políticas Penitenciárias, Rafael Garcia Ribeiro;  o Vereador André Salineiro; o Diretor-Presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves e o Arcebispo Metropolitano de Campo Grande, Dom Dimas.

Implantação - O trabalho para a implantação do método APAC no Estado teve início com a Audiência Pública realizada no dia 1º de dezembro de 2016, pela Promotora de Justiça Jískia Sandri Trentin, à época, Coordenadora Adjunta do GAEP.

Importante lembrar ainda que, na X Reunião Ordinária do GAEP, em 21 de outubro de 2016, Luiz Carlos Resende e Santos, Juiz de Direito da Vara de Execuções Penais de Belo Horizonte – MG apresentou palestra sobre a implantação e funcionamento das APAC’s. Na XI reunião ordinária do GAEP, em 20 de abril de 2017, foi formada Comissão para conhecer o método APAC no estado de Minas Gerais, que já possui 39 unidades instaladas há 15 anos, sendo referência no tema.

APAC - A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados é um modelo de humanização do sistema penitenciário, possuindo uma metodologia focada na valorização humana, estabelecendo melhores condições para os condenados se recuperarem. A APAC tem o propósito de proteger a sociedade, socorrer as vítimas e promover a justiça.

Trata-se de uma entidade civil, sem fins lucrativos, que se dedica à recuperação e reintegração social dos presos. Com a filosofia de “matar o criminoso e salvar o homem”, adota uma disciplina rígida caracterizada por respeito, ordem, trabalho e o envolvimento da família do sentenciado, defendendo que todo o ser humano é recuperável, desde que haja um tratamento adequado.

Texto e fotos: Ana Carolina Vasques/Jornalista-Assecom

Fonte: MPMS

APAC de Imperatriz participa de Concerto Natalino

No dia 14 de dezembro, a  APAC de Imperatiz realizou o 1° Concerto Natalino fora da unidade. Desta forma oito integrantes do coral Vozes da Esperança, composto por recuperandos da APAC, cantaram no pátio da Igreja Santa Tereza D'avila.
O contou com a presença de autoridades, familiares dos recuperandos, voluntários da APAC e toda a comunidade paroquial.

 

APAC Frutal realiza IV Jornada de Libertação com Cristo

A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal realizou entre os dias 06 e 09 de dezembro a IV Jornada de Libertação com Cristo em parceria com a Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados – FBAC. Foram quatros dias de interiorização e de reflexão voltados para os recuperandos, através de uma série de palestras feitas por voluntários parceiros da instituição. Um dos momentos mais emocionantes da Jornada foi a noite do perdão realizada no sábado (8). No domingo (9), foi feita uma homenagem pela APAC em agradecimento aos voluntários e colaboradores que ajudaram na organização do encontro espiritual. Em seguida, foi servido o almoço de confraternização que culminou com a visita dos familiares aos recuperandos.

De acordo com o inspetor de metodologia da FBAC, Wellington Alves, a Jornada é o grande momento em que os recuperandos podem encontrar-se consigo e com Deus, sentir o seu amor e o seu perdão. No encontro, eles refletem sobre sua vida, o mal que fizeram e buscam uma transformação, um novo caminho. “Eu agradeço a acolhida e essa Jornada produziu muitos frutos na vida de todos os participantes”. Para o também inspetor de metodologia, Ari de Jesus, através da Jornada o recuperando foi convidado a fazer uma experiência de Deus que é amor, foi responsabilizado pelo ato que cometeu, mas sentiu que existe uma luz, uma saída.

Outro palestrante, o promotor de justiça da Comarca, Fabrício Costa Lopo, disse que ao falar sobre “O mundo em que vivemos”, quis mostrar aos recuperandos que apesar das adversidades, somente com o resgate de valores como a família será possível mudar a realidade de cada um. Para o pastor Israel Umbelino, o trabalho da APAC precisa ser valorizado porque lida com vidas que são transformadas para o bem. Já o professor José Luiz de Paula e Silva que falou sobre o “Sentido da vida”, disse que acredita no ideal da APAC e que a Jornada é importante porque nenhum erro é maior do que o homem.

Na opinião do padre Rogério Consentino de Aguiar, que falou sobre a trajetória de Santo Agostinho, a Jornada é uma oportunidade de dar aos recuperandos a chance de encontrar em Cristo uma nova vida. De acordo com o pastor Natanael Silveira de Souza, trata-se de um encontro em que é trabalhado o lado espiritual do recuperando que tem a chance de se regenerar das falhas cometidas.

Durante a Jornada, estiveram presentes representantes das APACs de Porto Alegre/RS e Patos de Minas/MG, que vieram conhecer a estrutura da instituição e participar do encontro. A encarregada administrativa da APAC de Patos de Minas, Késsia Janaina, afirmou que leva um aprendizado, uma experiência única e exemplos de perseverança e de valorização humana. Já o representante da APAC de Porto Alegre, Mauro Melo, disse que adquiriu uma bagagem rica em conhecimento, que pretende implantar na instituição gaúcha que começa a funcionar no próximo dia 18 de dezembro. “Agradeço a todos que se dedicaram para que esse momento fosse único”, destacou.

Para o presidente da APAC, Célio Garcia da Silva, a Jornada propiciou momentos de reflexão profunda que mexeu com a vida de todas as pessoas envolvidas. Ele aproveitou para destacar e agradecer a participação do início ao fim de voluntários e colaboradores que se dedicaram dia e noite na organização do encontro. “Saio desta Jornada mais fortalecido, com a sensação do dever cumprido”, disse Celinho.

A gerente administrativa Paula Queiroz Vieira, acredita que Deus agiu grandemente durante os quatro dias de Jornada na APAC Frutal. Segundo ela, houve a participação e o envolvimento de representantes da FBAC, voluntários e da sociedade em geral ministrando palestras, buscando acrescentar o amor de Deus na vida de cada recuperando. “Acredito que nesta Jornada muitos deles foram tocados, disse Paula ao completar que o tema deste ano “Reconciliai-vos com Deus e com o próximo” foi oportuno porque ensinou que de nada adianta professar a fé se não formos capazes de nos perdoar e perdoar os outros.

(Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa da APAC Frutal)

Outras notícias

APAC de Ivaiporã-PR inicia suas atividades

05-02-2019

No iníco de fevereiro a APAC de Ivaiporã iniciou suas atividades, sendo a terceira APAC...

Leia mais

O que é APAC?

24-01-2019

A APAC é uma entidade civil de direito privado, com personalidade jurídica própria, dedicada à...

Leia mais

Presidente do TJMG e governador visitam Apac de Itaúna

10-01-2019

Governador anuncia apoio à ampliação de vagas para recuperandos O governador Romeu Zema, de Minas Gerais,...

Leia mais

APAC de Cuiabá lança pedra fundamental

20-12-2018

A APAC de Cuiabá/MT realizou, dia 20 de dezembro, a solenidade de lançamento da pedra...

Leia mais

APAC feminina de Pouso Alegre realiza comemoração natalina

17-12-2018

A APAC feminina de Pouso Alegre comemorou o Natal com as recuperandas no dia 16...

Leia mais

APAC de São João del-Rei promove batizado coletivo

01-11-2018

No sábado, 20 de outubro, a APAC de São João del-Rei realizou a cerimônia de...

Leia mais

Inauguração da “Brinquedoteca Semente do Amanhã”

16-10-2018

         Na sexta-feira e no domingo, 12 e 15, a APAC de...

Leia mais

FBAC realiza curso para Encarregados de Segurança

29-08-2018

Em Parceria com o Tribunal de Justiça de MG, o Programa Novos Rumos, a FBAC ...

Leia mais

Formatura do Curso de Mecância acontece na APAC de Januária

14-08-2018

A APAC de Januária realizou a cerimônia de formatura e a entrega dos certificados aos...

Leia mais

APAC de São João del-Rei participa de workshop no SESC São Paulo

04-07-2018

No último sábado, 30, uma equipe de funcionários e um recuperando da APAC Masculina de...

Leia mais

APAC de São João del-Rei encerra o VII Curso de Formação de Voluntários

20-06-2018

No último sábado, 16, a APAC de São João del-Rei realizou a cerimônia de encerramento...

Leia mais

Representantes da segurança e da justiça federal de Uberaba conhecem a APAC Frutal

04-06-2018

Representantes do Conselho Municipal de Segurança Pública e da justiça federal de Uberaba visitaram esta...

Leia mais

JUIZ JOÃO MATOS APRESENTA EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA SOBRE O MÉTODO APAC EM PARÓQUIA DE SANTANA

14-05-2018

“Do amor ninguém foge – a experiência da APAC no Brasil” foi o tema de...

Leia mais

Colaboradores e recuperandos fazem exames no Dia Nacional de Prevenção à Hipertensão

02-05-2018

No Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão, colaboradores e recuperandos da Associação de...

Leia mais

FBAC realiza capacitação para funcionários na APAC de São João del Rei

25-04-2018

As APACs masculina e feminina de São João del Rei/MG receberam a capacitação para seus...

Leia mais

APAC de Pirapora realiza II Jornada de Libertação com Cristo

09-04-2018

A APAC de Pirapora/MG realizou, dos dias 5 a 8 de abril, a II Jornada...

Leia mais

APAC de Varginha realiza várias reuniões em 2018

03-04-2018

Membros da APAC de Varginha reunem-se mensalmente para avaliar e programar suas atividades. Normalmente as...

Leia mais

Homenagem a Dona Cleuza

28-03-2018

"Pelos frutos conhecereis a árvore." Mateus 7,16 Faleceu dia 27 de março Dona Cleuza, mãe do...

Leia mais

Seminário de Estudos e Conhecimento do Método APAC para Voluntários Visconde do Rio Branco…

22-03-2018

Nos dias 16 a 18 de março de 2018, a FBAC – Fraternidade Brasileira de...

Leia mais

APAC Frutal conta agora com fábrica de blocos de cimento

19-03-2018

Quem deseja conquistar o sonho da casa própria ou reformar um imóvel possui agora em...

Leia mais

APAC feminina deverá estar pronta em junho deste ano

20-02-2018

A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal está correndo contra o...

Leia mais

Completam-se 37 anos do martírio de Franz de Castro

14-02-2018

Hoje completam-se 37 anos do martírio de Franz de Castro. Franz viveu e morreu por...

Leia mais

Cardeal do Rio de Janeiro visita APAC de Itaúna

09-02-2018

No dia 31 de janeiro a APAC de Itaúna recebeu a visita do Cardeal do...

Leia mais

Natal do Tio Flávio Cultural na APAC Santa Luzia

17-01-2018

No dia 19/12, como acontece todos os anos, os voluntários do Tio Flávio Cultural foram...

Leia mais

Recuperando da APAC de São João del-Rei vence o Festival da canção

06-11-2017

Aconteceu hoje, 27 de outrubro, na APAC SJDR a final do Festival da Canção. A...

Leia mais

Seminário do Método APAC será realizado em Pelotas/RS

06-11-2017

A cidade de Pelotas/RS receberá nos dias 17, 18 e 19 de novembro o Seminário...

Leia mais

Comitivas visitam APAC de SJDR

30-10-2017

Na última semana a APAC de São João del-Rei recebeu a visita de três comitivas,...

Leia mais

APAC de Pedreiras realiza curso para recuperandos

23-10-2017

Aconteceu no Centro de Reintegração Social de Pedreiras, nos dias 17 a 19 de outubro...

Leia mais

APAC juiz de fora se articula para inciar APACs masculina e feminina

03-10-2017

Boas notícias para Juiz de Fora e região da Zona da Mata! Avançam os entendimentos...

Leia mais

Tradicional “Dia da Pizza” da APAC Frutal mobiliza colaboradores, recuperandos e a sociedade

11-09-2017

Já há alguns anos a sociedade frutalense se acostumou a contribuir com um dos mais...

Leia mais

Parceiros

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg