APAC VARGINHA É HOMENAGEADA PELA CÂMARA MUNICIPAL DE VARGINHA COM MOÇÃO DE APLAUSOS E RECONHECIMENTO

A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados - APAC Varginha, foi homenageada com uma Moção de Aplausos e Reconhecimento concedida pela Câmara Municipal de Varginha. A honraria foi entregue pelo autor da indicação, Vereador Joãozinho Enfermeiro em sessão legislativa realizada na noite da última segunda feira (4). 

Ao usarem a Tribuna Livre o mencionado Vereador destacou que o Presidente da APAC, Alexandre Prado, toda a Diretoria e Voluntários são merecedores devido ao bom desempenho que vêm tendo na administração da APAC Varginha. “A APAC Varginha é um exemplo a ser seguido”, elogiou. 

Ao falar também na Tribuna, Alexandre, presidente da APAC, disse que o Título é uma realização pessoal e profissional e que por isso faz questão de dividi-lo com toda a equipe de colaboradores da APAC, segundo ele, também responsáveis pelo crescimento e o sucesso da instituição. Ao agradecer a lembrança por parte das vereadores, Alexandre Prado afirmou que aprendeu a se tornar uma pessoa melhor depois que passou a prestar esse trabalho social porque tem tido a chance de ajudar e ser ajudada ao mesmo tempo.

Ele acrescentou que se sente realizado por Deus a ter escolhido para cumprir algo que considera uma missão que é tornar a vida do outro cada dia melhor.

 

 

Prisões sem guardas ou armas no Brasil

Por Jo GriffinItaúna,

Itaúna, Brasil 

22 de Maio de 2018

 

No primeiro dia em sua nova cela, Tatiane Correia de Lima não reconhecia a si mesma.

“Foi estranho ver a mim mesma em um espelho de novo”, diz a mãe de 26 anos, mãe de dois filhos, que cumpre uma sentença de 12 anos no Brasil. “No começo eu não conhecia quem eu era”.

O país sul-americano tem a quarta maior população prisional do mundo e suas prisões estão regularmente sob os holofotes por suas condições precárias, com superlotação crônica e violência de gangues provocando distúrbios mortais.

O que está por trás das rebeliões das prisões no Brasil?

Lima abacou de ser transferida de uma prisão do sistema penitenciário comum para uma unidade administrada pela Assosiação de Proteção e Assitência aos condenados (APAC) na cidade de Itaúna, no estado de Minas Gerais.

Ao contrário do sistema comum, “o qual rouba nossa feminilidade” como coloca Lima, na APAC ela tem permissão de usar suas próprias roupas e tem um espelho, maquilagem e tinta para cabelos.

Mas a diferença entre os regimes vai muito além do superficial.

Sem guardas

O sistema APAC tem recebido um crescente reconhecimento como uma resposta segura, mais barata e mais humana para a crise das prisões do país. 

Em 20 de março uma nova prisão APAC foi inaugurada em Rondônia, a primeira na região norte do país, elevando o número de unidades administradas pela associação no território nacional para 49.

Todos os presos das APACs devem ter passado pelo sistema convencional e devem demonstrar remorso e estarem dispostos a seguir um estrito regime de trabalho e estudo, os quais são parte da filosofia do sistema.

Não há guardas ou armas e os visitantes são recebidos pelos apenados que destrancam a porta principal para a pequena prisão de mulheres. 

As condenadas conduzem ao caminho para a “suíte conjugal”, um quarto brilhantemente decorado com uma cama dupla onde são permitidas a passarem um tempo privado com seus parceiros que vem visita-las de fora da prisão.

Ela então mostra aos visitantes uma sala onde as mulheres estão rotulando garrafas de sabão que serão vendidas fora. 

As prisões APAC foram criadas a partir de um grupo de católicos em 1972 e agora são coordenadas e apoiadas pela organização não governamental Italiana – fundação AVSI e a Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados.

O vice-presidente da AVSI do Brasil, Jacopo Sabatiello, diz que amor e trabalho são as prioridades nessas penitenciárias. “Aqui, nós chamamos a cada um pelo seu nome, não por um número e não pelos apelidos, que provavelmente foram adquiridos durante a vida de crime, ” diz ele. 

Recuperação

Os condenados são conhecidos como recuperandos (pessoas em recuperação), refletindo o foco da APAC na justiça restaurativa e reabilitação.

Eles devem estudar e trabalhar, as vezes em colaboração com a comunidade local. Se eles não o fazem – ou se eles tentam fugir - eles correm o risco de serem devolvidos ao sistema convencional. 

Já houve agreção física mas nunca um homicídio em uma prisão APAC, diz Sr. Sabatiello.

Ele diz que a ausência de guardas reduz a tensão. Algumas das mulheres aqui cumprem penas de prisão perpétua e cometeram crimes hediondos, mas a atmosfera é calma.

“Eu ainda estou tentando esquecer meu antigo numero da prisão”, diz Aguimara Patricia Silva Campos, quem agora lidera um conselho da prisão que está em contato com a administração.

Campos passou quatro meses em uma prisão convencional por uma condenação de tráfico de drogas e associação depois que 26 gramas de crack foram encontradas na casa que dividia com seu ex marido.

“Todas nós fomos jogadas juntas, 20 presas dormindo no chão em colchões imundos, e a comida era intragável ", diz ela.

Ela diz que seus parentes eram revistados em cada visita, uma prática que muitas mulheres condenadas reclamam. 

Criminosos perigosos

Mas a situação de Campos também reflete problemas mais amplos no sistema prisional brasileiro. Especialistas dizem que as mulheres são freqüentemente apanhadas no crime por meio de um parceiro masculino e depois jogadas em uma cela com criminosos perigosos.

Esta é uma razão pelas quais a população prisional feminina do Brasil teve um aumento acentuado nos últimos anos.

“Eu não sabia nada sobre o crime quando eu fui para prisão”, diz Campos. “A mulher próxima a mim tinha decapitado seu vizinho e carregado a cabeça dele em uma bolsa.”

A mãe de dois filhos está agora cortando dias de sua sentença de oito anos através do trabalho e progrediu para o regime semi-aberto na prisão.

Reduzir uma sentença por meio de trabalho e estudo também é permitido no sistema convencional, mas raramente é aplicado, diz o juiz Antonio de Carvalho, que apóia o sistema Apac em Itaúna.

"É uma triste reflexão sobre o sistema convencional que Apacs são elogiadas por defender a lei", diz ele. "Não tenho dúvidas de que os Apacs são uma maneira eficaz de garantir os direitos humanos dos prisioneiros dentro do sistema penitenciário brasileiro".

Amor atrás das grades

Por enquanto, Lima permanece no regime fechado da prisão, com menos privilégios, e tem que ganhar sua progressão para a área semi-aberta.

Todos as novas reclusas entram no regime fechado e devem obter a sua transferência para o regime semi-aberto. As presas podem então progredir para o regime aberto, onde elas podem deixar a prisão uma vez por semana.

No entanto, mesmo dentro dos muros da prisão, Lima encontrou um namorado. 

Sentada em sua cela, ela conta como ela e sua companheira de cela, Viviane Campos, de 38 anos, começaram a namorar um par de amigos na prisão Apac masculina, do outro lado da cidade, depois de enviar cartas pela administração da prisão.

"Sim, gostamos de unir as pessoas", diz Eduardo Henrique Alves de Oliveira, da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados. "Queremos que todos os recuperandos se sintam bem aqui."

No pátio do lado de fora, sob a grade que cobre parcialmente o céu, está a mensagem da Apac: "Do amor ninguém foge".

PROJETO FAMILIA APAC PATO BRANCO/PR

A APAC de Pato Branco em parceria com o CRAS- Centro de Referencia de Assistência Social Carolina Amadori, realiza mensalmente reunião com psicóloga e assistente social e familiares de recuperandos que residem na zona sul de Pato Branco.

Nos encontros são realizadas dinâmicas de fortalecimento de vínculos. Uma oportunidade de troca de informação, expor seus anseios, relacionamento familiar, dificuldades em relação a ausência do familiar em recuperação na APAC, etc. Um espaço onde se consegue trabalhar com as famílias algumas linhas mestras, que compõem a metodologia apaqueana a exemplo:  espiritualidade, valorização humana e disciplina. Temos conseguido encaminhar muitas demandas sociais, principalmente drogadição e alcoolismo.

Algumas famílias não conseguem participar por causa do trabalho, mas realizamos visita domiciliar aos sábados ou um bate papo descontraído na APAC aos domingos junto com o recuperando.

Este projeto nasceu em 2017, com inúmeros encontros.

Esta foi a primeira reunião do ano de 2018. 

 

A segunda reunião aconteceu no “Projeto Ser Mulher” da Secretaria de Assistência Social -– Dia da Beleza.

Pato Branco, maio 2018

Rosa Maria Pelegrini

Assistente Social

 

Tio Flávio visita APAC de Frutal

A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal promoveu na semana passada a palestra motivacional “Sonhar e Realizar” direcionada aos recuperandos e colaboradores da instituição. Em seguida, realizou a I mesa redonda com o tema “A Apac como alternativa do cárcere privado”. Para o debate, foram convidados os representantes dos Poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e do Diretório Acadêmico do Curso de Direito da UEMG – Campus Frutal.

Já a palestra foi ministrada por Tio Flávio, um dos mais requisitados palestrantes e fundador do movimento Tio Flávio Cultural que coordena 23 projetos sociais mineiros. De acordo com a encarregada de segurança da APAC e mediadora do debate, Paula Queiroz Vieira, a palestra mostrou o quanto o nosso tempo é valioso e que pode ser doado ao outro, transformando vidas. Em relação à mesa redonda, segundo Paula, o objetivo foi passar à sociedade o quanto a APAC ainda pode contribuir para o sistema prisional do país.

Para Tio Flávio, foi gratificante deixar ao recuperando uma mensagem de esperança. Sobre a mesa redonda, ele disse que achou valiosa a contribuição e a presença de cada representante da sociedade. Para o presidente da APAC, Célio Garcia, o debate teve muito a ensinar e a palestra do Tio Flávio passou uma mensagem de otimismo e de valorização humana.

A Prefeita de Frutal, Maria Cecília Marchi Borges (Ciça) definiu o evento com um encontro valioso e de muito aprendizado. O presidente da Câmara de Frutal, Querino Vasconcelos, falou que foi satisfatório estar num ambiente de plena recuperação humana. A advogada Daniela Côrtes que representou o juiz de Direito da Comarca, Gustavo Moreira, elogiou o debate e a didática utilizada por Tio Flávio para sensibilizar os recuperandos e o público presente. O diretor da Secretaria de Estado de Administração Prisional - SEAP, Edson da Silva, disse que a APAC Frutal é a solução do problema do cárcere brasileiro porque humaniza o indivíduo e traz pra dentro da instituição a família e a sociedade.

(Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa da APAC Frutal)

 

APAC de Rio Piracicaba comemora 4 anos

A APAC de Rio Piracicaba completou 4 anos de atividade em março de 2018. Para comemorar a data, a diretoria da insituição organizou uma recepção, onde estiveram presente autoridades da cidade e de cidades visinhas. A recepção foi um grande momento de apresentações das recuperandas, momento de alegria, entrosamento, que contagiou a todos os presentes.

Senhora Maurilene mendes disse: "Gratidão pelo dia de hoje. Poder estar junto com essa família é um privilégio, que só tenho a agradecer. Cada uma com sua história. Acabamos de sair de lá mais sábios do que entramos. Obrigada a todos os funcionários. Agradeço todas as autoridades presentes, no nome do Sargento Wilsson, empresários, na pessoa do Antônio Vitor, ao sindicato dos trabalhadores rurais, à Pastora Sonia Gomes, ao Gabriel Santos que proporcionou muita descotração e alegria para todos. A toda a diretoria da APAC que se torna uma família, junto a funcionários, voluntários e recuperandas. Meus sinceros agradecimentos pela maravilhosa recepção."

APAC de São João del-Rei recebe visita da Kroton Educacional

A APAC de São João del-Rei recebeu na sexta-feira, 08, a visita de representantes do grupo Kroton Educacional, sendo representantes dos estados de Minas Gerais e São Paulo.

A Kroton é uma Instituição que atua nacionalmente, assistindo mais de um milhão de alunos em todo território. Além do trato da educação formal, a Kroton desenvolve vários projetos sociais. No ano passado, foram mais de dois mil projetos que atingiram comunidades necessitadas. A visita das representantes teve como objetivo conhecer as unidades masculina e feminina da APAC de São João del-Rei, podendo assim constatar a eficácia da política educacional da unidade.

Segundo o desembargador, Dr. Luiz Carlos Rezende, São João del-Rei é uma potência para o âmbito educacional. Tal fato é constatado pelos altos índices de escolaridade, formação e acesso educacional. A Kroton está desenvolvendo um projeto social para unidades prisionais e as APACs serão beneficiadas com o mesmo. Sua estrutura compreende seis passos, estes que dialogam com a formação e instrução de pessoas reclusas de liberdade, com a comunidade e com funcionários das unidades.

O projeto será executado entre a Kroton e as unidades do Colégio Pitágoras. Além da visita, as representantes participaram de um bate-papo entre alunos da E.E Detetive Marco Antônio de Souza, alunos que cursam o ensino superior, funcionários da escola, funcionários da APAC SJDR e ainda com o presidente da APAC, Antônio Carlos de Jesus Fuzatto.

A conversa perpassou a criação da escola, o método educacional aplicado, os projetos desenvolvidos entre professores e alunos e as parcerias externas, como o programa de remição por leitura, feito pelo Centro Universitário Presidente Tancredo Neves - UNIPTAN.

 

A Presidente e o 2º Secretário da APAC de Pirapora estiveram na solenidade em comemoração a Batalha Naval do Riachuelo.

 

No dia 11/06/2018 estiveram presentes a Presidente e o 2º Secretário da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC de Pirapora – Katia Cristiane Santos Castro e José Trajano Porto em cerimônia comemorativa realizada na Capitania Fluvial do São Francisco em comemoração aos 153º Aniversário da BATALHA NAVAL DO RIACHUELO – data magna da Marinha.

Representantes da segurança e da justiça federal de Uberaba conhecem a APAC Frutal

Representantes do Conselho Municipal de Segurança Pública e da justiça federal de Uberaba visitaram esta semana o Centro de Reintegração Social da APAC Frutal. O objetivo foi conhecer o funcionamento da instituição de modo que sejam unidas forças em torno da implantação da APAC em Uberaba que já foi contemplada com a doação de uma área para a execução da obra.

De acordo com a Encarregada de Segurança, Paula Queiroz Vieira, a visita a Frutal foi uma orientação da FBAC que congrega, fiscaliza e administra as APAC’s no Brasil e no mundo por ser a instituição local também referência na aplicação do método APAC. “Estamos felizes e honrados com a presença destes representantes que pretendem implantar uma APAC em Uberaba”, ressalta Paula.

O secretário municipal do Conselho de Segurança Pública de Uberaba, o capitão da Polícia Militar Roberto Alves de Oliveira, ao se dizer encantado com o que viu, sugeriu que a próxima reunião mensal com as autoridades uberabenses de segurança pública, militar e judiciária seja feita na APAC Frutal. Já a coordenadora da Central de Fiscalização de Penas Alternativas - CEFIPA da Justiça Federal e do fórum de Uberaba, Vanilda Guimarães Leite, disse que leva para Uberaba a certeza de que a APAC Frutal pratica o amor às pessoas que dela precisam.

 (Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa APAC Frutal)

APAC de Nova Lima realiza X Jornada de Libertação com Cristo

A APAC de Nova Lima/MG realizou, dos dias 23 a 26 de maio, a X Jornada de Libertação com Cristo, com o tema: "Enquanto a pessoa vive, ela pode mudar." Com a presença de 71 recuperandos, dos funcionários e de diversos voluntários, a jornada foi um grande momento de reflexão e mudança de vida. 

Sr. Ricardo, presidente da APAC disse: "Este encontro ficará guardado para sempre em meu coração e tenho certeza na vida dos recuperandos, funcionários e voluntários. Deus permitiu que fizéssemos tudo com muito carinho e amor. O final foi coroado com a celebração ecumênica unindo o padre e o pastor na mesma Mesa, foi muito lindo."

A FBAC também muito se alegra com esta jornada, na certeza de que Cristo tocou o coração de todos que participaram, e se coloca à disposição para contribuir no que seja necessário. Estamos juntos!

A Presidente da APAC de Pirapora recebe o Prêmio “Mulher Nota 10”

No dia 24/05/2018 recebeu o prêmio “Mulher Nota 10” a Presidente da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC de Pirapora – Katia Cristiane Santos Castro. 

A Solenidade aconteceu no Centro de Convenções de Pirapora, emocionando público, familiares e sociedade. O ato foi promovido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM). O prêmio “Mulher Nota 10” é destinado a destacar mulheres de reconhecida atuação em Pirapora.

Mensagem do Diretor Executivo da FBAC 2018

“Não mude o homem aquilo que Deus inspirou.”  

Era o ano de 1972, na cidade de São José dos Campos – SP. Sob a inspiração e liderança do advogado e jornalista Mario Ottoboni, nascia a APAC – Amando o Próximo Amarás a Cristo, e dois anos depois, ou seja, em 1974, constituía-se juridicamente a APAC – Associação de Proteção e Assistência aos Condenados. Assim, um Método inusitado de tratamento de presos, surgia no cenário prisional como extremamente revolucionário e a Prisão Humaitá, no centro da cidade joseense, então administrada sem o concurso das polícias civil, militar ou agentes penitenciários, se transformava em um centro de atenção e peregrinação. Durante 25 anos, delegações de todas as partes do Brasil e outros países, ali aportavam para conhecer “in loco” o Centro de Reintegração Social – APAC e a terapêutica penal aplicada, capaz de reverter os altos índices de reincidência, além de reduzir os custos, fugas, atos de violência, etc. Nada, absolutamente nada foi improvisado, pelo contrário, tudo foi meticulosamente estudado e experimentado.

De lá para cá, já se passaram mais de 45 anos, e várias comarcas do Brasil e diversos países, replicaram a experiência da APAC-Mãe de São José dos Campos e deram seguimento ao carisma e ideal do fundador Mário Ottoboni, de modo a manter acesa a chama do amor e da esperança no coração das pessoas privadas de liberdade e colocar em prática a filosofia: “Matar o criminoso e salvar o homem”, conhecida hoje mundialmente.
Certamente que a expansão e multiplicação de todo e qualquer movimento, organização ou empresa, aliado à tentação da inovação e criatividade, bem como a necessidade de mudança de paradigmas em face da mudança da realidade, traz o risco do desvirtuamento da metodologia e o consequente fracasso da proposta.

Neste sentido, acreditamos ser urgente conclamar a todos os envolvidos na causa apaqueana, voluntários, funcionários, recuperandos, familiares, autoridades, parceiros, amigos e colaboradores, a colocarem em prática a assertiva do nosso fundador: «NÃO MUDE O HOMEM AQUILO QUE DEUS INSPIROU», e a nos voltarmos para a essência e razão de ser das APACs, qual seja, a recuperação do preso e a proteção da sociedade.

Nestes tempos de grande visibilidade das APACs, em que muitas vezes, pessoas e parte da imprensa, por razões diversas, teimam em distorcer os fatos, é preciso que sejamos fiéis e leais às ideias, princípios e valores daqueles que nos precederam neste caminho, em especial ao nosso inspirador, criador e fundador da APAC e FBAC, Dr. Mário Ottoboni, servo de Deus a serviço dos presos, afinal, um povo que esquece sua história, não merece sequer viver.

Como discípulos e disseminadores da metodologia APAC, sigamos adiante, unidos e perseverantes, na certeza de que Deus caminha conosco, nos protegendo, orientando e capacitando para o apostolado. Estamos juntos!

Valdeci Antônio Ferreira, Diretor Executivo da FBAC

Outras notícias

APAC de São João del-Rei participa de workshop no SESC São Paulo

04-07-2018

No último sábado, 30, uma equipe de funcionários e um recuperando da APAC Masculina de...

Leia mais

APAC de São João del-Rei encerra o VII Curso de Formação de Voluntários

20-06-2018

No último sábado, 16, a APAC de São João del-Rei realizou a cerimônia de encerramento...

Leia mais

Representantes da segurança e da justiça federal de Uberaba conhecem a APAC Frutal

04-06-2018

Representantes do Conselho Municipal de Segurança Pública e da justiça federal de Uberaba visitaram esta...

Leia mais

JUIZ JOÃO MATOS APRESENTA EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA SOBRE O MÉTODO APAC EM PARÓQUIA DE SANTANA

14-05-2018

“Do amor ninguém foge – a experiência da APAC no Brasil” foi o tema de...

Leia mais

Colaboradores e recuperandos fazem exames no Dia Nacional de Prevenção à Hipertensão

02-05-2018

No Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão, colaboradores e recuperandos da Associação de...

Leia mais

FBAC realiza capacitação para funcionários na APAC de São João del Rei

25-04-2018

As APACs masculina e feminina de São João del Rei/MG receberam a capacitação para seus...

Leia mais

APAC de Pirapora realiza II Jornada de Libertação com Cristo

09-04-2018

A APAC de Pirapora/MG realizou, dos dias 5 a 8 de abril, a II Jornada...

Leia mais

APAC de Varginha realiza várias reuniões em 2018

03-04-2018

Membros da APAC de Varginha reunem-se mensalmente para avaliar e programar suas atividades. Normalmente as...

Leia mais

Homenagem a Dona Cleuza

28-03-2018

"Pelos frutos conhecereis a árvore." Mateus 7,16 Faleceu dia 27 de março Dona Cleuza, mãe do...

Leia mais

Seminário de Estudos e Conhecimento do Método APAC para Voluntários Visconde do Rio Branco…

22-03-2018

Nos dias 16 a 18 de março de 2018, a FBAC – Fraternidade Brasileira de...

Leia mais

APAC Frutal conta agora com fábrica de blocos de cimento

19-03-2018

Quem deseja conquistar o sonho da casa própria ou reformar um imóvel possui agora em...

Leia mais

APAC feminina deverá estar pronta em junho deste ano

20-02-2018

A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal está correndo contra o...

Leia mais

Completam-se 37 anos do martírio de Franz de Castro

14-02-2018

Hoje completam-se 37 anos do martírio de Franz de Castro. Franz viveu e morreu por...

Leia mais

Cardeal do Rio de Janeiro visita APAC de Itaúna

09-02-2018

No dia 31 de janeiro a APAC de Itaúna recebeu a visita do Cardeal do...

Leia mais

Natal do Tio Flávio Cultural na APAC Santa Luzia

17-01-2018

No dia 19/12, como acontece todos os anos, os voluntários do Tio Flávio Cultural foram...

Leia mais

Recuperando da APAC de São João del-Rei vence o Festival da canção

06-11-2017

Aconteceu hoje, 27 de outrubro, na APAC SJDR a final do Festival da Canção. A...

Leia mais

Seminário do Método APAC será realizado em Pelotas/RS

06-11-2017

A cidade de Pelotas/RS receberá nos dias 17, 18 e 19 de novembro o Seminário...

Leia mais

Comitivas visitam APAC de SJDR

30-10-2017

Na última semana a APAC de São João del-Rei recebeu a visita de três comitivas,...

Leia mais

APAC de Pedreiras realiza curso para recuperandos

23-10-2017

Aconteceu no Centro de Reintegração Social de Pedreiras, nos dias 17 a 19 de outubro...

Leia mais

APAC juiz de fora se articula para inciar APACs masculina e feminina

03-10-2017

Boas notícias para Juiz de Fora e região da Zona da Mata! Avançam os entendimentos...

Leia mais

Tradicional “Dia da Pizza” da APAC Frutal mobiliza colaboradores, recuperandos e a sociedade

11-09-2017

Já há alguns anos a sociedade frutalense se acostumou a contribuir com um dos mais...

Leia mais

Diretora da APAC é homenageada pela Câmara de Frutal com Moção de Aplausos e Reconhecimento

05-09-2017

A diretora da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados - APAC Frutal, Paula Queiroz,...

Leia mais

APAC de Rio Piracicaba realiza semana da saúde

07-08-2017

A APAC de Rio Piracicaba realizou, de 1 a 6 de agosto, a semana da...

Leia mais

Colabore

31-07-2017

A FBAC - Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados - não mede esforços para atingir...

Leia mais

Programa Regresso nas APACs de Campo Belo e Governador Valadares

21-06-2017

Em uma iniciativa do Minas Pela Paz e Escola Móvel SESI/SENAI, iniciam hoje dois cursos...

Leia mais

EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS 003/2017 APAC DE INHAPIM/MG

14-06-2017

A APAC de Inhapim/MG, unidade masculina, no uso de suas atribuições, com fim de contratar...

Leia mais

APAC de Pouso Alegre iniciar curso em pedreiro de alvenaria

08-06-2017

Como informação, inicia hoje na APAC de Pouso Alegre o curso de qualificação em PEDREIRO...

Leia mais

Pai pede perdão 17 anos após abandonar filha

30-05-2017

Jí-Paraná, Rondônia, se prepara para iniciar APAC. Clique aqui para assistir.

Leia mais

APAC de Itaúna no Programa "Como será?"

30-05-2017

Clique aqui para assistir.

Leia mais

Voluntária doa peças de artesanato para recuperandos da APAC Masculina

18-05-2017

Há dez anos Dona Estela conheceu a APAC e desde então desenvolve um trabalho voluntário....

Leia mais

Parceiros

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg