APAC de Manhumirim é inaugurada

No dia 07 de junho (sexta feira), aconteceu a inauguração do Centro de Reintegração Social (CRS) da APAC de Manhumirim.

O evento contou com a presença de várias autoridades: o juiz auxiliar da Presidência do TJMG e coordenador do programa Novos Rumos, Dr. Luiz Carlos Rezende e Santos, representando o presidente do TJMG, desembargador Nelson Missias de Morais, o juiz da comarca de Manhumirim, Rêidric Victor da Silveira Condé Neiva e Silva. A solenidade contou ainda com a presença dos juízes de Timóteo, Daniel da Silva Ulhoa; de Ipatinga, Elimar Boaventura Condé Araújo; Manhuaçu, Vinícius Gomes Ristori; e de Laginha, Glauber Oliveira Fernandes. Esteve também presente o secretário adjunto de Defesa Social do Estado, Alexandre Leão. 

Estiveram representando a FBAC, dois membros de sua diretoria: Pastor Elan Tebas e Dra. Denise Rodrigues Oliveira, que é também presidente da APAC de Manhuaçu.

A presidente da APAC, Renata Elisa Portes Freitas Rocha, estava muito emocionada, relembrou a história da APAC, as dificuldades e as pessoas que trabalharam com entusiasmo e dedicação para que a APAC se tornasse realidade. "Nada é por acaso. Absolutamente nada. Por isso, temos que nos preocupar em fazer nossa parte da melhor forma possível. A vida nem sempre segue a nossa vontade, mas ela é perfeita naquilo que tem que ser."  Disse Renata durante o evento de inauguração.

Dra. Denise explicou que "a APAC de Manhuaçu estava presente e atuante durante o evento de inauguração. Percebemos que a APAC de Manhumirim será uma grande obra, que proporcionará a muitos homens, privados de liberdade, um caminho concreto de recuperação. Nos colocamos como APAC irmã, para contribuir e colaborar no que for necessário. Estamos juntos!"

Pastor Elan ficou impressionado com a cerimônia de inauguração: "Foi um grande evento, bem organizado, com a presença de muitas autoridades. A APAC de Manhumirim está muito linda e, certamente, irá permitir um excelente espaço de recuperação." 

O juiz da Comarca de Manhumirim, Rêidric Victor da Silveira Condé Neiva e Silva, comentou que teve seu primeiro contato com a Apac quando tinha 18 anos e ainda era acadêmico de Direito. “Foi o primeiro local de cumprimento de pena que conheci, e exatamente pela falta de comparação não consegui entender a beleza e a grandeza do trabalho. Pareceu-me natural ver pessoas sociáveis em um ambiente com higiene, sorrindo e vestidas com trajes comuns conversando comigo”. Só mais tarde, prossegue o magistrado, visitou um presídio convencional. “Aí, conheci a realidade do sistema carcerário. A falta de estrutura impede um trabalho com a amplitude das Apacs.”  A comparação passou a ser inevitável.

Dr. Luiz Carlos registrou a importância das Apacs, que não deixam de ser uma prisão, porque defendem o cumprimento da pena, mas procuram resgatar ou reconstruir o ser humano. No ambiente das Apacs, são oferecidas oportunidades de estudo, trabalho, reflexão, contato com familiares, acesso à saúde. “Todos esses elementos buscam a valorização humana”, disse. 

A APAC de Manhumirim, com capacidade para acolher 84 recuperandos foi construida com muito esforço da diretoria, que, primeiramente adquiriu um terreno. Com recursos provindos de parceria com o TJMG, representado então pelo Juiz da Vara de Execução Penal da época, Dr. Daniel da Silva Ulhoa, recursos provenientes de um show de prêmios realizado pela entidade em 2013 e recursos do MGI/Estado de MG, foi possível a construção da APAC de Manhumirim.

Atualmente existem 127 APACs em 11 Estados Brasileiros e no Distrito Federal, em diferentes estágios de implantação, sendo que 51 já administram a prisão sem polícia. Entre estas, 43 são unidades masculinas e 8 são unidades femininas. 

Com informações TJMG

 

O juiz da 2ª Vara Cível, Criminal, de Execuções Penais e do Juizado Especial Criminal da Comarca de Manhumirim, Rêidric Victor da Silveira Condé Neiva e Silva, comentou que teve seu primeiro contato com a Apac quando tinha 18 anos e ainda era acadêmico de Direito.

“Foi o primeiro local de cumprimento de pena que conheci, e exatamente pela falta de comparação não consegui entender a beleza e a grandeza do trabalho. Pareceu-me natural ver pessoas sociáveis em um ambiente com higiene, sorrindo e vestidas com trajes comuns conversando comigo”.

Só mais tarde, prossegue o magistrado, visitou um presídio convencional. “Aí, conheci a realidade do sistema carcerário. A falta de estrutura impede um trabalho com a amplitude das Apacs.”  A comparação passou a ser inevitável.

APAC de São João del-Rei realiza encerramento do Curso de Voluntários

79 cursistas foram certificadas.

O número é o maior registrado na história da APAC SJDR

 Sábado, dia 08, a APAC de São João del-Rei realizou a cerimônia de encerramento do 8º Curso de Formação de Voluntários – Educadores Sociais, promovido em parceria com a Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados – FBAC.

79 novos voluntários foram certificados e agora poderão atuar em comissões de voluntários em APACs. Esse número é o maior já registrado desde 2008, data que marca o início dos trabalhos da APAC na cidade.

Durante três meses os cursistas puderam conhecer a metodologia APAC detalhadamente. Eles estudaram sobre o início da metodologia e os 12 elementos que a compõem. Lembrando que, para exercer atividades voluntárias é necessário ter a certificação do curso. Tal medida é necessária devido as especificações existentes dentro da APAC, como os pontos do método, além das regras existentes. O curso de voluntários acontece anualmente, sendo sempre no primeiro semestre do ano.

Parabenizamos os novos voluntários e agradecemos pela disposição em poder contribuir com as atividades da APAC. É de suma importância termos representantes da sociedade que acreditam na ressocialização e que de alguma forma ajudam os recuperandos e recuperandas.

 

APAC de Cachoeiro dará início às atividades em setembro

O repasse de parte das verbas pelo Governo do Estado será no dia 5 de agosto deste ano

Em reunião nesta quinta-feira (6), na 2ª Vara Criminal de Cachoeiro de Itapemirim, ficou definido que a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) deve iniciar suas atividades no mês de setembro. O repasse de parte das verbas pelo Governo do Estado para as primeiras questões administradas, que dará início ao funcionamento da instituição, será no dia 5 de agosto deste ano.

Participaram do encontro a juíza da vara, Rosalva Nogueira Santos Silva, advogado Diego Rocha e o coordenador da instituição, Ademir Torres, dentre outras autoridades e engenheiros da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus).

O diretor da Engenharia da Sejus, Rafael Barbosa Nunes, disse que o projeto do regime semiaberto, intramuros e extramuros ficará pronto e deverá ser entregue no prazo de 18 meses.

No entanto, a Associação já começa em setembro a trabalhar com presos no regime fechado, que de acordo com a juíza, serão treinados. "Eles serão treinados sobre o método Apac e, posteriormente, entrarão mais recuperandos, o que agilizaria o processo de implantação e funcionamento".

Os recuperandos que estiverem no regime fechado devem progredir de regime em, aproximadamente, um ano e meio, que é o tempo da construção do regime semiaberto.

O termo de fomento para o funcionamento da Apac foi assinado pelo Governador Renato Casagrande, no dia 29 de maio, em Vitória.

A nova estrutura será administrada pela Apac Feminina, mas no local funcionará o Centro de Reintegração Social (CRS) Masculino, e comportará cerca de 120 presos, tanto do regime semiaberto, quanto do fechado, quando toda a estrutura estiver pronta.

Fonte: Jornal Fato

RECUPERANDOS DA APAC DE INHAPIM CONCLUEM O CURSO DE ELETRICISTA PREDIAL

Na manhã da última quinta-feira (06), recuperandos do regime fechado e semiaberto receberam o certificado de conclusão do curso de Eletricista Predial, pela Escola Móvel SESI/SENAI. O curso é fruto de uma parceria entre o Instituto Minas Pela Paz, o TJMG, a FBAC e o SESI/SENAI.

Durante o curso, os alunos puderam aprender sobre instalações prediais, instalação de lâmpadas, sensores, dentre outros. Com a capacitação profissional, os alunos poderão trabalhar em demandas da própria APAC, de possíveis parcerias com instituições, além de buscarem a inserção no mercado de trabalho.

“O curso tem atraído a atenção dos recuperandos por onde passa, ao oferecer uma boa qualificação e de alto nível, que lhes dá condições de atuar em uma empresa privada ou, até mesmo, como autônomos”.

O curso teve duração de 30 dias e 40 recuperandos receberam o certificado de conclusão. Estavam eufóricos e cheios de esperança. A APAC de Inhapim agradece imensamente por esta iniciativa, acreditando que será fundamental para alimentar a esperança e abrir portas para nossos recuperandos. Estamos juntos!

APAC Frutal realiza V Jornada de Libertação com Cristo

A APAC Frutal realizou do dia 30 de maio a 02 de junho a V Jornada de Libertação com Cristo que este ano teve como tema: “A ingratidão não mede consequências”. Considerada o ponto alto do Método APAC, a Jornada – décimo segundo elemento da metodologia, proporcionou aos colaboradores e recuperandos quatro dias de reflexão e interiorização através de palestras, testemunhos e estudos.

          Antes de iniciar o encontro, o pároco da Paróquia Nossa Senhora do Carmo, Rogério Consentino abençoou na capela a equipe de colaboradores da instituição. Já na abertura oficial, o juiz criminal da Comarca, Gustavo Moreira, pediu aos recuperandos que aproveitassem o máximo os ensinamentos da Jornada de Cristo que considerou de esperança, de fé, luz, caminho e verdade. Em seguida, a gerente administrativa Paula Queiroz Vieira deu as boas vindas aos participantes destacando a importância do momento de reflexão e espiritualidade.

          Para o palestrante Tio Flávio, fundador do movimento voluntário Tio Flávio Cultural, com mais de 27 áreas de atuação social em Minas, que também ministrou palestra na APAC feminina e que falou sobre “O Mundo em que vivemos” na APAC masculina, a Jornada foi a chance dos recuperandos através das reflexões, se fortalecerem intimamente conectando-se a Jesus. Já a presidente da APAC de Pirapora, Katia Castro, que falou sobre “Os caminhos que conduzem a Deus”, disse que se surpreendeu com a Jornada e que leva o sentimento de gratidão a Deus pelas oportunidades que ele oferece a cada dia.

          “Já participei de outras Jornadas e sem dúvida, essa foi uma das melhores devido ao tema escolhido e o nível dos palestrantes”, elogiou o Encarregado de Segurança da APAC de Paracatu, Silas de Araújo. Na opinião do ex-recuperando também de Paracatu, Márcio Santana, que fez a meditação “Conheça-te a ti mesmo”, a APAC de Frutal está de parabéns pela organização, palestras, recepção e pela espiritualidade do local. “Aqui de fato está sendo vivido aquilo que se aprende no Método”, disse. Já o visitante Nilson de Oliveira, que faz parte da diretoria da APAC de Toledo, estado do Paraná, que está em fase de construção, afirmou que se sentiu emocionado pela organização da Jornada, estrutura da APAC local e com a disciplina dos recuperandos.

          “Passada a Jornada é preciso manter viva a chama da esperança que se acendeu no coração dos recuperandos nesses dias”, recomendou o diretor-executivo da FBAC, Valdeci Ferreira, que ministrou as palestras “Fora dos planos de Deus, que lugar o homem ocupa no mundo?” e “O Homem e a comunidade”. O gerente de relações institucionais da FBAC, Rinaldo Cláudio Guimarães, que falou sobre “Jesus Cristo: Homem e Deus” destacou na Jornada a dedicação e a entrega de cada palestrante que, segundo ele, conseguiu extrair dentro de si o amor ao próximo. “Deus abençoe toda a equipe da APAC Frutal pelo empenho e o respeito ao Método APAC”, destacou o gerente de metodologia da FBAC, Roberto Donizete Carvalho (Beto).

