Delegação de autoridades judiciárias de Goiás visita as APACs Frutal

Numa iniciativa do Tribunal de Justiça e Ministério Público de Goiás, no dia 23 de agosto, uma delegação composta por 20 autoridades do Poder Judiciário, Poder Legislativo e Ministério Público visitou as Associações de Proteção e Assistência aos Condenados de Frutal – APACs. Os convidados foram recepcionados por representantes da Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados – FBAC, da diretoria das instituições locais e do Poder Judiciário da Comarca. Nesse dia, houve também um Workshop com a exposição de artesanatos feitos pelos recuperandos e de livros de autoria do fundador do Método APAC, Dr. Mário Ottobboni e do Diretor-Executivo da FBAC, Valdeci Antônio Ferreira.

“Para nós é mais uma alegria receber novamente a Delegação de Goiás agora composta por juízes e promotores que saíram de suas Comarcas para verem de perto a realidade, o trabalho e a metodologia apaqueana que tem conquistado diversas autoridades tanto pelo índice de recuperação quanto pelo baixo custo que as APACs proporcionam hoje aos gestores estaduais”, disse a gerente administrativa das APACs, Paula Queiroz Vieira.

Para Valdeci Ferreira, que falou do histórico das APACs, perspectivas, a expansão das unidades e a realidade das Associações dentro e fora do país, é natural que o Método APAC, pela sua eficácia na aplicação e recuperação do indivíduo, desperte o interesse das autoridades que desejam implantar a experiência em suas Comarcas. O presidente da APAC, Natanael Silveira de Souza, também destacou a importância da visita da delegação: “É um orgulho para as APACs e para Frutal que despertou o interesse de outro estado, o que se vivenciou aqui é algo diferenciado”, destacou.

          Na opinião do Juiz de Direito da Comarca, Gustavo Moreira, é importante que as autoridades de Goiás busquem conhecimento sobre a metodologia apaqueana: “Um projeto que ressocializa, dissemina o amor e proporciona uma sociedade mais justa, solidária e pacificada”. Para o Diretor do Presídio Militar da Polícia Militar do Estado de Goiás, Tenente Coronel Onildo Ananias Junior, o que se vê na APAC é o cumprimento da Lei de Execução Penal que recupera o indivíduo de maneira digna.

          A Juíza de Direito de Vianópolis/GO, Marli de Fátima Naves, disse que ficou impressionada com a APAC Frutal e que se emocionou por diversas vezes: “O que eu vi aqui vem de encontro a projetos que trabalho e que acredito relacionados à recuperação humana”. Para o Juiz de Direito de Quirinópolis/GO, Felipe Barbosa, o que mais chamou a atenção é a ideia de disciplina vinculada a espiritualidade. “Depois do que presenciei, volto a ter crença na execução penal”.

O coordenador da área de políticas públicas e Direitos Humanos do Centro de Apoio do Ministério Público do Estado de Goiás, o Promotor de Justiça, André Luiz Ribeiro Duarte, destaca que após as visitas, a intenção é trabalhar a articulação com os poderes constituídos, sociedade civil organizada e a comunidade em geral para que as APACs comecem a ser implantadas em Goiás. O Promotor de Justiça de Caldas Novas/GO, Cristiano Caires, também elogiou o Método: “é revolucionário, de excelência, que precisa ser replicado no Brasil e Goiás não pode ficar de fora”, afirmou.

O Presidente da União dos Vereadores do Estado de Goiás (UVEGO), o vereador de Pamerí/GO, Ricardo de Oliveira, resumiu o que sentiu ao conhecer as APACs Frutal: “Não tenho palavras, a sensação é de que a gente vive num mundo que está além dos presídios de Goiás, estou emocionado”. Segundo o vereador, os recuperandos estão pagando a pena, mas ao mesmo tempo, mostraram às autoridades que podem ser pessoas melhores e voltarem ao convívio social. 

(Jornalista Zilma de Oliveira – Assessora de Imprensa APAC Frutal)

Parceiros

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg