Diretor Geral da FBAC participa do I Fórum de participação e controle social na Execução Penal

No dia 23 de novembro de 2020, o Diretor Geral da FBAC, Valdeci Antônio Ferreira, participou do I Fórum de Participação e Controle Social na Execução Penal. O evento foi uma realização da Ouvidoria Nacional dos Serviços Penais do Departamento Penitenciário – DEPEN/Ministério da Justiça, em parceria com a Escola Nacional de Política Pública – ENAP, e teve como objetivo fomentar a difusão de boas práticas no âmbito do sistema prisional e a promoção do diálogo entre órgãos que atuam na execução penal.

Transmitido online, além de Valdeci, participaram do debate: Dr. Drauzio Varella, médico oncologista, escritor e voluntário da penitenciária de Sant’Ana – Carandiru, e Maria Solange Senese, diretora Executiva do Instituto Ação pela Paz.

Valdeci discursou sobre sua atuação no sistema prisional e nas APACs; sobre suas percepções sobre o sistema prisional; sobre a proposta do modelo APAC; e sobre a atuação do voluntariado no sistema prisional. Valdeci concluiu suas intervenções agradecendo pela presença de todos e dizendo que a APAC não é a solução, nem um modelo pronto e acabado, mas uma proposta revolucionária para as prisões do mundo.

"É para nós uma alegria participar deste evento, ao lado de Dr. Drauzio e Solange, pessoas que muito admiro por sua dedicação e empenho. As APACs não são a solução para o sistema prisional, nem tampouco um modelo pronto e acabado. São uma proposta, a partir de 45 anos de estudos e evolução. São também a revolução do sistema prisional, presídios sem polícia, onde as chaves estão nas mãos dos presidiários. O grande objetivo da APAC é recuperar a pessoa humana. Com índices de reincidência muito baixos, a APAC quer demonstrar que quando acreditamos na pessoa humana, ela pode se recuperar e mudar de vida."

Clique no link para assistir: https://www.youtube.com/watch?v=j9WSmmPVWLw

 

 

FBAC e parceiros recebem prêmio de Empreendedor Social de 2020

Com o foco na resposta à COVID-19, o prêmio de Empreendedor Social realizou edição histórica nesta segunda-feira dia 07, com transmissão ao vivo pela folha de São Paulo. A premiação objetivou reconhecer neste ano as 30 melhores iniciativas sociais de destaque no enfrentamento à pandemia.

Concorreram mais de 400 projetos no país, e 30 foram os que mais se destacaram, entre eles, o projeto: "Humanizando a Pena e Protegendo a Vida", na categoria de mitigação dos danos do Covid-19, apresentado pela FBAC – Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados, TJMG – Tribunal de Justiça de Minas Gerais, IMPP – Instituto Minas Pela Paz e AVSI Brasil – Associação de Voluntários para o Serviço Social.

 

 

As APACs já estão se aproximando de 2 milhões de máscaras distribuídas gratuitamente para hospitais, creches, asilos, postos de saúde, familiares de recuperandos, funcionários de APACs, presos do sistema comum, polícia civil, polícia militar, comunidades terapêuticas, órgãos públicos e demais segmentos sociais.


Esta importante vitória foi o resultado do esforço e dedicação de cerca de 507 recuperandos e recuperandas espalhados por 36 APACs envolvidas no projeto em todo o Brasil, que trabalharam diuturnamente na confecção das máscaras. Um investimento de empresas e ONGs parceiras da ordem de R$ 1.600.000,00.



O Prêmio Empreendedor Social é realizado há 16 anos pela Folha de São Paulo em parceria com a Fundação Schwab, uma das organizações responsável pelo Fórum Econômico Mundial.
Segundo o Diretor Geral da FBAC, Valdeci Antônio Ferreira, que há propósito foi vencedor do prêmio empreendedor social no ano de 2017, “este prêmio é o reconhecimento do trabalho e da dedicação de recuperandos, voluntários, parceiros e colaboradores que se empenharam para superar a pandemia com criatividade e solidariedade”.


“Mãos que outrora cometeram toda sorte de crimes e violência, agora são mãos capazes de fazer o bem e promover a vida"

FBAC realiza III manhã de oração e jejum das APACs

Transmitida online para 3903 pessoas, a III manhã de oração e jejum das APACs, com tema: "Humanizando a pena, protegendo a vida", e o lema: "Viu, teve compaixão e cuidou dele.", a manhã de oração foi um momento de agradecimento pela grande contribuição que as APACs tem prestado a toda a sociedade no combate à pandemia, momento de motivação dos recuperandos, funcionários, voluntários e familiares, e também, momento de espiritualidade, que é um dos elementos da metodologia APAC.

A partir da Leitura Bíblica sobre o "Bom Samaritano", o Diretor Geral da FBAC, Valdeci Ferreira, convidou todos os presentes a terem uma atitude de cordialidade, acolhida e compaixão para com quem está caído. Valdeci disse que as APACs precisam também comemorar, visto que foram quase dois milhões de máscaras produzidas, e o trabalho incansável de 511 recuperandos, a fim de ajudar no combate à pandemia. "É fácil amar os amigos, mas o evangelho nos convida a amar as pessoas que temos mais dificuldades. Natal é festa do perdão. Nesta manhã peçamos a Deus a graça do perdão e que possamos, nesta festa do Natal, celebrar a festa do perdão e da misericórdia." 

"Quero dizer a vocês, que não foram somente os 511 trabalhando para fazer máscaras, mas muito mais, porque os demais tiveram que cobrir os afazeres dos 511, a fim de liberá-los para este trabalho. Me orgulho muito de vocês. Este momento pandêmico é um momento desesperador, mas estamos superando juntos, dia após dia. Vejo no gesto de cada um de vocês, o verdadeiro gesto de amor e a presença da misericórdia de Deus. Obrigado a vocês. Vocês hão de vencer." Disse Dr. Luiz Carlos Rezende e Santos, presidente do Conselho de Administração da FBAC e também juiz coordenador do Programa Novos Rumos do TJMG.

"Fiquei no UTI por 21 dias e vários dias em coma. Agradeço a APAC que realizou uma vigília para minha recuperação. Uma coisa que marcou minha vida foi, quando saí do hospital, médicos e enfermeiros batiam palmas para mim. O dia que ganhei alta foi um dia muito feliz. No dia que a APAC me buscou no hospital, eu não contive as lágrimas de felicidade. Quero agradecer a todos na APAC, que não exitaram em me ajudar." Testemunhou o recuperando Lucas José, da APAC de Frutal/MG. 

Também participou da manhã de oração, partilhando e refletindo: Sra. Adilza Mendes Paraízo, coordenadora do Programa A viagem do Prisioneiro; Rinaldo Cláudio Guimarães, gerente de relações institucionais da FBAC; Mônica Silva, representante da AVSI Brasil, Maurílio Leite Pedroza, gestor do Instituto Minas pela Paz, recuperando Ricardo Silva de Carvalho, APAC de Bacabal, Sr. Tarcísio, representante da sociedade civil de Rio Piracicaba, Recuperando Lucas José, APAC de Frutal, Padre Dimas de Paula Inácio, voluntário da APAC mãe de São José dos Campos/SP, Daniel Luiz da Silva, gerente de metodologia da FBAC  e Sra. Ruth Holzwarth, irmã de Franz de Castro Holzwarth. 

Ao final da manhã, Valdeci Ferreira agradeceu a todos por sua participação e os convidou para participar da conclusão da Jornada da Esperança, que acontecerá na sede da FBAC, dia 14 de fevereiro de 2021, na Sede Administrativa da FBAC, em Itaúna/MG.

FBAC participa da inauguração do CRS da APAC de Visconde do Rio Branco

No dia 27 de  novembro, a FBAC, através de seu inspetor de metodologia, Sr. Daniel Henrique Rabelo, participou da inauguração do Centro de Reintegração Social (CRS) da APAC de Visconde do Rio Branco. 

O sonho de ter uma APAC em Visconde do Rio Branco iniciou em 2018, quando a defensora pública percebeu a situação caótica, em que atravessava o presído local. Em contato com a FBAC, foram realizados vários seminários e as tratativas para o início das atividades.

É importante ressaltar o papel determinante do Conselheiro Ouvidor do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE), Conselheiro Durval Ângelo, que, na época, contatou o prefeito, lhe falou sobre a importância da recuperação dos presos, motivando e convencendo a doar um prédio da prefeitura, que estava abandonado, para a APAC. Desta forma, com recursos de penas pecuniárias, disponibilizados pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o prédio foi totalmente reformado, sob supervisão da FBAC, para tornar-se o CRS da APAC.

Com capacidade para acolher 96 recuperandos, 64 no regime fechado e 32 no regime semiaberto, futuramente o CRS da APAC poderá ser ampliado para acolher até 120 recuperandos.

A FBAC realizou muitas visitas à APAC de Visconde do Rio Branco, a fim de dialogar, seja com a direção da APAC, seja com a juíza da comarca, ou com outras autoridades.  Uma vez adquirido o terreno, as visitas da FBAC objetivaram dialogar sobre a metodologia e orientar sobre o projeto arquitetônico e a construção do CRS. Atualmente as visitas da FBAC irão entrar em outro patamar, pois agora, é momento de planejar o início das atividades e realizar o treinamento da equipe de trabalho.

"Foi uma grande alegria ver mais um CRS sendo inaugurado e saber que mais presos poderão cumprir sua pena na APAC. Assim como eu tive uma chance para mudar de vida na APAC de Itaúna, esta APAC irá permitir que muitos homens e seus familiares sejam recuperandos." Enfatizou Daniel Rabelo.

A FBAC se coloca à diposição, como parceira da APAC de Visconde do Rio Branco, para que a metodologia possa ser consolidade e aplicada na comarca. 

 

FBAC recebe delegação do Ceará

Nos dias 23 a 27 de novembro, a Fraternidade Brasileira de Assistência aos Condenados, FBAC, recebeu delegação do Ceará.

A comitiva foi composta pelos representantes da APAC: o presidente da Apac de Fortaleza, França da Silva; a vice-presidente, Magnólia Maria Costa; a segunda secretária, Vanessa Emanuelle Pedrosa; o segundo tesoureiro, Adonias Pinheiro de Sousa; a coordenadora de comunicação, Beatriz Machado Alves Nogueira; os integrantes do Conselho Deliberativo, Cosmo Moreira e Andrea Albuquerque Sá Rodrigues; e os membros do Conselho Fiscal, José Júnior Figueiredo, Lavínia Cavalcante Matos e Francisco José Júnior, integraram a comitiva. Também estavam na comitiva as seguintes autoridades: Luís Mauro Albuquerque Araújo – Secretário de Administração Penitenciária, Rafael de Jesus Beserra - Secretário Executivo da Administração Penitenciária, Geovana Nascimento - Coordenadora Adjunta da Administração Penitenciária, e Helly Pinheiro Ellery - Assessor de comunicação.

Em sua estadia em Minas Gerais, os visitantes foram recebidos no Tribunal de Justiça de Minas Gerais, pela Secretaria de Justiça e Segurança Pública de MG - SEJUSP, pela Comarca de Itaúna/MG e pela FBAC. Além de visitarem a sede da FBAC, também foram recebidos no Tribunal de Justiça de Minas Gerais e nas APACs masculina e fminina de Itaúna/MG. 

Segundo Sr. França da Silva, "o movimento apaqueano conta agora com o apoio do governo cearense. Viemos até Minas Gerais para ver, in loco, esta experiência que já está consolidada e funcionando. Tenho certeza que também seremos exitosos no Ceará"

O Diretor Geral da FBAC reuniu-se com os integrantes da delegação, os acompanhou em sua visita às APACs de Itaúna, e colocou a FBAC à disposição para contribuir no que for necessário para a implementação da APAC no Estado do Ceará.

 

Other news

An angel interceding for us

23-02-2016

Valdeci I remember kindly our dear Glory. His unconditional love and his passion for the...

Read more

Outpatient care implementation in APAC of Caratinga

12-01-2016

Dr. Igor de Oliveira, respected doctor in our city of Caratinga for his humanitarian attitudes...

Read more

FBAC realises on-line meeting with Presidents of APACs

01-09-2015

It was realised in the night of this Monday (31/08/2015) the first meeting online between...

Read more

Partners

  • assmg.jpg
  • avsi.jpg
  • avsibrasil.jpg
  • defensoriamg.jpg
  • governoMA.jpg
  • isvor.jpg
  • logogoverno.png
  • melt.jpg
  • MinaspelaPaz.jpg
  • mpmg.jpg
  • Novos rumos.jpg
  • seapmg.jpg
  • senac.jpg
  • sociedadebiblicadobrasil.JPG
  • tioflavio.jpg
  • tjma.jpg
  • tjmg.png
  • UE.jpg