          O ex-recuperando e hoje colaborador da APAC, Cacildo dos Santos Jr., que no último dia da Jornada emocionou a todos ao fazer uma homenagem e ao pedir perdão à mãe Maria Helena, disse que seu objetivo foi incentivar os recuperandos para que valorizem cada vez mais seus familiares e continuem firmes no propósito de transformação para o bem. Maria Helena, ao agradecer o apoio que sempre recebeu da diretora Paula Queiroz na recuperação do filho, disse que ficou surpresa, emocionada e agradecida pela homenagem.

          “Foi um Encontro direcionado por Deus que inspirou os palestrantes com palavras que edificaram vidas, para colocar o recuperando na realidade dele”, afirmou o presidente da APAC, pastor Natanael de Souza. Na análise da gerente Paula Queiroz Vieira, o sentimento é de gratidão a Deus pela oportunidade de ter oferecido aos recuperandos momentos de reflexão sobre seus erros, mas acima de tudo, sobre a chance de mudança e de se fazer novas escolhas. “Nosso agradecimento aos colaboradores, participantes e recuperandos que fizeram da nossa Jornada um encontro de amor, aprendizado e acolhimento”.

 (Jornalista Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa APAC Frutal)

APAC de São João del-Rei promove campanha de arrecadação de livros

A APAC de São João del-Rei, por meio da Escola Estadual Detetive Marco Antônio de Souza, está realizando a campanha “Promover a Leitura e o Desapego”, que tem como objetivo arrecadar livros para a biblioteca da escola.

A Escola atua na APAC Masculina, Feminina e Casa do Albergado e está com uma defasagem de livros. Assim, está sendo solicitado a doação dos seguintes tipos e gêneros textuais: poemas; contos; crônicas; teatro; romance; memórias; diários; clássicos da literatura e ainda livros de autoajuda.

Além de renovar o acervo literário, a campanha tem como objetivo promover a recuperação a por meio da leitura. A APAC de São João del-Rei tem foca em despertar a importância da educação com os recuperandos e as recuperandas. Um dos projetos que tem mostrado grandes resultados é o Remição Pela Leitura, que também é desenvolvido em parceria com a Escola. O projeto possibilita remir dias da pena a partir da leitura e produção textual.

Os pontos de coleta são na APAC Masculina e Feminina de São João del-Rei. Endereço: Rodovia BR 265, KM 259,5 – Bairro Vila Jardim São José.

Dê uma chance para quem quer virar a página!

APAC Frutal é campeã do Torneio Regional de Futsal

Num jogo bastante disputado, a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal sagrou-se campeã do 1º Torneio Regional de Futsal realizado nos dias 06 e 13 de maio. A final aconteceu na quadra de esportes da instituição e reuniu uma grande quantidade de pessoas de Frutal e região. Em quarto lugar ficou o time de Fronteira que perdeu por 8 a 2 do Ressaca Universitária UEMG/Planura. O vice-campeonato ficou com o time dos Contadores Futebol Clube/Frutal que no tempo normal empatou em 3 a 3 com a APAC, mas foi vencido pelos recuperandos nos pênaltis por 7 a 6.

O jogador do Ressaca, Victor Heitor, que conheceu a APAC pela primeira vez, disse que ficou feliz em ter participado do torneio. “Foi tudo muito organizado e com muita disciplina”, elogiou. Já o atleta dos Contadores, Wellington Rodrigues (Pezão), admitiu que disputar a final com a APAC foi muito difícil. “Os recuperandos foram bem treinados e mostraram disciplina e talento em quadra”, reconheceu.

Para a proprietária da empresa patrocinadora dos uniformes da APAC, Dabiane Luz Clemente, participar e torcer pelos recuperandos foi um presente de Deus. “Nosso coração e sangue são azuis. Parabenizo a diretoria que faz tudo com tanto amor e carinho”. O técnico e jogador da APAC, Wenderson Maciel de Souza (Indinho), ao agradecer a confiança por parte da diretoria da instituição, avaliou como muito positivo o torneio que não teve uma falta desleal, uma confusão sequer em quadra. “Sociedade e atletas aqui estiveram com o verdadeiro espírito esportivo e nossos recuperandos estão de parabéns pela conquista”.

“O Torneio trouxe a sociedade para dentro da instituição. Os recuperandos agarraram a oportunidade que a APAC oferece diuturnamente para a pessoa que errou poder mudar de vida e puderam mostrar seu talento através do futebol” afirmou a gerente administrativa Paula Queiroz Vieira. De acordo com ela, o sentimento é de gratidão a Deus, sociedade, diretoria, funcionários, atletas, recuperandos e parceiros que permitiram que a APAC fosse vitoriosa não apenas em quadra, mas como instituição que tenta desempenhar um trabalho diário de proteção à comunidade.

(Jornalista Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa APAC Frutal)

 

APAC é inaugurada na Comarca de Varginha

“O sistema penitenciário, seja lá qual for sua forma de organização, deve sempre levar em conta o espírito apaquiano de trabalhar para ‘matar o criminoso e dar vida ao cidadão’. Precisamos, mais do que nunca, pensar na recuperação da cidadania dos que cometem atos criminosos, e não apenas em sua punição.”

Essas foram algumas das palavras proferidas pelo presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargador Nelson Missias de Morais, ao discursar durante a inauguração da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) de Varginha, na tarde desta sexta-feira, 31 de maio.

A solenidade que marcou a expansão do sistema, considerado importante passo para a humanização do cumprimento das penas privativas de liberdade na comarca, contou com a presença de diversas autoridades, entre elas o secretário de estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária, general do Exército Mário Lúcio Alves de Araújo, que representou o governador Romeu Zema.

Dedicada ao público masculino, a unidade contou com recursos do Poder Judiciário mineiro – cerca de R$ 1 milhão, oriundos de prestações pecuniárias. A capacidade inicial é para 42 presos, todos do regime fechado.

“Teremos agora Apacs em 43 comarcas, o que significa 11% das 296 comarcas e 5% dos 856 municípios mineiros. Estamos nos aproximando das 4 mil vagas para recuperandos, número que fica em torno de 6% do total de apenados cumprindo pena em nosso estado”, observou o presidente do Tribunal mineiro.

Na avaliação do presidente do TJMG, mesmo não sendo um método com potencial para se tornar universal e acolher todos os sentenciados, “as Apacs, gradativamente, vão se consolidando como um sistema expressivo não só do ponto de vista da qualidade, mas também quantitativamente.”

Ao longo de seu discurso, o presidente Nelson Missias fez um comparativo entre estatísticas das Apacs e dados referentes ao Complexo Penitenciário Público-Privado de Ribeirão das Neves, que tem apresentado resultados considerados positivos.

“Há ali atualmente 2.164 apenados, e a previsão é que o complexo abrigue 3.800, quando estiver em pleno funcionamento. Em cinco anos, o Estado de Minas já despendeu R$ 330 milhões e o investimento total previsto é de R$ 480 milhões. O custo mensal por preso pode chegar a R$ 3,8 mil", disse.

Por outro lado, observou o presidente Nelson Missias, “nas 41 Apacs que estão em funcionamento em Minas, já temos mais de 3.600 recuperandos, ao custo médio per capita de R$ 1,3 mil, com um índice baixíssimo de reincidência – cerca de 15% – quando comparado com os sistemas tradicionais, que chegam a 75%.”

Na avaliação do presidente do TJMG, mesmo não sendo um método com potencial para se tornar universal e acolher todos os sentenciados, “as Apacs, gradativamente, vão se consolidando como um sistema expressivo não só do ponto de vista da qualidade, mas também quantitativamente.”

Ao longo de seu discurso, o presidente Nelson Missias fez um comparativo entre estatísticas das Apacs e dados referentes ao Complexo Penitenciário Público-Privado de Ribeirão das Neves, que tem apresentado resultados considerados positivos.

“Há ali atualmente 2.164 apenados, e a previsão é que o complexo abrigue 3.800, quando estiver em pleno funcionamento. Em cinco anos, o Estado de Minas já despendeu R$ 330 milhões e o investimento total previsto é de R$ 480 milhões. O custo mensal por preso pode chegar a R$ 3,8 mil", disse.

Por outro lado, observou o presidente Nelson Missias, “nas 41 Apacs que estão em funcionamento em Minas, já temos mais de 3.600 recuperandos, ao custo médio per capita de R$ 1,3 mil, com um índice baixíssimo de reincidência – cerca de 15% – quando comparado com os sistemas tradicionais, que chegam a 75%.”

Valdeci Antônio Ferreira, diretor-executivo da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados (Fbac), entidade que assessora e fiscaliza as Apacs, ressalta que o sistema prisional brasileiro está falido, e essa falência “tem a idade do nosso País.”

Na avaliação do diretor, essa crise do sistema vem se agravando cada vez mais, diante do crescimento da população carcerária. “Já são mais de 730 mil presos vivendo em condições sub-humanas nas nossas prisões, que não oferecem mais do que 300 mil vagas”, afirma.

Para Valdeci Ferreira, “embora nossa utopia seja no sentido de que não existam mais prisões e de que todos os homens sejam livres, nós precisamos entender que é necessário disponibilizar mais vagas, para pelo menos reduzir esse déficit e assim impedir a superlotação prisional.”

Nesse sentido, o diretor da Fbac destaca que a inauguração da Apac de Varginha é um importante passo a mais, nessa direção. “Essa unidade vai permitir o cumprimento da pena de modo digno e respeitoso. Além disso, a partir de uma aplicação terapêutica penal própria, poderemos reduzir drasticamente os índices de reincidência”, observa.

Luta contra a reincidência

O presidente da Apac de Varginha, Alexandre José Prado Campos e Silva, conta que a unidade foi fundada em abril de 1978, no papel, e que só agora a estrutura física do espaço pode ser erguida, para receber recuperandos e ganhar vida.

“Estamos honrados em comemorar a inauguração após mais de 40 anos de fundação. É um momento de festejar o quarentenário da Apac em Varginha, agradecer por todas as bênçãos e renovar todas as energias para esta nova etapa”, disse.

Para o presidente da Apac Varginha, o foco da unidade será, sempre, promover a humanização das prisões, sem perder de vista o caráter punitivo da pena. “A Apac tem como propósito evitar a reincidência no crime, oferecendo alternativas para o condenado se recuperar”, reitera.

De acordo com Alexandre Campos e Silva, a unidade de Varginha conta com um quadro de aproximadamente 50 membros, entre voluntários e membros da diretoria, que têm como meta principal “a expansão e execução dos elementos fundamentais do método Apac.”

O presidente da unidade de Varginha conta que a Apac possui uma área construída de quase 900 m², e está localizada em um terreno de 35 mil m². O espaço conta com sete celas, horta e fábrica de blocos e reciclagem.

Presenças

Também prestigiaram a solenidade o corregedor-geral de Justiça do TJMG, desembargador Saldanha da Fonseca, a 3ª vice-presidente, desembargadora Mariangela Meyer, a superintendente da Coordenadoria da Infância e da Juventude, Valéria Queiroz, além de outros desembargadores.

Na oportunidade, o secretário de Segurança Pública e Administração Prisional, general do Exército Mauro Lúcio, agradeceu a oportunidade de participar da inauguração da Apac de Varginha.

De acordo com o gestor, essa é uma oportunidade para ressaltar que a união de esforços entre os poderes é que viabiliza uma intervenção efetiva para melhoria do sistema penitenciário.

 

Fonte: TJMG

 

 

APAC de Pedreiras realiza lançamento do livro de poesias “Versos que Libertam” do recuperando João Carvalho Pereira

APAC – Associação de Proteção e Assistência aos Condenados de Pedreiras, realizou na manhã desta quinta-feira (30), um ato histórico na região, o lançamento do livro de poesias – “Versos que libertam”, de um dos seus recuperandos, o Sr. João Carvalho Pereira.

Efetivando a máxima da metodologia que visa a reintegração social através da educação e do trabalho, o referido evento alcança o ápice do sonho do Sr. Joao Carvalho e motiva a toda a equipe da APAC de Pedreiras a continuar incentivando a leitura e o amor pelo saber. Crendo e proclamando sempre que “ninguém É IRRECUPERÁVEL!’

Dra. Ana Gabriela, Juíza da execução Penal de Pedreiras, muito emocionada falou da importância do evento para a Comarca de Pedreiras e de como a APAC auxilia o Judiciário no que diz respeito à ressocialização definitiva do homem privado de liberdade.

O Sr. Enoque Filho – Diretor Presidente agradeceu a todos os envolvidos: Voluntários, Funcionários, Parceiros: Judiciário, Promotoria, Defensoria, SEAP, Prefeitura de Trizidela do Vale, Recuperandos, especialmente a FUP, na pessoa da Secretária de Cultura de Pedreiras – Francinete Braga e do Prefeito de Pedreiras, Sr. Antônio França – que tornaram esse projeto realidade com a doação da impressão do livro; à Escola de Música João Gomes de Menezes, cujos os alunos deram um show à parte no evento; aos profissionais diversos que se fizeram presentes. Enfim, agradeceu de sobremaneira, a Deus que colocou esse projeto em suas vidas, e os capacita todos os dias para que possam leva-lo a diante com amor, confiança e fé.

Dr. Artur Gustavo (Juizados Cível e Criminal), também com muita emoção, ressaltou o papel da justiça no processo de reintegração social e parabenizou o recuperando agradecendo pelo retorno que esse está dando, quando usa da poesia, para demostrar seus sentimentos, demostrando total adequação e recepção ao método APAC.

Redação e Fotos: Diretoria da APAC de Pedreiras

 

Outras notícias

Recuperandos e recuperandas recebem Certificado de qualificação profissional

09-07-2019

A APAC Frutal realizou na manhã de sexta-feira (5), a Cerimônia de Formatura dos cursos...

Leia mais

Recuperandos fazem a pintura externa do Colégio Estadual

07-07-2019

Mais uma vez recuperandos da APAC Frutal puderam contribuir com a sociedade frutalense. Desta vez,...

Leia mais

APAC de Cachoeiro dará início às atividades em setembro

07-06-2019

O repasse de parte das verbas pelo Governo do Estado será no dia 5 de...

Leia mais

APAC Frutal é campeã do Torneio Regional de Futsal

04-06-2019

Num jogo bastante disputado, a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal...

Leia mais

Tio Flávio participa de atividades nas APACs de Caratinga e Inhapim

22-04-2019

Nos dias 15 e 16 de abril a APAC de Caratinga recebeu uma  caravana de...

Leia mais

Criação de peixe permite alimentar e ensinar profissão a internos em Sete Lagoas

09-04-2019

Tanques cheios de peixes estão mudando a rotina e ensinando um ofício a internos da...

Leia mais

APAC de Ivaiporã-PR inicia suas atividades

05-02-2019

No iníco de fevereiro a APAC de Ivaiporã iniciou suas atividades, sendo a terceira APAC...

Leia mais

O que é APAC?

24-01-2019

A APAC é uma entidade civil de direito privado, com personalidade jurídica própria, dedicada à...

Leia mais

Presidente do TJMG e governador visitam Apac de Itaúna

10-01-2019

Governador anuncia apoio à ampliação de vagas para recuperandos O governador Romeu Zema, de Minas Gerais,...

Leia mais

APAC de Cuiabá lança pedra fundamental

20-12-2018

A APAC de Cuiabá/MT realizou, dia 20 de dezembro, a solenidade de lançamento da pedra...

Leia mais

APAC feminina de Pouso Alegre realiza comemoração natalina

17-12-2018

A APAC feminina de Pouso Alegre comemorou o Natal com as recuperandas no dia 16...

Leia mais

APAC de São João del-Rei promove batizado coletivo

01-11-2018

No sábado, 20 de outubro, a APAC de São João del-Rei realizou a cerimônia de...

Leia mais

Inauguração da “Brinquedoteca Semente do Amanhã”

16-10-2018

         Na sexta-feira e no domingo, 12 e 15, a APAC de...

Leia mais

FBAC realiza curso para Encarregados de Segurança

29-08-2018

Em Parceria com o Tribunal de Justiça de MG, o Programa Novos Rumos, a FBAC ...

Leia mais

Formatura do Curso de Mecância acontece na APAC de Januária

14-08-2018

A APAC de Januária realizou a cerimônia de formatura e a entrega dos certificados aos...

Leia mais

APAC de São João del-Rei participa de workshop no SESC São Paulo

04-07-2018

No último sábado, 30, uma equipe de funcionários e um recuperando da APAC Masculina de...

Leia mais

APAC de São João del-Rei encerra o VII Curso de Formação de Voluntários

20-06-2018

No último sábado, 16, a APAC de São João del-Rei realizou a cerimônia de encerramento...

Leia mais

Representantes da segurança e da justiça federal de Uberaba conhecem a APAC Frutal

04-06-2018

Representantes do Conselho Municipal de Segurança Pública e da justiça federal de Uberaba visitaram esta...

Leia mais

JUIZ JOÃO MATOS APRESENTA EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA SOBRE O MÉTODO APAC EM PARÓQUIA DE SANTANA

14-05-2018

“Do amor ninguém foge – a experiência da APAC no Brasil” foi o tema de...

Leia mais

Colaboradores e recuperandos fazem exames no Dia Nacional de Prevenção à Hipertensão

02-05-2018

No Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão, colaboradores e recuperandos da Associação de...

Leia mais

FBAC realiza capacitação para funcionários na APAC de São João del Rei

25-04-2018

As APACs masculina e feminina de São João del Rei/MG receberam a capacitação para seus...

Leia mais

APAC de Pirapora realiza II Jornada de Libertação com Cristo

09-04-2018

A APAC de Pirapora/MG realizou, dos dias 5 a 8 de abril, a II Jornada...

Leia mais

APAC de Varginha realiza várias reuniões em 2018

03-04-2018

Membros da APAC de Varginha reunem-se mensalmente para avaliar e programar suas atividades. Normalmente as...

Leia mais

Homenagem a Dona Cleuza

28-03-2018

"Pelos frutos conhecereis a árvore." Mateus 7,16 Faleceu dia 27 de março Dona Cleuza, mãe do...

Leia mais

Seminário de Estudos e Conhecimento do Método APAC para Voluntários Visconde do Rio Branco…

22-03-2018

Nos dias 16 a 18 de março de 2018, a FBAC – Fraternidade Brasileira de...

Leia mais

APAC Frutal conta agora com fábrica de blocos de cimento

19-03-2018

Quem deseja conquistar o sonho da casa própria ou reformar um imóvel possui agora em...

Leia mais

APAC feminina deverá estar pronta em junho deste ano

20-02-2018

A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC Frutal está correndo contra o...

Leia mais

Completam-se 37 anos do martírio de Franz de Castro

14-02-2018

Hoje completam-se 37 anos do martírio de Franz de Castro. Franz viveu e morreu por...

Leia mais

Cardeal do Rio de Janeiro visita APAC de Itaúna

09-02-2018

No dia 31 de janeiro a APAC de Itaúna recebeu a visita do Cardeal do...

Leia mais

Natal do Tio Flávio Cultural na APAC Santa Luzia

17-01-2018

No dia 19/12, como acontece todos os anos, os voluntários do Tio Flávio Cultural foram...

Leia mais

Parceiros

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg