Homenagem a Dona Cleuza

"Pelos frutos conhecereis a árvore." Mateus 7,16

Faleceu dia 27 de março Dona Cleuza, mãe do inspetor de metodologia da FBAC, Wellington Silva. Era uma mulher sofrida, mas firme, que lutou e não deixou os percalços da vida a abater. Por anos fez hemodiálise e, ainda assim, não deixou de sorrir.

Semelhante à mãe, Wellington Silva, sofreu mas foi firme. Teve todos os motivos do mundo para desanimar e desistir de viver, mas se refez como pessoa e se lançou na grande missão de recuperar aqueles que estavam perdidos.

Entre os valores da FBAC, aquele que mais caracteriza Wellington Silva é RESILIÊNCIA. Wellington deu a volta por cima, e continua dando há cada dia.

A FBAC sabe que, com certeza, a partida da mãe de Wellington não será fácil para ele. Porém a FBAC sabe também que ela se encontra no paraíso junto ao Pai. A FBAC agradece a ela pelo filho que nos deixou, que em suas andanças pelas APACs e prisões é capaz de levar a certeza de que a recuperação é possível. 

Queremos dizer a todos vocês da família de Dona Cleuza, para ficar firmes, levar com vocês os bons exemplos que ela deixou e, como ela, nunca deixarem de sorrir, porque a vida vale a pena ser vivida, apesar de todos os tropeços no caminho. 

Um abraço de todos nós da FBAC. Recebam nossos sinceros sentimentos. Estamos juntos!

FBAC realiza capacitação para funcionários na APAC de Rio Piracicaba

A APAC feminina de Rio Piracicaba recebeu a capacitação para seus funcionários dos dias 19 a 23 de março. Wellington Alves e Wellington Silva, inspetores de metodologia da FBAC, coordenaram a capacitação, explicando a metodologia e todas as premissas do Método APAC, além de ajudar a APAC a rever suas rotinas diárias e seus hábitos, quanto à gestão.

Para o sucesso do curso, além dos dois membros da FBAC, vários parceiros estiveram presente, contribuindo e palestrando: Dr. Carlos Pereira Gomes Junior, juiz da Comarca de Rio Piracicaba, Enéas Melo, do Instituto Minas pela Paz, Tio Flávio do Projeto Tio Flávio Cultural, Edson de Oliveira, da Melt Comunicações.

Dr. Carlos palestrou para os funcionários sobre a Ética e Transparência. Tio Flávio, palestrou para os funcionários, com o tema: humanização e significado do que cada um se propõe a fazer. Enéas explicou aos funcionários sobre os o objetivos do Instituto Minas pela paz e sua parceria com as APACs. Edson da Melt, refletiu junto aos funcionários sobre comunicação e marketing.

Durante a capacitação, a APAC de Rio Piracicaba inaugurou sua primeira unidade produtiva, a Confeitaria Esperança, no dia 21 de março. Com a presença do juiz da comarca, da Escrivan Neyliara Viana Freitas, do assistente social Lucas Mol, funcionários, voluntários e recuperandas do regime semiaberto, a solenidade de inauguração foi breve, mas muito intensa. Ao final todos puderam degustar dos salgadinhos que serão produzidos pelas recuperandas. Esta é uma oportunidade de profissionalização para as recuperandas e para que a APAC possa obter mais recursos, lhe proporcionando melhorar sua estrutura. 

Senhor Cleber, condutor de segurança da APAC disse: "Este curso foi muito importante para nós. Nos ajudou para nos animar em nosso trabalho, nos fortalecer como equipe e nos ajudar a rever o que não está segundo a metodologia, para melhorar. Estamos muito gratos. Muito obrigado."

Senhora Ana Paula, encarregada de segurança concluiu o momento de avaliação dizendo: "Estamos muito felizes que a FBAC tenha contemplado nossa APAC com este curso maravilhoso. Sabemos que não somos perfeitos e temos muito para melhorar. Prometemos que faremos nosso melhor para aplicar a metodologia e ajudar nossas recuperandas em sua caminhada de ressocialização. Muito obrigado a vocês."

O curso de capacitação de funcionários é uma das prioridades da FBAC para 2018. Espera-se alcançar 20 APACs durante o ano. A FBAC sabe que para o sucesso dos cursos é importantíssima a presença dos parceiros e os agradece imensamente. Estamos juntos! 

Inspiração para mudar

Na manhã desta quarta-feira (21/03) os internos da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC) receberam a visita de Dinho Tarja Preta, vocalista do grupo Afroreagge do Rio de Janeiro. Por meio de um convite dos idealizadores do Instituto Meraki, Marluce e Reinaldo, o integrante do grupo carioca veio a Lafaiete compartilhar conhecimento e trocar experiências com os recuperandos da instituição que vem desenvolvendo um trabalho semelhante denominado Afrofé.

Dinho agradeceu o convite e falou sobre sua satisfação em participar desse momento importante que, segundo ele, é o primeiro passo para uma sociedade mais justa de respeito mútuo. “O Afroreaggae desenvolve há mais de 20 anos na cidade do Rio de Janeiro um trabalho de inclusão social nas comunidades do Rio; O trabalho lá é voluntário como o desenvolvido aqui. Desenvolvemos um trabalho com mais de 500 crianças e jovens basicamente para atingir os jovens de classe baixa que estão realmente em estado de ociosidades, precariedade. Levamos cultura, arte, educação, e informação para esses jovens. Então é muito gratificante hoje estar aqui podendo contar um pouco da história do Afroreagge, vendo outros trabalhos crescendo, o Afrofé é exemplo disso aqui na APAC. Então eu estou muito feliz de estar aqui hoje”.

Os membros do Afrofé apresentaram os instrumentos musicais confeccionados por eles e demonstraram seus talentos com apresentação musical e na roda de capoeira. Reinaldo Meireles um dos idealizadores do Instituto Meraki sente-se gratificado pelo resultado do trabalho que vem se desenvolvendo. “O instituto vem com a proposta de inclusão social, um resgate social para quem não teve muitas oportunidades na vida. Nós procuramos, através da cultura resgatar essas pessoas, dar oportunidades para elas. Trouxemos o Dinho para mostrar que através da cultura e da inclusão é possível melhorar o ambiente em que vivemos”.

A APAC oferece aos recuperandos uma oportunidade de resgate, de ressocialização a fim de que possam lutar por uma segunda chance, afinal a dignidade do ser humano precisa ser respeitada. Na associação os recuperandos trabalham em diversas atividades como o cultivo de horta, fabricação de tijolos de cimento, serralheria, carpintaria e ainda na área de construção civil. Além disso, atividades escolares (EJA) e artesanato dão mais estímulo para sua ressocialização. Todo o trabalho, inclusive o preparo dos alimentos, limpeza e manutenção das instalações são realizados por eles.

APAC Frutal realiza Semana de conscientização sobre dependência química

Do dia 19 a 23 a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal realiza a 3ª Semana de conscientização sobre a dependência química. Uma série de palestras com profissionais da área da saúde com o objetivo de orientar, informar e alertar os recuperandos sobre os malefícios causados pelo uso e abuso de álcool e outras drogas.

Na abertura da Semana, foram convidados a pastora Sheilla Fernandes, da Casa Hagar de Uberlândia, especializada em tratamento de dependentes químicos, e o médico do Programa Saúde da Família da UBS Dr. Sandoval Henrique de Sales e do Programa Anti-tabagismo do município, Carlos Gustavo Zahluth Monteiro.

Nesta terça-feira (20), os recuperandos assistiram a uma palestra ministrada pelo instrutor do Programa Educacional de Resistência às Drogas – PROERD, o policial militar Cabo Pinheiro.

No decorrer da Semana haverá ainda palestras com profissionais do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas - CAPS-AD, do CEREA de Frutal, testemunhos, exibição de filme terapêutico sobre drogas e uma reunião com perguntas e respostas com membros do sub-grupo de Narcóticos Anônimos.

(Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa APAC Frutal)

Seminário de Estudos e Conhecimento do Método APAC para Voluntários Visconde do Rio Branco - MG

Nos dias 16 a 18 de março de 2018, a FBAC – Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados, realizou na cidade de Visconde do Rio Branco-MG, Audiência Pública e Seminário de Estudos e Conhecimento sobre o Método APAC, com o intuito de divulgar e sensibilizar a comunidade local a respeito deste trabalho de recuperação e ressocialização que hoje conta com quase 50 unidades funcionando no Brasil e outras 80 em diversas fases de implantação nas comarcas brasileiras.

O evento contou com as presenças de várias autoridades, entre elas, Dra. Daniele Rodrigues Marota, Juíza da Vara Criminal e de Execuções Penais, Dr. Eurico Barreto Neto, Promotor de Justiça, Dra. Sâmara Damato, Defensora Pública, Marcial Vieira de Souza, Presidente da APAC de Rio Piracicaba, Dr. José Antônio Braga, Desembargador e representante do Programa Novos Rumos na Execução Penal do TJMG, além do Prefeito da cidade Sr.Iran Silva.

O seminário contou com a participação de cerca de 70 pessoas de diversas áreas da sociedade. Foi realizado pelo inspetor de metodologia da FBAC, Wellington Silva, e contou com a participação de voluntários e um recuperando da APAC de Viçosa, que contribuíram com seus testemunhos e experiências de vida. Todos puderam perceber, através dos testemunhos, este modelo inovador no Sistema Prisional Brasileiro, que já está presente em mais de 20 países. 

Varias autoridades presentes expressaram sua alegria de participar do seminário e seu desejo de ter em breve uma APAC em sua cidade. Eles já tem o terreno com prédios construídos, para serem adaptados. Decidiram fazer uma caravana para conhecer uma APAC que já está em funcionamento e buscar parcerias para reformar os prédios e inciar sua APAC o quanto antes. 

A FBAC muito se alegra e se coloca à disposição. Estamos juntos!

 

APAC de Ji-Paraná é inaugurada

A APAC de Jí-Paraná foi inaugurada no dia 19 de março com a presença de autoridades, da fbac, de voluntários e da sociedade daquela cidade. Esta é a primeira APAC do Estado de Rondônia. Esta iniciando recebendo cerca de 40 recuperandos. A FBAC deseja que esta APAC floresça, se torne modelo e incentive todos os estados do norte do país a trilhar o caminho da APAC, oferecendo ao condenado a possibilidade de cumprir sua pena com dignidade e recuperar-se. Estamos juntos!

 

 

Diretor Executivo da FBAC encontra-se com mulheres empresárias

O Diretor Executivo da FBAC, Valdeci Antônio Ferreira, encontrou-se na sexta-feira, dia 16 de março, com um grupo de 60 mulheres empresárias de todas as regiões do país. Palestrou para elas sobre os desafios e dificuldades na gestão da APAC. Entre elas encontravam-se dentre elas, Luiza Helena e Betania Tanure.

Valdeci fez um balanço do evento: "Fechamos uma agenda positiva onde todas, lideradas pela Luiza Helena, se comprometeram a oferecer trabalho ao egresso ou quem estiver no semiaberto. Foi criada uma coordenação aqui em Belo Horizonte somente com esta finalidade, de receber pedidos de empregos para os recuperandos e egressos, mesmo do sistema comum. Cada região fará o mesmo, recebendo e encaminhando os currículos de acordo com as vagas disponibilizadas. Isso é uma grande conquista. Peço a Deus que esta ação tenha sucesso. A Ele toda honra e toda glória, agora e para sempre."

EVENTO RETOMA DISCUSSÕES SOBRE MÉTODO APAC NO ESPÍRITO SANTO

Projeto Superando Fronteiras apoia a realização de Seminário com tema “Participação da comunidade na execução penal”

“A legislação brasileira não prevê a pena de morte nem a prisão perpétua. Portanto, é preciso que tenhamos ações efetivas de ressocialização para termos comunidades mais pacíficas e seguras”, explicou a dra. Viviane Barros, defensora pública do Espírito Santo, durante o seminário e audiência pública com o tema “A participação da comunidade na execução penal”. O evento ocorreu nos dias 7 e 8 de março, na cidade de Cachoeiro de Itapemirim (ES). O encontro foi financiado pela União Europeia e contou com o apoio da AVSI Brasil, FBAC, Instituto Minas Pela Paz, APAC Feminina de Cachoeiro de Itapemirim, Governo do Estado do Espírito Santo e diversas autoridades membros do setor público e da sociedade civil através do projeto Superando Fronteiras. 

Por meio dos seminários regionais, o projeto busca envolver órgãos públicos, privados e a sociedade civil, com o intuito de sensibilizá-los acerca da promoção dos direitos humanos dos condenados e divulgar o método APAC como alternativa ao sistema prisional comum. 

Durante os depoimentos, esse propósito foi explicitado, na medida em que as autoridades convidadas expressaram seu apoio e reconhecimento à importância do método APAC como alternativa viável de ressocialização de pessoas em cumprimento de pena privativa de liberdade. Além disso, foi destacada a importância do processo de ressocialização e reintegração de condenados no desafio da segurança pública em todo o Brasil.

Sobre a ressocialização, Walace Pontes, secretário de Justiça do Estado, destacou que “tratamento penal não é segregar, é preparar para o retorno à sociedade”.

Ao comentar sobre a parceria do projeto Superando Fronteiras, Déborah Amaral, gerente geral da AVSI Brasil em Minas Gerais, frisou a relevância da ação desempenhada durante os dias do evento: “O Estado do Espírito Santo não foi escolhido à toa, pois o movimento aqui continua forte e estamos trabalhando para fortalecê-lo cada vez mais”.

A fala do dr. Consuelo Neto,juiz da 1ª Vara de Execuções Penais, por sua vez, desempenhou um papel fundamental no seminário ao mostrar o apoio do poder judiciário de Minas Gerais à metodologia apaqueana e à adesão do método pelo estado como política pública. Para ilustrar, ele tratou especificamente sobre a experiência da APAC na comarca de Caratinga (MG), concluindo que um dos fatores de sucesso é a aplicação da metodologia em sua essência e totalidade. Segundo o juiz, “a APAC não sobrevive sem o apoio da sociedade. Não é a solução para o sistema prisional, mas é, categoricamente, uma alternativa viável”.

Os membros da comunidade que estiveram presentes também se manifestaram, dirigindo às autoridades presentes seus pedidos de apoio e empenho para que o Centro de Recuperação Social (CRS) possa ser reinaugurado em breve.

No segundo dia de evento, Wellington Silva, inspetor de metodologia da FBAC conduziu um Seminário de Estudos do Método APAC, onde apresentou a história da APAC, sua expansão em Minas Gerais e no Brasil, além de detalhar seus 12 elementos fundamentais. Durante sua fala, ele explorou a importância do voluntariado para o sucesso da implantação do método.

Gustavo Vargas Nascimento, voluntário da APAC Feminina e organizador do seminário e audiência pública considerou as atividades desempenhadas como um “marco no processo de reconstituição do Método APAC no Estado do Espírito Santo”. Em seu balanço, ele constatou que “as pessoas saíram transformadas e entusiasmadas do evento, pois muitos que tiveram o primeiro contato com o método nestes dois dias se encheram de esperanças em novos rumos no processo de execução da pena. Várias pessoas que participaram agora querem aprofundar o conhecimento acerca do método e o reflexo disso está na grande procura do curso de capacitação de voluntários”.

O organizador do evento agradeceu especialmente à equipe da AVSI Brasil pela iniciativa do seminário, além de todo o apoio financeiro, logístico e orientação.

Experiência da APAC no Espírito Santo

O Estado do Espírito Santo é o 10º colocado no ranking de população prisional do Brasil, com uma população carcerária de 19.413 pessoas em situação de privação de liberdade, segundo Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias, de 2016.

A APAC de Cachoeiro de Itapemirim foi inaugurada em 2009 e chegou a ser considerada pela FBAC uma APAC referência fora de Minas Gerais. Em 2015, porém, o governo do Estado decretou seu fechamento e encerramento das atividades. No entanto, a chama do movimento apaqueano nunca se apagou naquela cidade.

Em 2017, o atual secretário de justiça, Walace Pontes, fez uma visita à APAC de Itaúna e decidiu pela reabertura do CRS, prestando todo apoio para a retomada dos trabalhos da APAC em Cachoeiro de Itapemirim. Desde então, a comunidade vem se mobilizando para continuar a história da APAC no Espírito Santo.

Superando Fronteiras

O projeto Superando Fronteiras visa o fortalecimento do método APAC em 5 estados brasileiros: Paraná, Rondônia, Maranhão, Ceará e Espírito Santo, tendo como um dos seus focos a sistematização da metodologia como política pública. Para isso, conta com o financiamento da União Europeia e a parceria da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados (FBAC) e do Instituto Minas pelas Paz.

Fonte: AVSI

APAC Frutal conta agora com fábrica de blocos de cimento

Quem deseja conquistar o sonho da casa própria ou reformar um imóvel possui agora em Frutal uma excelente opção para aquisição de bloco estrutural, bloco de vedação e canaleta. São produtos de primeira linha, com um preço bastante acessível à comunidade em geral. É que desde fevereiro, a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal passou a contar com uma fábrica de blocos de cimento que já está em pleno funcionamento.

Segundo a diretora Paula Queiroz Vieira, a instalação da fábrica foi possível graças a uma parceria com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG. Ela lembra que esse projeto já é uma realidade em várias APAC’s e a venda do material produzido tem como objetivo ajudar na manutenção da instituição.

Os blocos são feitos diariamente pelos recuperandos que passaram por uma capacitação de mão-de-obra. Segundo Paula, além de contarem com a remissão da pena, eles têm tido a chance de demonstrarem o que aprenderam no curso. “São blocos de excelente qualidade que inclusive estão sendo utilizados na construção da APAC feminina”, lembra a diretora.   

De acordo com Paula, será um grande prazer receber a comunidade de Frutal e região para conhecer a nova fábrica de blocos de cimento, adquirir o produto e assim contribuir para a continuidade da aplicação do método APAC.

Para quem deseja adquirir um produto de primeira linha com excelente preço, a APAC fica localizada na estrada Frutal a Pirajuba, bairro Frutal II. O pedido também pode ser feito pelo telefone: (034) 9-9995-4344.

(Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa APAC Frutal)

APAC de Ji-Paraná-RO será inaugurada

A APAC de Ji-Paraná, Rondônia, será inaugurada no dia 19 de março às 15 horas. A FBAC deseja que esta primeira APAC do Estado rondonense torne-se uma APAC modelo, inspirando outras cidades, para que possam iniciar suas APACs, oferecendo aos condenados o cumprimento de pena com dignidade e a possibilidade real para recuperar-se. Enfim, a FBAC parabeniza toda a sociedade de Ji-Paraná por esta iniciativa e se coloca à disposição para contribuir no que venha ser necessário. Estamos juntos!

Diretor Executivo da FBAC recebe título de empreendedor social

O Diretor Executivo da FBAC, Valdeci Antônio Ferreira, recebeu, nesta quarta-feira, 14 de março, o título de Empreendedor Social do Ano na América Latina, pelo seu trabalho à frente da FBAC. Valdeci recebeu o título durante o Fórum Econômico Mundial para a América Latina. Estavam presentes no evento o Presidente da República Michel Temer, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e Edson Arantes do Nascimento, o Pelé.

Senhora Hilde Schwab, presidente da Fundação Schwab, convidou Valdeci ao Palco explicando aos presentes seu trabalho em favor dos condenados por 33 anos, desde seus 22 anos de idade. 

Este prêmio é uma realização da Folha de São Paulo e da Fundação Schwab, sendo que há 14 anos premiam empreendedores pela América Latina, por seus trabalhos. Senhora Hilde disse que as APACs são uma alternativa ao sistema prisional comum, que permite aos detentos cumprir suas penas com dignidade e reduzem a taxa de reincidência a números entre 20 a 28 %.

Valdeci disse: "Este foi um encontro com grande repercussão nacional e internacional, possibilitando tornar conhecida a metodologia APAC. Penso que a FBAC e APACs nunca tiveram uma repercussão como neste dia. Nossa profunda gratidão a todos os parceiros, amigos e colaboradores. Estamos juntos!"

 

Outras notícias

APAC de São João del-Rei participa de workshop no SESC São Paulo

04-07-2018

No último sábado, 30, uma equipe de funcionários e um recuperando da APAC Masculina de...

Leia mais

APAC de São João del-Rei encerra o VII Curso de Formação de Voluntários

20-06-2018

No último sábado, 16, a APAC de São João del-Rei realizou a cerimônia de encerramento...

Leia mais

Representantes da segurança e da justiça federal de Uberaba conhecem a APAC Frutal

04-06-2018

Representantes do Conselho Municipal de Segurança Pública e da justiça federal de Uberaba visitaram esta...

Leia mais

JUIZ JOÃO MATOS APRESENTA EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA SOBRE O MÉTODO APAC EM PARÓQUIA DE SANTANA

14-05-2018

“Do amor ninguém foge – a experiência da APAC no Brasil” foi o tema de...

Leia mais

Colaboradores e recuperandos fazem exames no Dia Nacional de Prevenção à Hipertensão

02-05-2018

No Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão, colaboradores e recuperandos da Associação de...

Leia mais

FBAC realiza capacitação para funcionários na APAC de São João del Rei

25-04-2018

As APACs masculina e feminina de São João del Rei/MG receberam a capacitação para seus...

Leia mais

APAC de Pirapora realiza II Jornada de Libertação com Cristo

09-04-2018

A APAC de Pirapora/MG realizou, dos dias 5 a 8 de abril, a II Jornada...

Leia mais

APAC de Varginha realiza várias reuniões em 2018

03-04-2018

Membros da APAC de Varginha reunem-se mensalmente para avaliar e programar suas atividades. Normalmente as...

Leia mais

Homenagem a Dona Cleuza

28-03-2018

"Pelos frutos conhecereis a árvore." Mateus 7,16 Faleceu dia 27 de março Dona Cleuza, mãe do...

Leia mais

Seminário de Estudos e Conhecimento do Método APAC para Voluntários Visconde do Rio Branco…

22-03-2018

Nos dias 16 a 18 de março de 2018, a FBAC – Fraternidade Brasileira de...

Leia mais

APAC Frutal conta agora com fábrica de blocos de cimento

19-03-2018

Quem deseja conquistar o sonho da casa própria ou reformar um imóvel possui agora em...

Leia mais

APAC feminina deverá estar pronta em junho deste ano

20-02-2018

A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal está correndo contra o...

Leia mais

Completam-se 37 anos do martírio de Franz de Castro

14-02-2018

Hoje completam-se 37 anos do martírio de Franz de Castro. Franz viveu e morreu por...

Leia mais

Cardeal do Rio de Janeiro visita APAC de Itaúna

09-02-2018

No dia 31 de janeiro a APAC de Itaúna recebeu a visita do Cardeal do...

Leia mais

Natal do Tio Flávio Cultural na APAC Santa Luzia

17-01-2018

No dia 19/12, como acontece todos os anos, os voluntários do Tio Flávio Cultural foram...

Leia mais

Recuperando da APAC de São João del-Rei vence o Festival da canção

06-11-2017

Aconteceu hoje, 27 de outrubro, na APAC SJDR a final do Festival da Canção. A...

Leia mais

Seminário do Método APAC será realizado em Pelotas/RS

06-11-2017

A cidade de Pelotas/RS receberá nos dias 17, 18 e 19 de novembro o Seminário...

Leia mais

Comitivas visitam APAC de SJDR

30-10-2017

Na última semana a APAC de São João del-Rei recebeu a visita de três comitivas,...

Leia mais

APAC de Pedreiras realiza curso para recuperandos

23-10-2017

Aconteceu no Centro de Reintegração Social de Pedreiras, nos dias 17 a 19 de outubro...

Leia mais

APAC juiz de fora se articula para inciar APACs masculina e feminina

03-10-2017

Boas notícias para Juiz de Fora e região da Zona da Mata! Avançam os entendimentos...

Leia mais

Tradicional “Dia da Pizza” da APAC Frutal mobiliza colaboradores, recuperandos e a sociedade

11-09-2017

Já há alguns anos a sociedade frutalense se acostumou a contribuir com um dos mais...

Leia mais

Diretora da APAC é homenageada pela Câmara de Frutal com Moção de Aplausos e Reconhecimento

05-09-2017

A diretora da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados - APAC Frutal, Paula Queiroz,...

Leia mais

APAC de Rio Piracicaba realiza semana da saúde

07-08-2017

A APAC de Rio Piracicaba realizou, de 1 a 6 de agosto, a semana da...

Leia mais

Colabore

31-07-2017

A FBAC - Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados - não mede esforços para atingir...

Leia mais

Programa Regresso nas APACs de Campo Belo e Governador Valadares

21-06-2017

Em uma iniciativa do Minas Pela Paz e Escola Móvel SESI/SENAI, iniciam hoje dois cursos...

Leia mais

EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS 003/2017 APAC DE INHAPIM/MG

14-06-2017

A APAC de Inhapim/MG, unidade masculina, no uso de suas atribuições, com fim de contratar...

Leia mais

APAC de Pouso Alegre iniciar curso em pedreiro de alvenaria

08-06-2017

Como informação, inicia hoje na APAC de Pouso Alegre o curso de qualificação em PEDREIRO...

Leia mais

Pai pede perdão 17 anos após abandonar filha

30-05-2017

Jí-Paraná, Rondônia, se prepara para iniciar APAC. Clique aqui para assistir.

Leia mais

APAC de Itaúna no Programa "Como será?"

30-05-2017

Clique aqui para assistir.

Leia mais

Voluntária doa peças de artesanato para recuperandos da APAC Masculina

18-05-2017

Há dez anos Dona Estela conheceu a APAC e desde então desenvolve um trabalho voluntário....

Leia mais

Parceiros

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg