Diretor Geral da FBAC lança livro "O preso poderá condená-lo"

No dia 9 de março, na sede da FBAC, localizada à Rua João Nogueira Santos, 346, Nogueirinha, Itaúna/MG, o Diretor Geral da FBAC, Valdeci Antônio Ferreira, lançou o livro “O preso poderá condená-lo”.

Várias autoridades estiveram presente e pronunciaram palavras em favor do Método APAC e em reconhecimento pelo trabalho missionário de Valdeci Ferreira.

Em sua fala, Valdeci explicou o conteúdo e objetivos da edição e publicação deste livro: “A espiritualidade é o motor que move as APACs – Associações de Proteção e Assistência aos Condenados. Esta espiritualidade nas APACs é o resultado da vida espiritual das pessoas que ali trabalham: funcionários, técnicos e voluntários.

Estou envolvido neste projeto há 36 anos. Pude perceber, em minha própria vida, que um trabalho desta natureza, em que você se propõe a aplicar uma terapêutica própria para recuperar os condenados, é muito exigente. Por isso, as pessoas que ali trabalham deverão cultivar uma mística que as mantenham de pé, não obstante as dificuldades, os desafios e as vicissitudes do dia-a-dia, para que possam continuar fazendo a experiência do bom samaritano, que é aquele que vai ao encontro do caído a beira do caminho.

Neste livro iremos oferecer elementos, para que aqueles que trabalham nas APACs possam desenvolver uma mística, que os motive a ir até os presídios de coração aberto, desarmado, com uma atitude de solidariedade e generosidade, mantendo em seus corações a fé e a crença inabalável na recuperação do ser humano.

Resumindo, o primeiro objetivo deste livro é contribuir para que as pessoas que trabalham nas APACs possam desenvolver uma espiritualidade e mística fortes, que as sustentem no caminho.

Em certo momento, acreditávamos que o trabalho das APACs havia sido inspirado para atender tão somente aos presos de Itaúna e pensávamos que havíamos cumprido nosso objetivo. No entanto, começamos a receber dezenas de cartas de todo o país e delegações de pessoas que queriam conhecer o trabalho das APACs e implantá-las em suas cidades e países. Hoje existem dezenas de APACs funcionando nos moldes de Itaúna, sem o concurso de policiais ou agentes penitenciários, onde as chaves das grades ficam nas mãos dos presos, chamados na APAC de Recuperandos.

Este livro também tem o objetivo de ajudar aqueles que trabalham na APAC a não se perder pelo caminho. Percebemos que, na medida em que novas APACs são inauguradas, o Método poderia ser desvirtuado. Desta forma, as páginas aqui escritas irão contribuir para cada um regressar às fontes originais, segundo a máxima pronunciada por Dr. Mário Ottoboni: ‘Não mude, o homem, aquilo que Deus inspirou.’

Assim nasce este livro: “O preso poderá condená-lo”, propondo o grande desafio de acordo com São João da Cruz, no entardecer da vida, nós seremos julgados pelo amor. “Explicou Valdeci, autor do livro.

Estiveram presentes: Neider Moreira de Faria, prefeito de Itaúna, Dr. Adelmo Bragança de Queiroz, juiz da Vara de Execuções Penais da Comarca de Itaúna, Padre Gilmar Pinheiro Marques, Dr. Dirceu Ribeiro da Costa, Delegado de Polícia de Itaúna, Lacimar Cezário Silva, Vereador da Câmara Municipal de Itaúna, Rosse Andrade, Secretário Municipal de Infraestrutura, Antônio de Pádua, Engenheiro da Projetec, Hudson Bernardes, Vereador da Cámara de Itaúna, Ricardo Lopes Campos Alves, Presidente da APAC de Nova Lima, Clarimundo Moisés de Oliveira, presidente da APAC de Araxá, Humberto Rocha, presidente da APAC de Arcos, João José, Secretário Municipal de governo, Alexandre Nogueira, gerente do CREAS Itaúna, Itamar Antônio Santos, assistente social da Diaconia da Diocese de Divinópolis, José Levi, Presidente do Conselho Deliberativo da APAC de Divinópolis, Sérgio Mariani, Pesquisados do Método APAC, de Brasília, Valdir José de Andrade, presidente da APAC de Lagoa da Prata, Eugênio Pinto, Ex-prefeito municipal de Itaúna, Pedro Paulo Pinto, ex-vice Prefeito de Itaúna, Fernando Franco, vice-prefeito de Itaúna, Renata Rachid, Presidente do Conselho Deliberativo da APAC de Betim, Pastor Gilberto Maximo, Igreja do Evangelho Quadrangular, Elza Lopes, jornalista do Jornal Brexó, Luiz Parreira, jornalista Jornal Social, Cristiane Nogueira, psicóloga do CAPS-AD de Itaúna, Leigos Missionários Combonianso, equipes das APACs, equipes da FBAC, voluntários e amigos das APACs,

Clique aqui para ver todas as fotografias

Parceiros

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • FIAT.jpg
  • governoMA.jpg
  • governomg.jpg
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • projetec.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • UE.jpg